Collector’s Edition sem jogo físico não fazem sentido

Quando um jogo de alto gabarito é anunciado, é quase certo que se vai fazer acompanhar de vários estilos de ofertas de lançamento que os jogadores podem escolher para comprar.

Apesar de não ser algo verdadeiramente novo, esta pratica atinge na maior parte dos casos os blockbusters e não é raro ver companhias como a Ubisoft, EA e Sony a invadir o mercado com seis ou sete edições para o mesmo jogo.

Por isso mesmo até pode parecer um bocado injusto que use o exemplo de Horizon Forbidden West para este artigo, mas tendo em conta de ter sido algo recente, é a melhor forma de falar deste tema.

Horizon Forbidden West é um exemplo de como se pode vender o mesmo jogo com uma série de extras físicos ou digitais e assim criar uma grande quantidade de edições especiais e de coleccionador.

Só na página oficial, se formos a contar com todas as edições, sejam elas da PS4 ou PS5 temos nada mais, nada menos que 9 edições, 3 delas digitais e 6 físicas, onde duas são edições de coleccionador. Mas se isto já é moda e já é “permitido” fazer, existe aqui algo que não consigo concordar de todo.

As duas edições de coleccionador de Horizon Forbidden West, sejam elas a Horizon Forbidden West Collector’s Edition ou a Regalla Edition, são caixas cheias de conteúdo coleccionável e *espanto*…não trazem uma cópia física do jogo!

Como é que ainda é permitido que qualquer companhia pense desta forma? Quem no seu perfeito juízo pensa que os coleccionadores não querem uma edição cheia de tralha física e não querem o disco do jogo dentro da caixa. No caso destas edições, a afronta ainda é maior, sendo que existe até uma Steelbook que vem *espanto* …vazia!

Qualquer uma destas duas edições custam 200 euros ou mais, por isso, porque é que a pessoa que as vai comprar não tem direito ao pedaço de plástico onde é impresso o jogo? Não faz sentido absolutamente nenhum.

Eu tenho a edição de coleccionador de Horizon Zero Dawn e comprei porque sabia que vinha com a cópia física e mesmo que nunca a tenha precisado de abrir (está orgulhosamente exposta em caixa), eu sei que o conteúdo está lá e caso nunca tivesse tido acesso a um código digital, podia ter aberto a edição e usado o disco na consola.

Mesmo que seja uma geração nova e com uma consola totalmente digital no mercado, nada disto se justifica, ainda para mais, acreditando que só compra a PS5 digital quem não quer ter mais “tralha” em casa.

Eu queria muito uma edição de coleccionador de Horizon Forbidden West desde que o jogo foi confirmado e estava muito curioso para ver que conteúdo seria incluído. Dada a ausência do disco, nem sei se quero comprar uma das edições de coleccionador sequer.

Ainda vou ter tempo para pensar nisto, afinal, Horizon Forbidden West só chega às lojas a 18 de Fevereiro de 2022. Quando for lançado, vai chegar à PS4 e PS5.

Latest posts by Daniel Silvestre (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x