Análise – Kirby’s Epic Yarn

Kirbys Epic Yarn PN ANA 4

Quando Kirby’s Epic Yarn foi lançado originalmente na Wii em 2010 eu fiquei bastante interessado, não só por se tratar de um jogo de Kirby, mas porque era diferente de tudo aquilo que já tinha visto. Agora que a Wii U começou finalmente a receber jogos da Wii na sua Virtual Console, chegou a minha vez de experimentar esta alegada obra-prima.

O jogo começa por nos contar através de um narrador o que se passa de modo a contextualizar o porquê de Kirby ser agora um fio com uns quantos nós e pouco mais. A história é simples e dá o mote para a aventura que se segue.

Kirbys Epic Yarn PN ANA 3

Os primeiros níveis são bastante fáceis e intuitivos. É nestes primeiros níveis que vamos poder descobrir o que Kirby consegue fazer. Para começar damos logo pela ausência do característico ”chupão” que suga os inimigos para dentro de Kirby. Para substituir esta habilidade fulcral de Kirby, Epic Yarn dá a Kirby um fio que é usado como um laço. Com este fio podemos puxar inimigos, puxar objetos do cenário para nós e até esfarrapar os panos para descobrir áreas secretas.

Como Kirby é agora um monte de linhas, perdeu também a habilidade de voar e também a de adquirir super-poderes através dos inimigos. Em vez disso Kirby pode transformar-se num chapéu de chuva para planar, um peso para esmagar inimigos e até um carro para andar mais depressa.

Kirbys Epic Yarn PN ANA 5

Em certas ocasiões Kirby transforma-se em objectos durante uma secção específica. Por exemplo um tanque que dá uso aos motion controls para apontar, e cabe a nós metralhar o botão 2 para esfarrapar os inimigos.

Durante os níveis existe muito para colecionar, quanto mais items apanharem mais um fio se encherá com uma espécie de missangas. Alguns dos colecionáveis são na verdade objectos que podem utilizar para personalizar a vossa casa neste mundo. É um extra engraçado mas que não reteve muito do meu tempo.

Kirbys Epic Yarn PN ANA 2

 

Ao longo da aventura que nos é contada vamos ver vários temas expostos nos tecidos de cada nível, e se se quiserem dar ao trabalho de colecionar tudo irão também desbloquear alguns níveis extra para além dos níveis principais.

Infelizmente e apesar dos temas dos níveis irem mudando, o aborrecimento começou a instalar-se por dois motivos. O jogo é extremamente fácil, arrisco-me mesmo a dizer que é um dos jogos mais fáceis que alguma vez joguei. O que poderá salvar o jogo neste aspeto é um segundo jogador, afinal em Co-Op quase tudo fica melhor.

Kirbys Epic Yarn PN ANA 6

E a segunda razão prende-se com o facto de ter começado a jogar Yoshi’s Woolly World primeiro, sendo os dois jogos feitos pela mesma equipa, é notória a evolução. Eu não tive contacto com este jogo anteriormente e ao joga-lo agora, acabei por ficar desencantado com Epic Yarn.

A única altura em que senti algum desafio foi durante algumas lutas contra os Boss, no entanto são algo previsíveis pelo que o desafio não dura muito tempo.

Kirbys Epic Yarn PN ANA 1

Kirby’s Epic Yarn merece aplausos pela diferença, precisão, apresentação visual e musical; mas também merece apupos pela irritante facilidade, que por mais idiótico que pareça é a principal razão pela qual Epic Yarn se transformou na minha mais recente pedra a sacudir das costas.

Era um grande jogo quando saiu originalmente na Wii em 2010? Provavelmente. É um grande jogo hoje? Eu diria que é um jogo que deve ser jogado se conseguirem, mas não passará de um passeio turístico por um dos mais belos jogos da Wii.

 

Positivo

  • Apresentação
  • Música alegres
  • Níveis bem construídos
  • Co-Op

Negativo

  • Demasiado fácil

 

pn-muitobom-ana

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram