Análise: Hell on Wheels – Temporadas 1-4

hell on wheels 6

Hell on Wheels

4 temporadas – 43 episódios

Estado: Renovada para uma 5ª temporada a estrear em 2015

Hell on Wheels é uma série que conta a história dos primeiros caminhos-de-ferro dos Estados Unidos da América que tinham como intuito aproximar as duas costas. A história de Hell on Wheels centra-se na vida das personagens que rodeiam o caminho-de-ferro, mais propriamente na construção do caminho-de-ferro da Union Pacific, uma das 2 companhias que competem para terminar a linha o mais depressa possível.

hell on wheels 4

Hell on Wheels tem então por base acontecimentos e personagens históricas que utiliza com os devidos retoques e requintes. Num período pós-guerra civil, que resultou na derrota do Sul/Confederação e abolição da escravatura; a linha-de-ferro aparece como um local ideal para muitos dos novos homens livres ganharem a vida, curiosamente a personagem principal lutou nesta guerra tendo saído derrotado da mesma.

Este é um tema que acompanha as temporadas esporadicamente. Por entre eventos e esquemas, Cullen Bohannon, o personagem principal de Hell on Wheels, acaba por se envolver no caminho-de-ferro da Union Pacific e as desventuras começam; os primeiros episódios tratam temas clássicos e que servem para nos ambientarmos à série, desde roubos, escravatura e índios até à religião, família e abuso de poder.

hell on wheels 3

Tal como qualquer Western que se preze as leis misturam-se com honra, balas e punhos para trazer a famosa ordem destas cidades em terras selvagens. Hell on Wheels retrata o velho Oeste no fim da sua glória. Por outras palavras a série acompanha o momento em que o governo traz a ordem para estas terras esquecidas.

Existem muitos momentos clássicos durante a série, como a sua própria interpretação dos assaltos a comboios, no entanto, muito do que a série trata são acontecimentos quase impossíveis. A personagem principal parece intocável, já o mesmo não se pode dizer sobre as personagens adjacentes, durante as primeiras 4 temporadas, foram muitas as personagens que morreram deixando assim lugar para novas personagens e acima de tudo, situações para resolver.

hell on wheels 7

Um outro elemento que penso ser fulcral está nos termos linguísticos empregues. Algumas expressões em conjunção com o sotaque fazem as maravilhas de alguns diálogos. Com o avançar da série, nomeadamente na 4ª temporada são introduzidas algumas personagens que acabaram por reavivar a série que já estava a ficar um pouco estagnada. E foi com essas personagens que eu acabei por dar conta da importância do diálogo na série.

Falando de personagens, existe um pouco de tudo em Hell on Wheels, desde as personagens base de qualquer Western, até algumas bem mais curiosas. Os actores de Hell on Wheels dão vida ás personagens de forma brilhante, todas as personagens parecem autênticas, é raro o momento em que uma não funciona por culpa do actor. O interessante é que dentro da série todas estas têm direito a algum desenvolvimento acabando muitas vezes por se tornarem o alvo da história principal. No entanto algumas destas histórias que se intercalam com a narrativa principal são desinteressantes, estas acabam por criar episódios que se arrastam durante bem mais de 30 minutos até à sua conclusão.

hell on wheels 9

Na narrativa de Hell on Wheels é notório o trabalho existente para deixar o espectador a salivar por mais, perdi a conta ao número de vezes em que disse “só mais um episódio”. Assim resta-me aconselhar a que vejam esta série de uma só vez, já que cada semana de intervalo entre episódios se faz sentir como meses. Um dos melhores momentos que a série tem para oferecer é o clímax da segunda temporada, os últimos episódios da segunda temporada de Hell on Wheels transmitem momentos que fazem lembrar as histórias mais épicas do Velho Oeste.

Já a 4ª temporada, parece ter sido construída como um filme de 9 horas, dando assim lugar a um pouco de tudo o que o género tem para oferecer, desde duelos, lutas de punhos, momentos de comédia e uma boa história que mantém tudo junto, sendo a minha favorita.

hell on wheels 1

A banda sonora de Hell on Wheels cumpre o seu papel, sendo por vezes fundamental e muito bem conseguida. Alguns momentos da série são marcados pela banda sonora, especialmente quando não existem palavras capazes de transparecer as expressões e acontecimentos dramáticos que antecedem um determinado momento musical.

Hell on Wheels é uma série que consegue deixar o espectador agarrado, talvez pela escassez de Westerns nos dias de hoje. Já lá vão os tempos em que os filmes deste género preenchiam as salas de cinema mês após mês. Pessoalmente sou um grande fã do género e por isso não pude deixar Hell on Wheels passar despercebido, desde o guarda-roupa aos efeitos especiais, esta é uma série muito bem conseguida. Aliás um dos pontos mais fortes da série é o ambiente, quer seja em cidades ou campo aberto apenas o olho mais atento conseguirá detectar o que é real do que é um efeito de pós produção, com a excepção das paredes de tijolo das cidades que ainda me assombram.

http://youtu.be/zN2y6l51Sqo

No geral Hell on Wheels é a série Western a ter debaixo de olho para quem goste do género, não é apenas tiros, bandidos e donzelas em perigo, trata bastantes temas muitas vezes ignorados nestes tempos que acabam por dar cor à série.

Positivo

  • Ambiente da série muito bem executadopn-recomendado-ana
  • Personagens diversificadas
  • Personagem principal
  • História bem construída e empolgante
  • Efeitos especiais normalmente bem empregues
  • Final da 2ª temporada

Negativo

  • Alguns episódios apesar de contribuírem para o ambiente da série, arrastam-se demasiado tempo

pn-muitobom-ana

Latest posts by Alexandre Barbosa (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silver4000

Hm.. parece interesse, eles sempre acabou por construir o caminho de ferro ou não? x)
Mas as vozes… não soam muito ao velho oeste.

tylarth

Vai à wikipedia xD tens aí a tua resposta, eu não vou dizer se não posso estragar a série.

Silver4000

Acabei de ver as quatro temporadas e a análise acertou em todo.
A série tanto é empolgante como tem um ou dois episódios demasiado lentos para com o que estão a lidar.
A personagem principal é excelente, e a quantidade de coisas que acontece é impressionante.

E em relação às vozes que falei à 2 meses atrás, por vezes até tinha alguma dificuldade em perceber, conseguiram reproduzir bem o sotaque à velho oeste.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
3
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x