Análise – The Walking Dead T5

The Walking Dead ProximoNivel 1

The Walking Dead começou na altura em que os zombies estavam na moda, ninguém sabe o porquê mas estas modas vão e vêm e acabam sempre por deixar as suas marcas. Uma dessas marcas foi The Walking Dead, algo que começou como uma banda desenhada, expandiu-se para as séries de TV e depois para os videojogos.

Esta é já a 5ª temporada, e com um 6ª confirmada e os autores da série com a mente numa 12ª, parece que tão cedo Rick e companhia não vão conseguir matar todos os Walkers no ano que vem. Apesar de matar os que já estão mortos parecer estranho, é isso que acontece em The Walking Dead.

The Walking Dead ProximoNivel 3

Em 2010, quando a série se estreou e tudo era novidade, esta primou por retratar a busca por segurança e a transformação de um grupo de pessoas normais em sobreviventes num mundo apocalíptico assente no clássico tema Zombies com alguns pontos únicos. Desde cedo o público escolheu os seus favoritos, pela 3ª temporada a série já tinha arrecadado mais espectadores do que muitas outras séries alguma vez poderiam sonhar. E foi nessa mesma temporada que The Walking Dead introduziu o primeiro antagonista. Até aqui os maiores problemas de The Walking Dead eram disputas pelo poder dentro do grupo, agora tinham algo que os unia enquanto família. Este foi um dos pontos altos da série, diria mesmo o primeiro momento em que o sonho de qualquer sobrevivente se materializa, um local que os protege e a que podem chamar casa.

Com o avançar da série as hostilidades concretizam-se e o grupo que temos vindo a seguir volta à estaca zero, de novo na rua e separados, cabe a cada um encontrar o seu caminho para se reunirem com aqueles a que chamam família. Este é o ponto de partida da história da 5ª temporada. Como penso já ter dado a entender, eu considero-me um fã desta série, e é como fã que digo estar a ficar farto da série.

The Walking Dead ProximoNivel 6

Os meus problemas com The Walking Dead começam na 4ª temporada: revela-se previsível, uma repetição de problemas já espremidos até à última gota, e o próprio desfecho é anedótico para uma série que pretende chegar tão longe. Assim foi com desconfiança que comecei a ver a 5ª temporada.

A 5ª temporada dá um desfecho relativamente rápido aos últimos eventos da 4ª temporada e concentra-se em abrir as portas a uma nova etapa. Pode-se dizer que a 5ª temporada são 16 episódios de transição e preparação para a 6ª. Durante os últimos episódios é nos dado a entender o que vai acontecer no futuro e, apesar de parecer promissor dado o historial de The Walking Dead, as minhas expectativas estão baixas; pelo menos assim será complicado ter uma grande desilusão.

The Walking Dead ProximoNivel 5

Durante esta temporada e tal como já tem vindo a ser normal na série, existem vários momentos que se concentram na construção de personagens, quer seja por conversas ou cenas onde reina o silêncio e um dos atores tem por tarefa transmitir emoções através de gestos. No entanto, mesmo que as emoções sejam transmitidas, eu não podia estar mais desinteressado. As personagens vão e vêm, muitas estão cá 1 ou 2 episódios e vão-se embora. Tal como os sobreviventes, também eu já estou indiferente a estes momentos. “Estás aqui? Ótimo, agora mostra-me o que consegues fazer.”

Cheguei à conclusão que aquilo que realmente ainda me prende a esta série são os momentos onde a história mostra o grupo a tentar sobreviver em conjunto, quer seja no meio de uma floresta ou numa nova comunidade, e a maneira como reagem às situações. Muitos episódios tentam dar profundidade às personagens, mas pessoalmente e como já disse, eu já não quero saber. Estou cansado de ver personagens que perderam tudo, que se culpabilizam pela morte de outros. Por esta altura parece já não haver originalidade nestas.

The Walking Dead ProximoNivel 2

Felizmente existem muitos bons momentos na série, aliás desde que Rick e o grupo entram na nova comunidade a série melhorou bastante. É algo que é necessário, mostrar algum sucesso nas várias tentativas. Ainda assim somos presenteados com situações cliché durante vários momentos, o que me aborrecem por serem mais óbvias que o Sol num dia sem nuvens ao meio-dia.

Tal como já tem vindo a ser hábito, os efeitos especiais são bastante bons, cada Walker é diferente e bem trabalhado. Apesar do cenário ser maioritariamente desolado, está bem conseguido, mesmo as cidades parecem locais que verdadeiramente poderiam ficar assim. A banda sonora é competente, transmite os estímulos necessários a cada situação o que é bastante bom.

The Walking Dead ProximoNivel 4

No geral a 5ª temporada consegue montar as peças para uma história que só veremos numa 6ª temporada, mas monta a história de um modo interessante, especialmente nos últimos episódios. Infelizmente eu sei que esta série é capaz de fazer muito melhor e é por isso que esta é uma temporada que me deixa um sabor amargo, ainda que bem mais doce do que aquele proporcionado pela 4ª.

Positivo

  • Primeiros e últimos episódios da temporada
  • Efeitos especiais e Walkers bem trabalhados
  • Algumas das novas personagens

Negativo

  • Alguns episódios do meio da temporada são muito fracos e parcos em conteúdo
  • Maioria das histórias do passado de cada personagem são gastas e desinteressantes
  • É uma temporada que apenas prepara a história para a 6ª temporada
  • Clichés e clichés e clichés e clichés… e clichés

pn-bom-ana

Latest posts by Alexandre Barbosa (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marco Correia

eu fiquei me pelos primeiros episódios da 2ª temporada, achei esta serie tão meh que não consegui continuar

Lisandro Mrt

ate agora as duas ultimas temporadas estão excelentes 😛 é de ficar agarrados pelo próximo episódio ^^

Nirvanes

A temporada antes desta é patética! É dos maiores engonhanços da história… é um enorme filler.

onshowon

se o objetivo deles é chegar à 12ª temporada ainda nos espera muito engonhanço 😉

Por falar nisso, fui contra o teu conselho de não ver o dexter até ao final e prontos fiquei a odiar a série lol começou tão bem e depois só viram $$$$ e pimba engonhanço e repetição da mesma formula em todas as temporadas.

Nirvanes

Opá o Dexter é o campeão do engonhanço em séries que eram boas 😀 eu bem te disse. Eu também fiquei a odiar Dexter. Tento lembrar das primeiras 4 temporadas que foram boas, especialmente as duas primeiras.

Nirvanes

Concordo a 100%!!! Leiam a BD que isso é que é!

Silver4000

Tinha isto em pausa na segunda temporada à mais de um ano, que coisa mais chata que aquilo foi, e parei perto do fim (a ironia). Continuei a partir de onde tinha deixado e a 3a até que foi interessante quando começaram a assentar na prisão, a cena da epidemia foi uma das plots mais óbvias de sempre, e nada boas. Mas adorei a 2a parte da quarta temporada, quando estava cada um por si, foi o melhor momento da série até agora.

Como foi dito, a evolução das personagens já é quase nula, sendo que se baseiam muito no “ai foi culpa minha que o nigga morreu”, sendo que só duas personagens tem vindo a mostrar algum desenvolvimento (e não para boas pessoas), o que tem vindo a ser interessante, isto falando dos adultos, porque as crianças andavam a demonstrar um bom desenvolvimento, especialmente as irmãs e a Beth sendo que o Carl tem vindo a ter uma evolução gradual mais devido às acções do pai, no entanto *****spoiler**** tinham que quebrar a rotina e matar algum branco, tendo assim matado as três cachopas… o episódio das irmãs foi mesmo inesperado, foi triste mas foi meio repentino a “mudança de personalidade” da mais velha, foi bom terem revelado quem andava a dar de comer aos ZOMBIES, mas podiam ter perdido um episódio na terceira temporada para mostrar essa personalidade que ela tinha, já a Beth, ela andava a crescer ultimamente, desde a 2a temporada onde tentou suicidar-se, e depois leva com uma morte estúpida, embora parte da culpa seja dela devido a ainda estar a crescer enquanto personagem, por amor de deus a outra não ia segurar a pistola virada para cima quer os outros estivessem a ver (que não iriam permitir sequer ela estar a segurar na pistola) quer não… *****spoiler****

Quanto a esta temporada, a parte do hospital foi chata, mas conseguiram manter o interesse no início quando estavam divididos em vários grupos, embora metade dos problemas tenham acontecido de forma estúpida e cliché. Quando chegaram à nova comunidade já voltou a ficar interessante (porque voltou a usar um pouco da mesma formula de vários pontos de vista), e foram gradualmente fazendo uma história que vai ser desenvolvida na próxima temporada (provavelmente igual à do Governador, espero que não). Mas pelo menos parece que todo o drama terminou no último episódio desta temporada, não à mais “foi culpa minha”, etc…

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
7
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x