Análise – Better Call Saul T1

Better call saul PN1

Better Call Saul

10 Episódios

Segunda temporada confirmada para 2016

Better Call Saul é fruto daquilo que é conotado como um dos piores actos da indústria do entretenimento, o famoso Milking. Após o sucesso de Breaking Bad que teve coragem para acabar quando devia, ficou no ar a hipótese de uma prequela onde o protagonista seria Saul Goodman o advogado tresloucado de Breaking Bad.

Tendo como cabecilhas Vince Ghiligan e Peter Gould a série conta com muitas parecenças ao que foi realizado em Breaking Bad. Podem esperar os mesmos planos de câmara, foco em cenas que parecem não ter nada que ver com o que se está a passar no momento para apenas realizarem o Callback algum tempo depois, entre outras cenas típicas de Breaking Bad.

Better call saul PN2

A história passa-se em 2002, 6 anos antes da personagem Saul Goodman aparecer em Breaking Bad, para surpresa dos mais distraídos, Saul Goodman ainda não existe em 2002. Existe sim, James Morgan McGill (Bob Odenkirk) mais conhecido por Jimmy.

Os 10 episódios de Better Call Saul são uma mistura que vai do razoável ao excelente. Existem episódios mais marcantes do que outros, e alguns só serão bons episódios para quem tiver visto Breaking Bad. Digo isto porque em Better Call Saul o uso de personagens de Breaking Bad é elaborado num formato de deixar o espectador a implorar por mais. As novas personagens não são nada de espétacular, exepto uma ou duas que se acabam por destacar dada a falta de energia em muitos momentos da série.

Better call saul PN4

Esta falta de energia deve-se sobretudo pela necessidade de quebrar Jimmy para construir Saul Goodman, pelo que muitos momentos são depressivos e aquilo que se esperava desde logo era uma série mais assente na descontração sem uma incidência tão forte no drama. Este é um ponto controverso que para mim é um ponto que por vezes é negativo e outras vezes é necessário para o objectivo final. Ainda assim existem muitos momentos em que Saul Goodman vem ao resgate de Jimmy quando este elabora alguns dos planos mirabolantes, tal como Saul elabora em Breaking Bad.

As personagens da série são um grupo relativamente fixo e constante, aliás não é um grupo extenso. Assim ao longo destes 10 episódios existe apenas uma história paralela à de Jimmy, a de Mike, uma das personagens de Breaking Bad que se mostra como uma mais-valia para Better Call Saul, trazendo para a mesa alguns dos melhores momentos da série.

Better call saul PN3

Em Breaking Bad, Mike (Jonathan Banks) é uma espécie de detetive privado bastante peculiar, no entanto e à primeira vista em Better Call Saul, Mike é apenas um ex-polícia reformado que trabalha como segurança de um parque de estacionamento para ganhar uns trocos extra. Isto claro à primeira vista. Como a história revela posteriormente existe muito mais acerca de Mike, em dados momentos vamos mesmo ver o que se passou com Mike e o que justifica as suas ações em Breaking Bad.

Jimmy começa como um advogado contratado pelo ministério público para defender os arguidos que não conseguem pagar uma defesa em tribunal. A partir daí aquilo que eu esperava era ver de imediato Saul em ação, mas tal não acontece, em vez disso temos Jimmy uma versão mais acanhada de Saul Goodman ainda que demonstre desde logo algumas das características de Saul. Dado esta ser a origem da personagem, a primeira temporada mostra as tentativas de Jimmy se transformar no advogado de sucesso com que ele sonha ser. Acabei por gostar de Jimmy mas não é de todo isto que eu esperava, afinal Jimmy é um advogado maioritariamente honesto que ajuda os cidadãos séniors no Bingo e com testamentos.

Better call saul PN5

Como já referi a produção de Better Call Saul é muito idêntica à utilizada Breaking Bad e por isso desde a banda sonora até às cenas de longas conversas, ou cenas onde o silêncio impera e as acções falam podem esperar um pouco de tudo. Deixo aqui o aviso que esta série é assente em muitos princípios de Breaking Bad pelo que poderão querer ver Breaking Bad antes de Better Call Saul. Aliás não existe outro modo de realmente aproveitar Better Call Saul pelo menos durante esta primeira temporada.

Fica assim uma primeira temporada que constrói a base para aquilo que parece ser uma excelente segunda temporada, esta é mais uma das razões pelas quais não me importava de deixar 2015 para trás e avançar já para 2016. Afinal todos precisamos de um bom advogado, e a 1ª temporada de Better Call Saul ficou-se por nos mostrar a razão da mudança de Jimmy para Saul.

Positivo

  • Personagens de Breaking Bad
  • Interação entre Jimmy e Mike
  • Planos de Jimmy
  • Bingo, testamentos e séniors
  • História bem trabalhada…

Negativo

  • … que claramente deixa o melhor para a segunda temporada
  • Maioria das novas personagens prejudicam mais do que ajudam
  • Desprovido de energia em demasiados momentos tornando alguns segmentos aborrecidos

pn-bom-ana

Latest posts by Alexandre Barbosa (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silver4000

Compreendo que a série é sobre a transformação do Jimmy em Saul, mas sinceramente as melhores partes foram quando o “Saul” entrava em acção (os skaters, aqueles vários casos no início), no entanto até gostei quando ele começou a defender as velhinhas e velhinhos (aquele momento com ele a escrever a declaração no WC foi badass).

O Mike é que… sim é bom vê-lo e entender a sua história mas centraram-se muito nele, e o drama com o Chuck também, porque eu estava à espera de uma série de advogados “corruptos”, e não foi o que recebi com isso.

E também aquele tipo Latino da 1a temporada do Breaking Bad, foi um daqueles câmeos do “só porque sim”. E especialmente o último episódio, que não encerrou a cena com os velhotes, tal como todo o episódio com excepção do fim foi secante e desapontante (embora sim perceba que o se passou nesse episódio levou para a criação do Saul, ainda assim, foi treta).

Nirvanes

Eu acho que não se centraram muito no Mike, era sabido que ele ia ter um lugar bem grande nesta série. Basicamente dedicaram um episódio à sua história, parece-me bem – e um excelente episódio com um grande monólogo final.

O episódio do ataque do chuck foi o pior, mas acho que valeu tudo a pena para revelar aquilo no final sobre ele e o irmão. Muito bom.
E tem calma com os advogados corruptos 😀

Não foi só porque sim, pareceu aleatório no inicio mas serviu para introduzir o outro personagem.

O que é que não encerrou com os velhotes?

O episódio final foi muito bom, aquela cena do bar foi absurdamente boa!

Silver4000

A outra personagem acabou por não ser grande coisa :/
O caso do lar os andar a roubar. Não chegou a ser concluído.

Nirvanes

Ficou em aberto, e ficou muito claro que vai aparecer no futuro.

Não chegou a ser concluido? Que precisas mais de saber? Fica explicito que o caso vai facilmente ser ganho e o Jimmy vai receber uma boa quantia, quantia essa que quase de certeza o vai ajudar a ‘patrocinar’ a sua nova marca ‘Saul Goodman’. Fim da história xD

Silver4000

Não sei se vai aparecer no futuro.

Eu lembro-me de ter acontecido aquilo com o Chuck e de o Jimmy ter saído para a outra terreola, onde encontrou o outro no bar, por isso não me lembro de ele ter aceitado o acordo.

Nirvanes

Claro que vai aparecer, ele fala dele no Breaking Bad no primeiro episódio em que aparece. (Outro easter egg)

? Não estiveste atento. Ele esteve na HHM a falar com o Hamlin e aceitou o acordo fazendo as pazes com ele porque finalmente percebeu que o Hamlin não tinha nada contra ele, que tinha sido o irmão o tempo todo.

JPMatias

Dos episódios que vi, gostei, sinceramente, ainda não está ao nível do Breaking Bad, mas também não é preciso, desde que tenha qualidade e se consiga destacar. Para além disso, tem o Saul (ok, ainda não é o Saul, mas está quase), o advogado de que todos precisamos!

Silver4000

Ohhh nice one, não me tinha lembrado dessa.

JPMatias

Eu também já não me lembrava, mas no outro dia vi-a na net e achei-a genial.

Nirvanes

Se gostam desses pormenores sigam esta página do facebook 😉 https://www.facebook.com/APS.Better.Call.Saul.Portugal?fref=ts

Nirvanes

Acho que a temporada merece um muito bom. Para já é melhor que a primeira temporada de BB de longe, só por aí… depois, mesmo que tenha muito sumo de BB, tem uma certa autonomia.

A fotografia é espectacular, a melhor de todas as séries de TV, e as dinâmicas e acting era tudo o que já nos tinham habituado. O único episódio que considero que foi mauzinho foi o do Chuck no hospital… de resto sempre com grande consistência – sem estar a fiar-se em situações de vida ou de morte apenas, sendo que o drama do Vince e companhia sempre conseguiu ser mais que isso.

Chamar o Better Call Saul de milking é muito muito exagerado, discordo por completo.. Especialmente porque estamos a falar de Vince Gilligan, o homem que não quis por nada estender a história de Breaking Bad porque comprometeria a sua visão e o bom funcionamento da história. Tudo o que aparece nesta história é relevante por si só, e não vive de Breaking Bad, mesmo que os easter eggs sejam fortissimos como nos tinham habituado.

Silver4000

Na minha opinião é ao contrário.
A 1a temporada de BB foi a melhor de todas, e provavelmente esta do Better Call Saul será a pior.

Nirvanes

Deves ser a única pessoa do mundo xD … a primeira temporada surgiu no ano da greve dos argumentistas nos EUA e até foi cortada para 7 episódios, para além de nem ter tido assim tanto sucesso na altura…
O que gostas tanto na primeira temporada?

A primeira temporada para mim é o terceiro episódio, que foi o que me fez adorar BB, e o episódio em que o Walter se exibe com a sua bomba na casa do Tuco… de resto é uma introdução. BB é da segunda para cima – e sempre a subir.

Silver4000

Um dos factos é das próximas temporadas estar sempre a usar a mesma fórmula com o Jesse. Sim até pode estar bem explicado o porquê, mas isso não significa que não estão a repetir algo já feito.
Mas pronto, a primeira tinha mais a sensação de descoberta, quando os dois ainda eram novos naquilo e só faziam porcaria, não nego que as seguintes temporadas me surpreenderam e tiveram momentos que me fizeram seguir com cuidado, mas gostei mais da primeira…

Nirvanes

O Jesse inicialmente era para ter morrido no ínicio. Mas acho que ele sempre foi uma parte muito importante da dinâmica, e arrisco a dizer que a série não era a mesma sem ele por isso é normal…
Meh, a primeira ainda tem um tom muito light em geral (tirando o terceiro episódio, esse terceiro episódio é de outro mundo)… A primeira foi a que mais me custou a agarrar sinceramente, se aquilo fosse sempre assim é que ia ser muito mau. Acho que estás a precisar de rever as outras para dar mais valor!

Silver4000

Sim, sei que ele era para morrer na primeira. Eu vi todas de seguida durante o mês passado (com pausas pelo meio). Gostei mesmo mais da primeira.

tylarth

A meu ver em termos de pós produção, ângulos de câmara e etc. é o que estava à espera tendo em conta BB, para ser sincero eu não estava muito virado para fazer uma análise a esta temporada porque me desiludiu muito e preferia fazer com a segunda temporada junta porque pelo que vi é na segunda temporada que realmente o saul goodman vai arrancar.
No entanto estive dividido entre o bom e o muito bom e em dúvida dou a nota mais baixa, isto porque para mim o Chuck é mais um peso morto que outra coisa, é uma personagem que eu não consigo gostar, e são mais as vezes que fico aborrecido do que aquelas que eu fico empolgado. Adorei aqueles primeiros episódios a cena do placar e as burlas, tirando isso não existem muitos mais momentos que diga espétacular.
Eu estou mesmo espectante quanto à segunda temporada porque é um universo que eu adoro.

Nirvanes

Eu acho que ainda pode demorar um pouco até vermos o verdadeiro Saul, ainda vai acontecer muita coisa. Muitos biscates ainda para ver, personagens para rever e vai precisar de muita construção até sentirmos aquele Saul bem sucedido da segunda temporada de BB.

Eu não achei o Chuck um peso morto, acho que é um personagem relevante (e muito bem representada btw) mas que causa algum desconforto e irritação… é normal. Acho que a revelação final lhe deu outra força.

Acho que sobrevalorizam um bocado os biscates, para mim o melhor momento foi o da descoberta do casal no meio do mato, gostei imenso desse episódio e desse mini mistério. Depois do espectacular turnaround de eventos que daí veio, a série precisou de voltar um bocadinho à estaca zero aproveitando para desenvolver o chuck (que agora no fim se revelou relevante) e fazer uns timeskips para entender as tentativas do jimmy em fazer as coisas da melhor forma com os velhinhos etc e aí, apesar de não perder a qualidade, ficou um bocadinho menos interessante – mas sempre com boas notas. Eu acho que mesmo quando os eventos não são situações de vida ou de morte eles arranjam sempre por conseguir mostrar aquilo de uma forma dramática espectacular. Lembro-me do episódio em que o Jimmy decide devolver o dinheiro e, assim sendo os clientes, à HHM deitando por terra o andar que ia comprar para a sua agência… e aquela cena final dele no escritório… esse tipo de coisas a mim enchem-me logo de felicidade e valem qualquer fio narrativo mais fraquinho. 😀

Acho blasfémia só falares nos primeiros episódios quando há o do Mike que é muito bom, e este final também foi especial. 😛

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
18
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x