Análise – Super Bomberman R

Bomberman está de regresso num jogo que parece ter parado no tempo. Super Bomberman R é um jogo clássico que não traz nada de novo para a mesa, contamos com um modo história e um modo multi-jogador com a experiência clássica de arena de Bomberman. O jogo tem um estilo cartoon bastante básico durante as cinemáticas, que envolve normalmente os 8 irmãos Bomberman a discutirem sobre algo enquanto cada um tem as suas razões assentes na sua personalidade distinta. Assim temos desenhos genéricos mas muito garridos acompanhados de diálogos ou monólogos maioritariamente entoados como se se tratasse de um desenho animado para crianças onde permanece o exagero.

Este ar energético conseguiu cativar-me até porque as personagens têm algumas falas durante os jogos, mas o problema foi mesmo quando o jogo começou e eu não consegui deixar de associar o que estava a ver a um projecto em fase alpha. É tudo tão simples, tem um aspecto de algo que não foi devidamente terminado, parece que sentimos as personagens a flutuar e o mapa de alguns níveis é simplesmente medonho com vários momentos em que não percebemos exactamente o que podemos ou não pisar, no entanto as ideias estão lá todas. Apesar do aspecto, os mapas são não só bastante funcionais, como alguns são seriamente desafiantes e exigem que pensemos em estratégias rapidamente e após concluir este modo os jogadores apercebem-se que Bomberman é muito mais do que andar e largar bombas, também as podem pontapear agarrar e atirar e talvez até enviá-las por portais para o outro lado do mapa.

Quanto a jogabilidade existem aqui alguns problemas que na minha opinião estragam a experiência. Os mapas estão maioritariamente desenhados em grelha, ou seja os caminhos estão sempre dirigidos para uma de 4 posições, no entanto a nossa personagem consegue mover-se num esquema de 360º o que causa algum desconforto tendo em conta os Joy-Con. Se utilizarem o d-pad movem-se numa de 4 direções mas se utilizarem o analógico são completamente livres de andar em qualquer direção, isto apesar de os mapas vos restringirem os movimentos. Isto causa outro transtorno, quando uma bomba explode o raio da explosão pode matar-nos e caso estejam com a ponta do nariz de fora da curva onde a explosão passa, vão morrer. Tudo isto deve-se ao movimento livre que é quase impossível de ser preciso neste jogo. Este sistema de movimento é utilizado apenas na segunda fase dos Boss, nesses momentos somos colocados frente a frente com robots gigantes e somos livres de andar por onde bem entendermos.

O modo de história de Super Bomberman R pode ser jogado sozinho ou acompanhado, o que é sempre bom, e pede-nos para concluir uma série de níveis com um dado número de vidas. A dificuldade altera o número de vidas disponíveis e o comportamento dos inimigos assim como o custo de um “Continue”. É verdade quando perdemos todas as vidas podemos comprar outro conjunto de vidas ou tentar do início desse mundo. Em cada mundo existe um Boss composto por duas fazes, uma contra a personagem e outra contra um robot dessa personagem. Tudo culmina numa batalha final pelo destino do universo. As cinemáticas mantém-se sempre engraçadas e coloridas, quanto aos níveis em si uns são melhores outros piores, existe um pouco de tudo mas no que diz respeito aos variados mapas do modo história a apresentação deixa a desejar.

Agora a parte mais frustrante de Super Bomberman R quando completam um mundo ganham um dado número de moedas consoante a vossa prestação no meu caso tive uma média de 500 moedas de cada vez que concluí um dos mundos. Parece muito? Não é. Estas moedas são utilizadas não só para comprar os Continue que no modo mais fácil custam 10 moedas e no normal custam 500 e nem queiram saber no modo difícil, como ainda servem para comprar objectos para as vossas personagens e níveis extra para o multi-jogador. Para terem uma ideia um mapa de multi-jogador custa 2500 moedas. É tudo extremamente caro tendo em conta o número de moedas que ganhamos, deveriam ter ajustado o preço tendo em conta os ganhos.

Assim sendo o modo história entretém e torna-se engraçado com um segundo jogador, sendo que consegue ser bastante desafiante. Quanto ao multi-player confesso que foi aqui que gastei a maior parte do meu tempo com este jogo. É exactamente aquilo que esperamos de um jogo de Bomberman, até 8 jogadores a explodirem-se uns aos outros. Desta vez existe um sistema que nos permite voltar ao jogo mesmo depois de termos sido eliminados. Quando perdemos somos colocados num veículo que percorre as arestas da arena e podemos atirar uma bomba de cada vez, se a nossa bomba matar um jogador assumimos o lugar desse jogador na arena. É um sistema engraçado e que resulta bastante bem pois quem está de fora tem poder bastante limitado mas é o suficiente para nos colocar em andamento.

O modo online e multi-jogador é muito mais divertido e é aquilo que realmente vende este jogo. Se jogado localmente é bastante provável que todos se divirtam já se for através do online este pode conter grandes doses de lag e até de desconexão. Não consegui realizar nenhuma partida em que não sentisse um pouco de lag e escusado será dizer que neste jogo é muito importante que tal não aconteça já que ao virar da esquina pode estar mesmo uma bomba.

Como um todo Super Bomberman R suplanta os lados negativos através da diversão e do desafio, infelizmente não é o suficiente para nos manter agarrados muito tempo. De um modo geral é fácil dizer que se vão divertir a jogar Bomberman, mas só valerá a pena para quem jogar com amigos de uma forma regular e se estiverem dispostos a dar o corpo ás bombas no modo para um jogador e ganhar moedas para mais diversão no multi-jogador.

Positivo

  • Bastante divertido com amigos
  • Modo história extremamente desafiante ou acessível conforme queiram
  • Modos multi-jogador proporcionam grande entretenimento
  • Apresentação das cinemáticas
  • Música do menu

Negativo

  • Visual do jogo demasiado simples; e por vezes confuso nos níveis do modo história
  • Movimentação dos personagens não é boa
  • O valor das moedas é demasiado baixo tendo em conta o que podemos comprar

Latest posts by Alexandre Barbosa (see all)
Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram