Análise – SteamWorld Dig

steamworld-dig-rev-top-pn

Conheciam o estúdio Image & Form? Pois bem, nem eu. O que é certo é que atraíram todas as atenções com o lançamento de SteamWorld Dig na Nintendo 3DS pelo que foi mais tarde lançado para outras plataformas. O estúdio já havia produzido outros jogos como Anthill para dispositivos móveis e o jogo de tower-defense, SteamWorld: Tower Defense.

steamworld-dig-rev-3-pn

Como afirmei, SteamWorld Dig chegou primeiro à Nintendo 3DS e foi lançado mais tarde para PC, plataformas PlayStation e agora recebeu uma versão Wii U, sendo esta a que vamos analisar já de seguida.

O jogo decorre num mundo cheio de robôs onde o tema roça o faroeste. Rusty é um robô que vê o seu tio falecer – ou neste caso cessar o funcionamento – e irá tomar conta da sua mina para proceder à escavação. A história oferece um argumento para o início da aventura, mas não acompanha quase nada o jogo na sua posterioridade.

steamworld-dig-rev-4-pn

SteamWorld Dig centra-se na escavação e na destruição de blocos para que consigamos chegar o mais fundo possível. Inspirado ou não em Minecraft, estes blocos terão recursos como pedras preciosas e que precisamos de apanhar para posteriormente vender. A nossa tarefa mesmo assim não se avizinha fácil, pois existem monstros e outros perigos que irão fazer com que percamos.

A mecânica deste jogo é altamente repetitiva, mas a maneira como o jogo se desenrola torna esta tarefa muito mais viciante do que imaginamos. A nossa escavação será marcada por várias situações como o uso de diferentes ferramentas para escavar certas zonas, cavernas que nos dão acesso a mais preciosidades e outro tipo de items necessários e a evolução da nossa personagem em termos de habilidades e não só.

steamworld-dig-rev-2-pn

Sempre que apanhamos vários recursos, a nossa primeira reacção é fugir da mina para vender tudo o que temos na cidade acima. Com estas vendas iremos subir de nível à nossa personagem, comprar novos equipamentos como picaretas melhores, malas mais volumosas e outros items como escadas ou mais luz.

O que torna este jogo viciante é ânsia que nos temos em escavar e descobrir que segredos é que se escondem nos subsolo. A existência também de vários cenários farão com que sigamos os objectivos do jogo sem grande objecção. Felizmente, a repetição não prejudicará o jogo, mas deixa os jogadores mais exigentes a desejar algo mais do que escavar, descobrir cavernas, matar inimigos e passar para o mundo seguinte.

steamworld-dig-rev-1-pn

SteamWorld Dig é um jogo com uma apresentação bastante modesta. As personagens apresentação uma estética única e os mundos estão bem definidos apesar de vermos 70% de terra durante todo o jogo, mas fica mais uma vez o ponto da repetição em certos aspectos como os inimigos e pouca variedade. A banda sonora encaixa muito bem neste jogo com um estilo meio western ao som de uma guitarra acústica.

SteamWorld Dig foi na verdade uma grande surpresa. O jogo aparenta ser um daqueles títulos com um orçamento muito baixo e provavelmente de qualidade medíocre, mas a verdade é que me diverti bastante com este título.

Positivo:

pn-recomendado-ana

  • Mecânica viciante
  • Jogabilidade acessível
  • Apresentação simples mas com muito charme
  • Vontade de exploração constante
  • Conjugação entre o combate e a exploração
  • GamePad da Wii U oferece uma boa ajuda

Negativo:

  • Um pouco repetitivo

pn-muitobom-ana

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram