Análise – Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls

ana_danganronpaae_udg1

É comum dizer-se que fora do Japão a PS Vita é uma plataforma morta. No entanto há vários jogos que fazem furor fora de portas nipónicas como é o caso da série Danganronpa. O jogo original e a sua sequela foram dos jogos mais bem recebidos em consolas portáteis e agora surge Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls.

Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls (Danganronpa: Ultra Despair Girls) é um spin off das visual novels previamente lançadas que decorre um ano e meio depois dos acontecimentos do primeiro jogo e antes do segundo. Este jogo tem toda uma nova vertente de jogabilidade direccionada à exploração e acção. Ao contrário da série mãe onde acabamos por ter mais um trabalho de investigação, aqui vamos andar aos tiros electromagnéticos por Towa City .

danganronpa-another-episode-ultra-despair-girls-ganha-imagens-pn-n20

Durante o jogo controlamos duas personagens: Komaru Naegi, a protagonista desta história, e Toko Fukawa, também conhecida por Genocide Jill, que esteve presente no primeiro jogo. Enquanto jogamos com Naegi utilizamos um megafone especial que dispara balas electromagnéticas que servem para completarmos puzzles e derrotarmos os vários tipos de Monokumas que foram especialmente destacados para nos matar. Já Toko funciona como o nosso Fever Mode, invulneráveis e com alta quantidade de dano mas só  a podemos utilizar durante um tempo limitado.

Os puzzles estão bem construídos, mas fora isso a jogabilidade parece demasiado presa. O sistema de disparo é pouco responsivo e as várias formas de balas podem causar alguma confusão ao início, mas depois de nos habituarmos darão para planearmos de maneira a que eliminamos vários inimigos de uma só vez. Além disso podemos explorar as várias áreas em busca de melhoramentos das nossas armas e balas mas quase sempre irão apanhar com uma cinemática que não adianta nada ao enredo.

danganronpa-another-episode-ultra-despair-girls-ganha-imagens-pn-n08

Sendo a série mãe deste jogo uma visual novel, a história apresenta-se como o ponto mais forte do jogo. Cheio do seu humor negro característico, personagens de todos os feitios e um enredo que de normal pouco ou nada tem. Seria de esperar então que para acompanhar esta qualidade narrativa as personagens seriam memoráveis ou pelo menos toleráveis, mas infelizmente isso não é verdade. A personagem principal é tão ingénua quanto irritante, os NPC’s não possuem qualquer tipo de emoção mesmo estando no meio de um genocídio e dos 5 vilões apenas Jataro tem uma personalidade que não faz querer enviar a nossa cabeça em alta velocidade na direcção da parede mais próxima.

Há uma notória diferença entre as cutscenes e o motor de jogo no que diz respeito aos gráficos. As cinemáticas estão bastante polidas e a mistura entre o cartoonesco e o realista apresenta um estilo visual muito próprio que é faz lembrar e muito o estilo visual novel da série mãe. Já fora das cinemáticas a componente visual não apresenta nenhuma particularidade positiva ou negativa. Não é que estejam particularmente maus ou que o jogo sofra quebras notórias, mas sente-se a falta daqueles pequenos momentos em que ficamos a olhar para alguma coisa realmente bem feita.

danganronpa-another-episode-ultra-despair-girls-ganha-imagens-pn-n10

Como disse, a maioria das personagens são bastante irritantes e os actores vocais fizeram um exímio trabalho em denotar essa característica em algumas personagens. A voz das duas personagens jogáveis apresentam-se como o ponto alto do departamento sonoro e os actores dos principais vilões conseguiram fazer também um bom trabalho apesar da qualidade das personagens que lhes foram atribuídos.

Já a banda sonora possui alguns temas que ficam no ouvido e as músicas de batalha contra os bosses são bastante boas e energéticas, dando-nos um sentido de crescendo com o decorrer da batalha. Fora essas situações, passam bastante despercebidas assim como muitos sons ambiente.

danganronpa-another-episode-ultra-despair-girls-ganha-imagens-pn-n06

Danganronpa: Ultra Despair Girls manteve a qualidade narrativa da série mãe mas desiludiu em todos os aspectos em que pretendia destacar-se ou implementar. Não é um jogo obrigatório como é a série mãe mas merece uma oportunidade nem que seja no mais fácil para apreciarem a história.

Positivo

  • Narrativa
  • Cinemáticas
  • Humor negro característico da série
  • Puzzles bem construídos

Negativo

  • Jogabilidade pouco intuitiva
  • Personagens pouco memoráveis
  • Momentos de fantasia de Toko provocam um grande sentimento de vergonha alheia

razoavel-oficial-an-pn-img

Roberto Silva

Orgulhoso detentor de uma biblioteca de jogos com metascore abaixo de 20. Melhor jogador mediano em qualquer jogo. Aspirante a Samurai. Conhecido pelo termo "Many years in the making"- MyAnimeList: http://www.myanimelist.net/animelist/ShadowDust Steam: http://steamcommunity.com/id/ShDust/

More Posts

Follow Me:
TwitterFacebookYouTubeReddit

Share

You may also like...