Óscares 2014 – Vencedores

oscar-nomeacoes-pn-img

MELHOR FILME

12 Anos Escravo (Vencedor)

Capitão Phillips

Filomena

Gravidade

Golpada Americana

Her – Uma História de Amor

Nebrasca

O Clube de Dallas

O Lobo de Wall Street

MELHOR REALIZADOR

Alexander Payne, em Nebrasca

Alfonso Cuarón, em Gravidade (Vencedor)

David O. Russell, em Golpada Americana

Martin Scorsese, em O Lobo de Wall Street

Steve McQueen, em 12 Anos Escravo

 

MELHOR ACTRIZ

Amy Adams, em Golpada Americana

Cate Blanchett, em Blue Jasmine (Vencedor)

Judi Dench, em Filomena

Meryl Streep, em Um Quente Agosto

Sandra Bullock, em Gravidade

 

MELHOR ACTOR

Bruce Dern, em Nebrasca

Christian Bale, em Golpada Americana

Chiwetel Ejiofor, em 12 Anos Escravo

Leonardo DiCaprio, em O Lobo de Wall Street 

Matthew McConaughey, em O Clube de Dallas (Vencedor)

 

MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA

Jennifer Lawrence, em Golpada Americana

Julia Roberts, em Um Quente Agosto

June Squibb, em Nebraska

Lupita Nyong’o, em 12 Anos Escravo (Vencedor)

Sally Hawkins, em Blue Jasmine

 

MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO

Barkhad Abdi, em Capitão Phillips

Bradley Cooper, em Golpada Americana

Michael Fassbender, em 12 Anos Escravo

Jared Leto, em O Clube de Dallas (Vencedor)

Jonah Hill, em O Lobo de Wall Street

 

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

Blue Jasmine, por Woody Allen

Golpada Americana, por Eric Warren Singer e David O. Russell

Her – Uma História de Amor, por Spike Jonze (Vencedor)

Nebrasca, por Bob Nelson

O Clube de Dallas, por Craig Borten e Melisa Wallack

 

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

12 Anos Escravo, por John Ridley (Vencedor)

Antes da Meia-Noite, por Richard Linklater, Julie Delpy e Ethan Hawke

Capitão Phillips, por Billy Ray

Filomena, por Steve Coogan e Jeff Pope

O Lobo de Wall Street, por Terence Winter

 

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

Ernest & Celestine

Frozen – O Reino do Gelo (Vencedor)

Gru – O Maldisposto 2

Os Croods

The Wind Rises

 

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

A Grande Beleza – Itália (Vencedor)

A Caça – Dinamarca

Ciclo Interrompido – Bélgica

Omar – Palestina

The Missing Picture – Cambodja

 

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO

A Cavalo!

Feral

Mr. Hublot (Vencedor)

Possessions

Room on the Broom

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO

20 Feet from Stardom (Vencedor)

Cutie and the Boxer

Dirty Wars

The Square

The Active Killing

 

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM

CaveDigger

Facing Fear

Karama Has No Walls

The Lady in Number 6: Music Saved My Life (Vencedor)

Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall

 

MELHOR CURTA-METRAGEM

Aquel No Era Yo

Avant Que De Tout Perdre

Helium (Vencedor)

Pitääkö Mun Kaikki Hoitaa?

The Voorman Problem

 

MELHOR DIRECÇÂO DE FOTOGRAFIA

A Propósito de Llewyn Davis

Gravidade (Vencedor)

Nebrasca

O Grande Mestre

Raptadas

 

MELHOR MONTAGEM

12 Anos Escravo

Capitão Phillips

Golpada Americana

Gravidade (Vencedor)

O Clube de Dallas

 

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL

A Rapariga que Roubava Livros, por John Williams

Ao Encontro de Mr. Banks, por Thomas Newman

Filomena, por Alexandre Desplat

Gravidade, por Steven Price (Vencedor)

Her – Uma História de Amor, por William Butler e Owen Pallett

 

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

Happy, música e letra de Pharrell Williams (Gru – O Maldisposto 2)

Let it Go, música e letra de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez (Frozen) (Vencedor)

The Moon Song, música de Karen O, letra de Karen O e Spike Jonze (Her)

Ordinary Love, música e letra dos U2 (Mandela – Um Longo Caminho para a Liberdade)

 

MELHOR EDIÇÃO SONORA

Capitão Phillips

Gravidade (Vencedor)

O Hobbit: A Desolação de Smaug

O Sobrevivente

Quando Tudo Está Perdido

 

MELHOR MISTURA SONORA

A Propósito de Llewyn Davis

Capitão Phillips

Gravidade (Vencedor)

O Hobbit: A Desolação de Smaug

O Sobrevivente

 

MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA

12 Anos Escravo

O Grande Gatsby (Vencedor)

Golpada Americana

Gravidade

Her

 

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Gravidade (Vencedor)

Homem de Ferro 3

O Hobbit: A Desolação de Smaug

O Mascarilha

Star Trek: Além da Escuridão

 

MELHOR GUARDA-ROUPA

12 Anos Escravo

Golpada Americana

O Grande Gatsby (Vencedor)

O Grande Mestre

The Invisible Woman

 

MELHOR CARACTERIZAÇÃO

Jackass Presents: Bad Grandpa

O Clube de Dallas (Vencedor)

O Mascarilha

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
_GM_

Edgar.. o Leonardo não ganhou Óscar. xD

Edgar Silvestre

com um caneco. enganei-me por completo. obrigado GM

Carlos Miranda

Eu quando li pela primeira vez até festejei pelo Leonardo, que já merecia, mas depois lá me apercebi que foi erro x). Contudo o prémio também é merecido para o Matthew

André O Maior

Fui para a universidade e disse a toda a gente que tinha ganho o DICaprio e agora vão todos achar que sou um mentiroso.

Estou a brincar, isso nunca aconteceu 🙂

Silver4000

O Gravity não foi nomeado para argumento original? Eu acho que tem um.
E ganhou demasiadas coisas no som, Que nem é nada demais, so uns PUM PUUM PUUUM de vez em quando durante o filme todo…

Duarte

Por acaso até acho que merece, de certa forma faz sentido e muitas pessoas que viram o filme concordam que o som foi dos factores principais usados para gerar tensão no expectador. Por mim é merecido

Silver4000

Dai ser a melhor banda sonora original.
Concordo que dava tensão, e ai merecia o prémio de melhor ediçao ou mistura sunora, não sei a diferença dos 2.
Mas ganhar o prémio de melhor banda sonora…

Duarte

Ah, não tinha reparado nessa, esse é que não acho que tenha sido merecido. Para mim o Her arrebenta nessa categoria

Nirvanes

O Her é o melhor argumento original de caras meu 😛

Silver4000

Eu falei em nomeações.

Edgar Silvestre

como diria o Samuel L. Jackson em Pulp Fiction “Allow me to retort”, é a melhor ideia original. O jonze poderia ter construido personagens secundárias tridimensionais e eventos com maior impacto emocional

Nirvanes

Não acho de todo. O filme é super contido porque tem de ser, tu próprio dizias que não precisa de mais personagens, e eu achei o Theodore altamente profundo dentro do seu pequeno mundo. Achei muito mais profundo do que à primeira vista se pode ver, porque trata temas muito sensíveis, não só o amor mas a depressão e alguns sentimentos de nostalgia por coisas que não são nossas. Mais do que tudo são diálogos muito intensos, e quase nos fazem projectar a Samantha para o cenário. Achei isso absolutamente espectacular. Não é só como ideia que o Her é muito bom, é também como exercício e reprodução. É visualmente rico, bem representado, e tem o tom correcto para o que pretende fazer. É só uma história, não precisaria de eventos de maior interesse ou impacto, porque é suposto ser um filme de algum sonambulismo.

Edgar Silvestre

a arte desperta vários pontos de vista, e isso é ok. mas peço que faças este exercício: qual é a conclusão do personagem principal após a aprendizagem? Talvez seja eu que estou zangado com o jonze, porque gostava que o Her fosse o meu filme favorito e não foi

Nirvanes

É fácil se conseguires olhar pela perspectiva que não existe qualquer conclusão. A ideia é deixar ainda mais perguntas. Não percebes bem em que pé fica a perspectiva dele sobre o que quer que seja… mas o que se passa, efectivamente, passa-se e marca. É uma experiência que acontece, e que não tem físico, e que poderia perfeitamente passar-se na cabeça dele. O que é fixe se olhares dessa forma, tendo em conta a forma como (SPOILERS AHEAD) ele fica sozinho no fim, limitado apenas a uma simples amizade duradoura. Não ficando sequer sugerido que ficam juntos. Mas o último plano perspectiva que ‘já passou’, ou está a ‘passar’ e que vai tudo correr bem.

Edgar Silvestre

ou seja, o Theodore acaba como começou. Depois de veres o Nebrasca podes avaliar o arco do personagem e analisar o que o protagonista aprendeu e o que aprendeste, em jeito de comparação e recompensa do espectador

Duarte

Honestamente, as minhas previsões cumpriram-se, acertei na maioria dos grandes vencedores, embora não concorde com alguns deles (melhor filme principalmente, sendo na minha opinião o Her o melhor filme do ano), nas categorias tecnicas já estava à espera que fosse o Gravity a ganhar, quanto aos atores, acho que todos foram merecidos (embora me desse um certo gozo ver o DiCaprio ganhar).

Lfo

Estava a torcer pelo Bale.
Bem valeu pelas pizzas e pela foto mais retweetada de sempre X)

Edgar Silvestre

O Bale esteve bem, mas o Óscar ia para MM ou para o DiCaprio.

Lfo

Pois sim.
Das Rom-Com para o estrelato.

Lfo

x)

Edgar Silvestre

há de chegar o dia

Nirvanes

Ainda precisa de emagrecer uns 12 kilos 😛

Nirvanes

Bem, o Gravity levou tudo o que era técnico. Acaba por ser o vencedor apesar de ganhar apenas o melhor realizador em termos de prémios mais importantes… também só se fosse em melhor filme, os actores duvido.
Ainda não vi os 12 anos escravos mas fiquei um bocado desiludido que tivesse ganho sinceramente… acho que podiam ter escolhido melhor.
Tal como podiam ter escolhido melhor na melhor musica original… a música do Frozen… ugh… acho que nem de perto nem de longe tem lugar à beira dos grandes êxitos musicais que a Disney costuma dar. Aliás foi a pior actuação da noite, nem sei como é que teve um aplauso de pé quando a cantora claramente estava fora de tempo o tempo quase todo. Happy do Pharrel é um grande hit e uma grande musica ao mesmo tempo, merecia mais, ou a minha favorita por ‘afeição’ – Moon Song da Karen O (Her). Até a dos U2 que pessoalmente não gosto merecia mais.
Melhor actor acho que era previsível, pena pelo Leo. Secundário igual, Leto arrumava aquilo de certeza. Com as actrizes fiquei muito contente com a Kate porque ela faz um grande grande papel no Blue Jasmine do Woody Allen, e tem talvez um dos melhores discursos da noite. A secundária também foi surpresa.
Ontem antes da cerimónia fui ver o Her e fiquei absolutamente encantado, por isso fiquei muito satisfeito com o melhor argumento original porque realmente o filme está muito bem escrito.

Vasco Neves

Esperava mais do Her também, como por exemplo melhor banda sonora porque a música do filme, transmite um ambiente único ao filme. Não acho que o Gravity tenha uma banda sonora por aí além, de resto acho que se compreende os restantes Oscares ganhos por esse filme. Quando ao 12 Anos de Escravo, acho que é um filme pesado demais, e pessoalmente não me desperta um grande interesse.
No restante, não houve grandes surpresas, ganhou quem tinha que ganhar.

tylarth

Eu neste ano que passou, em termos de cinema não vi quase nada, calhei a ver o 12 anos escravo, o Gru 2 e o gravity de resto fica para quando tiver disposição. Aliás, e alerto para a minha falta de conhecimento sobre os filmes nomeados para melhor filme, parece-me que este ano houve muito drama/drama amoroso nomeado, e eu sou muito esquisito com esse género de filmes, por exemplo o gravity cheguei a meio e desliguei do filme simplesmente por falta de interesse da minha parte e porque na altura lembro-me de não estar com disposição nenhuma para ver aquele tipo de filme.

Nirvanes

O drama sempre foi o tema mais importante e mais central no cinema… como assim? Que tipo de filmes querias ver por lá?

tylarth

Não é isso, se calhar expressei-me mal. Eu é que sou muito esquisito com dramas sobretudo no que toca aos dramas amorosos porque ou gosto ou fico logo sem interesse, neste caso não vi praticamente nenhum da lista dos nomeados. Também posso estar enganado mas tenho ideia que costuma haver mais variedade só isso. E como deves imaginar não tendo eu visto muitos filmes pouco posso dizer sobre quais lá queria ver, tenho-me virado mais para certos temas ultimamente como forma de pesquisa para um projecto meu e na sua maioria encontram-se mais em séries.
Mas pronto voltando ao tema como pouco vi pouco posso dizer sobre as escolhas, e lembro-me de sair do cinema do 12 anos escravo fui ver na estreia do filme sem saber ao que ia e sem saber que era uma estreia e apanhou-me completamente de surpresa e acabei por gostar bastante como não vi os outros não posso dizer mais nada.

André O Maior

Conseguem-se criar muito boas histórias sem se recorrer ao drama.

Nirvanes

Obviamente, nem eu disse o contrário. No entanto o drama é quase sempre o género mais usado para um cinema mais credível neste aspecto.

alpha

não concordo com os vencedores .. o melhor filme para mim ía para o her , captain philips ou dallas

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
30
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x