Análise – Terraria

terraria-rev-top-pn

Minecraft inspirou a indústria dos videojogos de uma maneira fantástica. O resultado dessa inspiração pode ser visto no leque de jogos que surgiram e que empurraram uma grande dose de inspiração nas suas produções. Enquanto alguns poderão ser simples imitações ou jogos simplesmente desinspirados, outros conseguem pegar nesta fórmula e levá-la mais além.

Terraria encaixa-se no último exemplo, mudando não só a estética do jogo mas também colmatando grandes lacunas do título lançado pela Mojang. A Re-Logic é o estúdio responsável por este jogo com uma apresentação ao género 16-bit e que requer muitas escavações, exploração e horas gastas.

terraria-rev-7-pn

Terraria é um jogo de mundo aberto em 2D com um grande enfoque na escavação do cenário, colhimento de recursos que está complementado com um modelo de destruição de inimigos e a eliminação de bosses que vamos descobrindo conforme a nossa progressão no jogo.

Um dos factos mais especiais do jogo centra-se na curiosidade e no sentimento de exploração que iremos ganhar assim que começamos o jogo. O mundo encontra-se aberto para podermos navegar à vontade e no subsolo é onde encontraremos todos os tesouros e inimigos mais perigosos do jogo.

terraria-rev-1-pn

Infelizmente o jogo peca em oferecer algum tipo de tutorial ou explicações para as vertentes mais complexas do jogo, como por exemplo como forjar uma armadura específica, como destruir faseadamente os vários inimigos e isto principalmente porque iremos cruzar-nos com vários ingredientes e items nas cavernas e túneis que a início nos parecem inúteis, mas como já tem sido costume em alguns jogos, teremos que recorrer às Wiki para conseguir informações vitais nesse sentido.

Mesmo assim, é um jogo que nos deixa completamente interessados. A vontade por cavar mais fundo, descobrir mais recursos para fazer “aquela” armadura deixa-nos numa demanda insaciável, fazendo das tochas e das cordas as nossas amigas nestas aventuras pelas várias zonas de Terraria.

terraria-rev-6-pn

O sentimento de progressão está bem presente e dá ao jogador uma rápida sensação de perigo e de “tenho que explorar esta zona mais tarde quando estiver melhor equipado”. Perto do nosso spawn point teremos zonas simples de explorar com monstros mais fracos, pelo que assim que começamos a vaguear para além do sítio em questão, começamos a ver outras zonas, inimigos e que poderão dar acesso a bosses mais fortes do que imaginam.

Para além da progressão, nenhum caminho que tenhamos feito ao subsolo está sempre “batido” ou demasiado explorado. Dada à enorme riqueza que o mundo tem de recursos, existem sempre pequenas ramificações que podemos fazer para descobrir ainda mais e chegar ao nosso lar com os bolsos mais cheios.

terraria-rev-5-pn

Apesar de ser um jogo singleplayer, existe uma vertente social interna bastante interessante. Para além de podermos construir o nosso lar, podemos também ter vizinhos muito importantes se criarmos uma pequena casa para cada um deles. Basicamente podemos ter à nossa porta NPCs que nos venderão inúmeras coisas, desde demolidores que nos dão acesso a bombas, outros que nos vendem ingredientes para personalizar o nosso equipamento, etc.

No que toca a apresentação, Terraria é um jogo bastante simples e com uma apresentação retro. O estúdio conseguiu usar esta tecnologia para ser bastante directa e para que cada aspecto do jogo seja facilmente identificável. A cor cumpre um papel importante neste jogo, sendo usada ao máximo e serve como um bom meio de catalogar as várias zonas do jogo. Não precisa de ser muito exuberante nem com vários efeitos até porque consegue bem cumprir o seu papel.

terraria-rev-4-pn

Voltando um pouco ao início, Terraria é um daqueles jogos que retira muito de Minecraft mas essa inspiração pode ser positiva quando se consegue trazer algo fresco à formula, e isso foi algo que a Re-Logic conseguiu atingir.

Terraria é um título que consegue destacar-se como único, apesar de usar uma fórmula bastante conhecida e oferecer um opção que faz lembrar títulos Metroidvania sem o ser. Sem dúvida um jogo a não perder!

Positivo:

  • Muito para explorarpn-recomendado-ana
  • Liberdade cumpre um papel fundamental
  • Muita personalização e variedade na criação de items
  • Várias zonas e bosses
  • Desperta o espírito aventureiro
  • Funciona bem com um comando

Negativo:

  • Falta de um tutorial mais profundo

placa excelente4

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram