Análise – Alchemic Dungeons

Alchemic Dungeons é um jogo onde exploramos masmorras geradas aleatoriamente e tentamos chegar o mais longe possível utilizando os materiais que encontramos para fortalecer a nossa personagem.

Antes de cada nível podemos escolher uma de 4 personagens, cada uma representa uma classe e cada uma delas é diferente, quer em termos de formas de atacar quer na sua constituição.

O que é comum a todas as personagens é mesmo o sistema de confecção de itens. O jogo conta com um modo de receitas onde escolhemos o resultado final se tivermos os itens necessários e um outro modo que nos deixa juntar os itens compatíveis, avisando-nos de antemão qual será o resultado final. Se quisermos, por exemplo, fazer uma armadura vamos precisar de transformar o material base numa barra e mistura-lo com tecido, se quisermos um bastão vamos ter que juntar uma vara com uma pedra de mana etc. Depois claro existem os consumíveis como poções de vida ou pedras de mana carregadas com elementos que são posteriormente utilizadas para encantar os materiais equipáveis.

É um sistema com bastantes hipóteses e que acaba por ser o factor que separa este jogo de tantos outros do mesmo género.

 

O objectivo do jogo é escolher uma personagem e terminar o nível com ela, sendo que cada nível tem vários andares de masmorras geradas aleatoriamente. Em cada andar vamos encontrar materiais e inimigos. Os inimigos como é óbvio são importantes para conseguirmos subir de nível, já os materiais devem ser recolhidos e utilizados para criar vários itens.

O jogo funciona por turnos, todas as acções que fazemos consomem um turno, seja andar, atacar utilizar um item etc. E como já devem estar a imaginar, os inimigos também têm direito a um turno a seguir ao nosso. A início o jogo parece bastante fácil só se têm de preocupar em comer de vez em quando para não ficarem sem energia pois conforme os turnos passam a vossa personagem vai-se curando. No entanto nos últimos andares de cada nível as coisas começam a complicar-se e é bastante fácil sermos rodeados e morrer-mos facilmente. Este sistema é recompensador para os adeptos do género, uma vez que obriga o jogador a voltar a passar por inúmeros andares mas também é extremamente frustrante ter que recomeçar tudo porque cometemos um erro.

Os menus do jogo estão bem desenhados mas não são muito explícitos, depois de experimentar um pouco com os menus acabou por se tornar fácil mas o primeiro impacto não foi positivo. Apesar do jogo guardar o progresso do jogador no que toca aos níveis, o jogo só vos permite continuar a vossa aventura se escolherem sair da mesma através do menu.

O aspecto 8 bit está bem patente no jogo a todos os níveis. Desde a sua apresentação ao som Alchemic Dungeons é um jogo 8 bit e não consegue fazer o suficiente para se destacar, acaba por ser mais um.

Alchemic Dungeons acaba por sofrer com alguns problemas habituais do género, quer seja a frustração quando aparecem inimigos de todos os lados, a falta de um produto para conseguir fazermos a peça de armadura que queremos e por vezes percorremos andares inteiros sem encontrar o que procuramos. Infelizmente não me senti empolgado com a ideia de voltar a percorrer vários andares pois não é um jogo muito divertido.

Alchemic Dungeons tem um sistema de criação de itens bem idealizado mas acaba por não ser divertido, o desafio acaba por estar dependente da sorte de termos acesso aos materiais necessários para nos aguentarmos pois tudo o resto é bastante fácil de aprender, desde padrões a ataques a evitar. É mesmo preciso ser um grande fã do género para retirar daqui algo que valha a pena.

Positivo

  • Sistema de criação de itens
  • 4 Classes diferentes

Negativo

  • Visual extremamente simples dentro do estilo 8bit e sem nada que o diferencie
  • A dificuldade depende da sorte
  • Fica aborrecido rapidamente

 

Alexandre Barbosa

Sou fã de RPG's e plataformas, não resisto a uma boa aventura, desde que esteja acompanhado por Fanta Verde! Sou ainda um grande adepto de séries de TV, especialmente se tiver uma Fanta Verde para acompanhar os episódios.

More Posts

Alexandre Barbosa

Sou fã de RPG's e plataformas, não resisto a uma boa aventura, desde que esteja acompanhado por Fanta Verde! Sou ainda um grande adepto de séries de TV, especialmente se tiver uma Fanta Verde para acompanhar os episódios.