Parabéns Terraria pelo teu 10º Aniversário!

Terraria, o jogo da Re-Logic completa hoje o seu 10º Aniversário! O sucesso está à vista de todos e já acumula no Steam mais de 35 milhões de unidades vendidas e é neste momento o jogo com melhor classificação na plataforma, resumidamente este jogo encontra-se no panteão dos melhores jogos de sempre e aproveitem pois encontra-se a 50% desconto até dia 17!

Lançado originalmente no PC e mais tarde em outras plataformas como consolas e dispositivos mobile, este é hoje em dia um dos meus jogos favoritos.

Deixem então a música do seguinte vídeo a correr enquanto vos dou o meu parecer sobre este jogo da Re-Logic.

Não preciso de olhar para a minha biblioteca no Steam para descobrir qual é o jogo que passei mais tempo até hoje, mas para responder à  questão, Terraria permanece no topo com quase 600 horas.

É uma quantidade exorbitante de horas passadas num único jogo que se resumem a várias playthroughs que oscilam entre as várias dificuldades, estilos de jogo e vários números de jogadores. O que vale é que Terraria sempre me preencheu nesse sentido.

Depois de inúmeras horas passadas à frente do grande êxito da Mojang que foi Minecraft, senti que faltava algo dentro daquele estilo de jogo que não me estava a deixar satisfeito, e encontrei o que precisava através de Terraria.

Terminando assim a comparação com o jogo da Mojang, o jogo optou pela perspectiva 2D em detrimento do 3D, e esta decisão não foi de todo um downgrade que me fizesse confusão, pois fiz a transição para um jogo que na minha opinião é muito mais rico, mais divertido e com um visual que apela mais a fãs de jogos retro como eu.

Falando na apresentação, toda a estética retro deste jogo, desde os modelos das personagens e inimigos, os temas dos biomas, aos momentos de maior iluminação e escuridão estão para sempre gravados na minha memória, havendo uma excelente variedade no que toca à palete de cores e às

Mesmo assim, toda a jogabilidade e o conteúdo são dois dos vários aspectos que me fazem voltar a jogar Terraria vezes e vezes sem conta. Apesar das wikis funcionarem um pouco como guias para grande parte de jogos deste género, caí neste jogo com um conhecimento muito vago do que iria encontrar, então assim que descobri armas como a metralhadora de abelhas, que perseguem os inimigos pelo ecrã e tornam a nossa vida mais fácil entre outros, fiquei completamente imerso e descobrir tudo o que havia para fazer e descobrir.

Gradualmente vamos descobrindo este tipo de equipamentos ajudam um pouco mais na nossa progressão, e este foi só um desses momentos em que a minha mente rebentou e me fez continuar.

Explorar o mundo de Terraria não é uma tarefa fácil, mas não deixa de ser desafiante explorar os vários biomas e encontrar minerais novos para produzirmos novas armas. Lembro-me de entrar pela primeira vez na zona do inferno que se encontra nas profundezas do jogo e de “fugir a sete pés” assim que me deparo com as suas figuras infernais.

Este medo e nervoso miudinho que o jogo nos faz sentir, centra-se também na dificuldade que me fazia deixar cair todos os meus items no chão após a morte, e sentir que tinha inúmeras horas de jogo e esforço caídas no chão num lugar de difícil ou quase impossível acesso, foi algo que me aconteceu inúmeras vezes.

Resumidamente, Terraria foi dos jogos que nos melhores e piores momentos da minha vida, conseguiu sempre trazer uma luz de divertimento e aventura que nunca esperei dum jogo deste género.

Podem também ver a minha análise sobre este grande êxito já de seguida:

Análise – Terraria

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x