Quake voltou e continua glorioso…em grande parte.

Quake foi uma das melhores experiências da minha infância e sempre achei uma enorme tristeza ver a série cair no esquecimento dos jogadores nestes últimos anos, mantendo apenas sua actividade e chama através das famosas apostas multiplayer como Quake Champions.

Um dos aspectos mais importantes que salta à vista é a maneira bastante fiel como transportaram o jogo para esta geração, mas apesar de haver uma versão que pode ser considerada definitiva, penso que as várias partes envolvidas podiam ter sido um pouco mais ambiciosas com o projecto.

Mesmo assim, poder jogar o velhinho Quake com grande parte das arestas gráficas limadas, uma framerate incrível, resoluções ainda melhores e jogabilidade polida, é uma possibilidade incrível. Convidar um amigo para jogar em co-op foi rápida e fácil e todas as opções e menus funcionam muito rapidamente e eficazmente.

Até ao momento tem sido uma experiência positivamente nostálgica sendo que desta vez posso experimentar o modo campanha com outra pessoa através do online. Não que não fosse possível no passado, mas agora tudo é mais fácil através do sistema de convites da plataforma Xbox. A banda sonora criada por Trent Reznor, o responsável pela icônica banda Nine Inch Nails, continua um mimo para os meus ouvidos.

O seguinte problema que vou apontar poderá ser específico da minha pessoa, mas sinto que certos inimigos ficam menos assustadores com resoluções mais altas, isto porque começo a ver que várias partes dos inimigos num estado praticamente caricato como os dentes dos Shambler ou toda a estética dos Scrag.

A ideia centra-se em manter a experiência o mais fiel possível ao original, mas visto que o jogo volta de novo às luzes da ribalta poderia ter sido pensada uma maneira de trazer algumas novidades e elementos interessantes. Parece mais um jogo velho com poucas novidades de destaque, mas espero que o futuro seja risonho para esta versão do jogo.

Como a Bethesda tem sido bastante adepta de Mods, penso que poderiam pensar em criar uma secção oficial no jogo para suportar novas ideias ou até modelos de alguns inimigos e assim podemos ver alguns ajustes e maiores embelezamentos do jogo.

Esperem por uma análise nossa ao jogo em breve, mas até lá, podem jogá-lo no PC, PS4, Xbox One e Switch, estando até disponível no Xbox Game Pass.

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x