PND Especial – Recomendações para estes dias de quarentena

Como estamos todos de quarentena, não importa onde estejamos a viver, e como certamente ninguém tem nada para fazer como estudar, trabalhar, terminar videojogos que tenham em atraso e por aí fora, a equipa do PróximoNível decidiu atirar um monte de ideias que são variadas o suficiente ao ponto de provavelmente haver alguma coisa que apanhe o vosso interesse.

 

Videojogos

Assassin’s Creed: Odyssey

Se ainda não experimentaram podem fazê-lo através da Uplay, que o tem gratuito durante este fim de semana. Este é um jogo que dura largas horas e nos leva a viajar pela Grécia antiga com um visual bastante vivo e está repleto de escolhas. Para saberem mais sobre o jogo podem ler a nossa análise aqui.

O jogo passa-se numa época que precede a criação dos Assassin ou Templários e conta com imensas personagens históricas da época.

Então e se não gostar do jogo mas gostar do local e dos seus acontecimentos? Aproveitem que existe uma opção estilo visita guiada repleta de informações sobre pessoas/locais/objectos etc. Sempre podem acabar por aprender alguma coisa sobre a história de uma época que deixou a sua marca na história.

 

Horizon Zero Dawn

Se não tem o jogo e gostavam de experimentar podem usar o serviço de streaming da Playstation (PS Now), o Horizon é um das centenas de jogos que está disponível e como bónus com tem o DLC The Frozen Wilds.

Neste jogo controlamos um personagem de seu nome Aloy e exploramos um mundo repleto de máquinas com objetivo de descobrir quem somos. Se gostaram de saber mais sobre o jogo também podem ler a nossa análise aqui.

O PS Now tem um custo de 9.99€ por mês ou 59.99€ por ano. Se estão interessados em saber mais sobre o serviço podem ver tudo aqui.

 

Arknights

Tower Defense Game. Mobile. Custa a acreditar tendo em conta o trailer mas sim, é.

Honestamente tenho estado para escrever algo sobre o jogo desde o momento da beta mas ainda não o cheguei a fazer, por isso aproveito esta oportunidade para dar a conhecer um pouco o que é Arknights, provavelmente o melhor jogo Mobile no qual meti as mãos.

A história é interessante, tendo lugar numa Terra onde imensas pessoas estão infectadas e de haver discriminação contra as mesmas, e mesmo entre este grupo de pessoas infectadas existem várias facções com diferentes ideais que lutam entre si. O design das personagens é variado, com a maioria a possuir características de animais ou então outros seres como anjos e demónios. A banda sonora é excelente e a jogabilidade é muito boa, sendo basicamente um tower defense mas com as personagens divididas em diferentes classes e cada uma com habilidades especiais únicas, oferecendo muito por onde pegar e usar como estratégia.

Planeio falar mais sobre o jogo no futuro mas por agora fica aqui uma pequena introdução para agarrar o vosso interesse.

DOOM ETERNAL

Ora tendo Doom Eternal chegado recentemente, é dessa forma que tenho estado a passar o meu tempo. Matar demónios nunca foi tão brutal. Este jogo está melhor do que o Doom de 2016 e merece a pena ser jogado, já para não referir que ainda só passei pela campanha, existe todo um modo online por explorar! E a banda sonora é fantástica!

 

Cinema e TV

The Lord of the Rings (Extended Edition)

Ah sim! Obviamente que tinha de recomendar a trilogia d’O Senhor dos Anéis, e ainda por cima a versão alargada onde só o primeiro filme tem umas 3H. E se juntarem as versões alargadas d’O Hobbit então ainda mais tempo vão consumir ao ponto de quando darem por vocês já a quarentena terminou.

Acho que por esta altura já não necessito de descrever o que O Senhor dos Anéis é pois já falei várias vezes sobre o mesmo aqui no site, afinal de contas é a principal razão pela qual estou aqui hoje a escrever artigos. Os filmes (e livros) não só serviram de inspiração para mim mas para muitos outros, incluindo outros filmes, livros e até videojogos de fantasia. Tolkien criou um universo tão grande e denso que até escreveu livros adicionais a ditar a mitologia, cultura e mais sobre o universo da Terra Média. Felizmente não necessitam disso para aproveitar os filmes, sendo então o vosso dever apenas apreciar uma das melhores fantasias de sempre.

Ah sim, os filmes vão fazer 20 anos em breve… estou velho…

 

The Anthem of the Heart

Sei que muitos podem ter ouvido falar de “Your Name“, “I Want to Eat Your Pancreas” e etc, mas The Anthem of the Heart foi um filme anime que por alguma razão passou um pouco ao lado apesar de ser igualmente bom.

A história foca-se numa rapariga que quando mais nova vivia um pouco no mundo de fantasia, ao ponto de abrir a boca sem pensar e um dia acabou por revelar (sem aperceber-se do que estava a acontecer) que viu o seu pai com outra mulher. Essa revelação inocentemente dita acaba por criar a separação dos seus pais e devido a isso Jun muda ao ponto de agora nunca abrir a sua boca para falar.

Alguns anos mais tarde Jun é seleccionada para participar no musical da sua turma juntamente com três outras pessoas. Jun está bastante contra a ideia até ao momento em que ouve outros dos seleccionados, um rapaz chamado Takumi, cantar.

Já faz um tempo desde que vi este filme, mas lembro-me de ter gostado dele e de ficar agradado pela forma em como fez certas coisas de uma maneira diferente do habitual. Se já viram os outros filmes mais populares então dêem uma oportunidade a este.

Brooklyn nine-nine

Se estiverem a pender para o lado da comédia podem sempre optar por Brooklyn nine-nine. Por esta altura será difícil não terem ouvido falar desta série mas caso tenham vivido debaixo de uma pedra nos últimos tempos no que toca a séries aqui fica uma recomendação que provavelmente culminará convosco a fazerem binge watch das 6 temporadas que estão actualmente disponíveis, a 7ª está a ser transmitida actualmente na América.

Do que trata esta série? Nada de mais, apenas o dia a dia de uma esquadra em Brooklyn onde cada personagem foi meticulosamente criada para nos fazer rir. Provavelmente já revi esta série umas 3 vezes.

 

The Good Place

Ainda dentro da comédia recomendo vivamente The Good Place. A série terminou com a sua 4ª temporada no início deste ano e foi uma viagem inesquecível. Provavelmente o conceito não deveria resultar mas acabou por se tornar numa das melhores séries dos últimos anos. Começamos por seguir a história de 4 humanos que chegaram ao “The Good Place” depois das suas mortes, rapidamente as coisas correm para o torto quando um destes 4 humanos se apercebe que não pertence ali mas as alternativas não são muito apetecíveis e começa a tragédia.

Uma mistura de filosofia e comédia que resulta inesperadamente bem.

 

La Casa de Papel

Com a 4ª temporada a estrear dentro de duas semanas, ainda vão a tempo de começar e terminar de ver as 3 temporadas que já saíram. O assalto perfeito, requer o plano perfeito mas quando o factor humano entra em jogo tudo pode mudar. Esta é daquelas séries que nos agarra facilmente, queremos sempre saber como vão eles conseguir atingir os seus objectivos. Do início ao fim é uma injecção de adrenalina. Se pudesse ter visto tudo de seguida, teria-o feito, infelizmente tive de interromper para ir à casa de banho…

 

 

Anime

Vejo agora que poderia recomendar imensa coisa. Alguns “clássicos” que alguns conhecem mas outros nem por isso; coisas mais recentes que muitos provavelmente não viram; animes longos; comédias; e por aí fora. Então o que recomendar? Já sei, vou pegar nuns quantos géneros e recomendar um anime para cada um, assim até tem uma melhor opção para escolherem.

 

Drama – Re:Zero – Starting Life in Another World

Uma série bastante popular ao ponto de agora estar a ser novamente passada na TV sob a forma de “Director’s Cut“. Para a recomendação na categoria de “drama” (entre muitos outros géneros) decidi escolher Re:Zero – Starting Life in Another World por ter uma ideia um pouco original e também de o estúdio White Fox ter feito uma excelente adaptação com o anime.

A Director’s Cut acaba por juntar os episódios em episódios de uma hora (excluindo o primeiro que já tinha uma hora) de forma a criar uma experiência mais compacta e com alguma animação extra. Tanto podem ver o formato original (e o que eu recomendo) ou então podem ver esta versão que tem como função abreviar um pouco a história.

O trailer acima é feito de uma forma bastante criativa onde começa pelo final e vai recuando até ao início, da mesma forma que o protagonista Subaru faz de cada vez que morre durante a série, onde este acaba por regressar a um ponto de origem antes de ter morrido e tenta mudar o que acontece.

 

Comédia – Monthly Girls’ Nozaki-kun

“Uma comédia para toda a família.” Já que provavelmente muitos de vocês deverão estar em casa com mais pessoas e poderão não ter privacidade. Nozaki-kun é um anime 100% focado em comédia onde a interacção entre as personagens é o essencial pois existe sempre algum tipo de desentendimento a acontecer ou simplesmente alguém que não consegue mesmo entender a coisa mais óbvia de sempre.

 

Militar – Heavy Object

Estava com ideia de fazer mais recomendações mas já acaba por ser coisas a mais (e talvez algum dos outros membros queira fazer uma), já para não falar que o que tinha em mente são coisas que anteriormente recomendei. No entanto apesar de a oportunidade para recomendar Heavy Object nunca ter surgido isto não quer dizer que seja mau, muito pelo contrário, até é um anime militar/mecha/sci-fi bastante bom.

As situações de guerra não só eram interessantes (os pinguins são uma excepção) como as personagens são o ponto principal do anime. Acredito que se a personalidade destas fosse diferente que Heavy Object não seria tão bom como acabou por ser.

 

Livros

Sei que estão de quarentena e devido a isso não podem ir comprar livros, no entanto nos dias de hoje é possível ter um biblioteca completamente digital. Pessoalmente prefiro o formato físico no que toca a livros, não só gosto de sentir o papel nas mãos como acabo por estar mais atento ao que estou a ler. No entanto “alturas drásticas requerem medidas drásticas”.

 

How a Realist Hero Rebuilt the Kingdom

“Mais anime?” Vá vá, esta é uma série light novel bastante interessante. O protagonista é invocado para um outro mundo, algo que é popular hoje em dia (ainda estou à espera da minha vez), mas ao invés de partir numa aventura, este protagonista, que tem estudos avançados em economia e mais, acaba por tornar-se no novo governador do reino e decidir por em prática várias técnicas para ajudar a trazer o reino de volta à vida, começando pelo problema da escassez de comida.

Ou seja, quem for fã de jogos de estratégia ou gestão como Civilization e outros parecidos então até que irá gostar desta série. Quanto aos outros, mesmo que o foco seja virado para administração e política a coisa não é nada complicada de seguir e até é bastante interessante e uma lufada de ar fresco para o género “isekai”.

 

Escape Book – A Casa de Papel

Vá, eu sei que este não é propriamente “um livro” mas sim uma série de puzzles e enigmas que temos de resolver, todas elas tomam o nosso tempo para serem resolvidas e é isso mesmo que queremos fazer não é? Passar o tempo. Por isso e enquanto a 4ª temporada não chega, podem colocar a vossa massa cinzenta a funcionar e tentar chegar ao fim do livro.

PS* não vale simplesmente abrir o livro na última página…

 

Inferno – Dan Brown

O livro já tem algum tempo mas é o meu livro favorito do autor. A escrita de Dan Brown é uma escrita cinemática que conta com capítulos curtos e que estão sempre a trocar entre duas ou três localizações. Quer seja através dos mistérios ou suspense a história corre sempre a um bom ritmo. Eu sei que Inferno tem um filme mas ao contrário de “O Código Da Vinci” ou “Anjos e Demónios” recomendo vivamente a que ignorem o mesmo, a mensagem do livro é completamente diferente daquela que é passada pelo filme.

Do que trata Inferno? Trata de uma temática bastante sensível, a sobre-população. Neste livro Robert Langdon sofre de amnésia e à medida que vai recuperando a memória vai também avançando por um labirinto de informação e entra numa corrida contra o tempo para impedir a propagação de algo que promete mudar para sempre o mundo.

Latest posts by Mathias Marques (see all)
Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram