Análise – Citizens of Earth 3DS/Wii U

citizens-of-earth-rev-top-pn

Citizens of Earth não veria a luz do dia se não fosse pela Atlus. O jogo foi colocado online numa campanha via Kickstarter para conseguir ser angariado financeiramente mas o resultado foi um fracasso. A Eden Industries teve então a sorte do seu lado após receber uma proposta da Atlus para promover o seu jogo, algo que aconteceu.

O jogo entrou então em produção pelo que foram lançadas versões PC, 3DS e Wii U. Sendo assim vou então falar sobre as últimas plataformas mencionadas.

citizens-of-earth-rev-1-pn

Citizens of Earth conta a história de um recém eleito “vice-presidente do mundo” que se depara com inúmeros problemas logo no seu primeiro dia de mandato. Após acordar, repara que o mundo encontra-se num estado de revolta e situações bizarras que acabam no rapto do presidente do mundo. Sendo assim, o nosso vice-presidente terá que pôr um fim a este clima.

Para essa tarefa ele terá que recrutar vários dos cidadãos do mundo para se juntarem nesta sua aventura. Apesar de podermos usar apenas três cidadãos em combate, temos até quarenta cidadãos para recrutar e se quiserem também, coleccionar.

citizens-of-earth-rev-2-pn

Esta recruta varia de cidadão para cidadão, sendo que teremos de fazer algumas tarefas desde simples ajudas a outras mais complexas para conseguir convencer estes a se juntarem a nós. Cada um deles encontra-se espalhado pelo mundo fora e precisaremos de ter alguma paciência nas tarefas mais complicadas.

Apesar do número vasto de cidadãos, cada um deles possui habilidades especiais que os tornam únicos. Alguns deles serão mais úteis que outros, havendo por exemplo um que nos fornece um carro para facilitar a deslocação, teleporte instantâneo para certos sítios até outros mais inúteis para o jogo como mostrar imagens de arte.

citizens-of-earth-random-4-pn

Os combates são feito por turnos bem ao estilo de RPG clássico e que se baseia em escolher acções sempre que for a nossa vez de agir. É engraçado ver que cada um dos cidadãos possui um nome específico para acções comuns como atacar ou magia, como por exemplo a mãe do vice-presidente que “refila” ou “castiga” o inimigo e esse tipo de humor leva sempre avante.

Podem descobrir uma descrição mais aprofundada sobre o jogo nesta nossa análise anterior aqui.

Infelizmente o jogo não parece ter o mesmo aspecto saudável no que toca às versões Wii U e 3DS, fazendo parecer um port um pouco apressado do que aprimorado. Para começar ambas as versões – e em especial a 3DS – possuem uma apresentação um pouco desfocada e que requer algum esforço de vista quando existe alguma acção no ecrã.

citizens-of-earth-random-2-pn

A performance não é também das melhores neste jogo, onde apesar de não haver muitos picos de latência ou qualquer tipo de lag no jogo, os loadings deixam um pouco a desejar e poderão aborrecer. O estúdio podia ter aproveitado de uma maneira mais aprofundada as capacidades das plataformas como a possibilidade de terem dois ecrãs na Wii U, e apesar de serem compatíveis com os ecrãs tácteis, não compensa os problemas acima mencionados.

Citizens of Earth continua a ser um bom jogo na Nintendo 3DS e Wii U, mas não deixa de ser uma versão apressada e pouco trabalhada nas portáteis. Bom jogo? Sim. Boas versões? Não.

Positivo:

  • Humor constante
  • Recruta de novos cidadãos
  • Inimigos hilariantes
  • Simples de jogar

Negativo:

  • Apresentação um pouco low budget
  • Falta de nitidez em ambas versões…
  • …estando mais assente na versão 3DS
  • Loadings

pn-bom-ana

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x