Passatempos Aniversário – Inazuma Eleven

inazuma-eleven-1-passatempo-pn

Boas a todos e sejam bem-vindos ao sétimo passatempo de aniversário-natal do PróximoNível.

Para este novo Passatempo temos para vocês em conjunto com a Nintendo Portugal um Inzazuma (primeiro jogo lançado na Nintendo DS) para a vossa Nintendo DS/ Nintendo 3DS.

Podem ler as regras completas de participação aqui.

Não se esqueçam, as vossas análises não devem ter mais de 15 parágrafos e devem ser feitas sobre qualquer um dos jogos desta série e em qualquer versão.

As análises devem ser colocadas neste Post. A data limite é o dia 13 de Dezembro pelas 23:59 por isso não deixem para o último minuto!

Boa sorte a todos!

Podem ver a lista completa de jogos e dia de cada jogo aqui:

Passatempos Aniversário PróximoNível

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silver4000

… 🙁

PS: Inzazuma? 😛

Dexter

Já muitos de nós jogamos RPG’s como Pokémon ou Final
Fantasy, e com certeza, muitos de nós jogamos jogos de futebol como Pro
Evolution Soccer ou FIFA. O que com certeza muitos de nós não devemos ter
jogado é um RPG de futebol. A Level-5 tomou a liberdade de assumir o risco, Inazuma
Eleven, o jogo baseado na série televisiva chegou finalmente à Nintendo
DS na Europa.

Em Inazuma Eleven assumimos a pele de
Mark Evans, um guarda redes que adora futebol e que está a lutar arduamente
para salvar a equipa da sua escola. O insucesso desta vai levar o governador a
fechá-la, sendo que a derradeira oportunidade de a salvar será vencer um jogo
amigável contra os Royal Academy. Escusado será dizer que a tarefa não será
fácil, primeiro a equipa de Raimon não tem jogadores suficientes, segundo, a
Royal Academy já é a campeã nacional há quarenta anos seguidos. É assim que
basicamente a nossa história começa. Com o desejo de vencer o campeonato
nacional, Mark Evans tenta reforçar a sua equipa e garantir a sua salvação. Não
interessam se sabem muito ou pouco de futebol, o que interessa é estarem
disponíveis para trabalhar em equipa e gostarem do desporto. A teimosia de Mark
servirá como factor preponderante para levar a sua avante ao longo de dez
capítulos extremamente excitantes e viciantes.

O mundo do nosso jogo é a cidade de Inazuma Town. À medida
que vamos progredindo no jogo vai-se desbloqueado novas áreas da cidade como a
Torre, a casa do Mark e a estação. Será na estação que o jogador partirá para
os vários jogos (não entendo porquê mas jogamos sempre fora). Obviamente que
para ganhar esses jogos, que têm mesmo que ser ganhos (aconselho-vos a gravar
sempre antes de irem para o jogo, de outra maneira levarão com um game over e
têm que regressar ao vosso último save) vai ser preciso muito treino, ora não estivéssemos
a falar de uma equipa de futebol! Este treino pode passar por jogos amigáveis
contra equipas com as quais já nos batemos anteriormente, ou simplesmente a
andar pelo mapa, pois vamos por várias vezes seremos confrontados com algumas
“batalhas” em que o objectivo passa por ou marcar um golo, ou impedir que o
adversário marque, ou simplesmente roubar a bola ao adversário. Estes são
desafios quatro contra quatro geralmente rápidos!

Todos os jogos e desafios vão dando experiência aos
jogadores que nele participam. Esta experiência servirá aos jogadores para
aumentares as suas características e aprenderem truques especiais novos para
roubar a bola, rematar, fintar, ou defender. São estes os truques que marcarão
toda a diferença no jogo, quer por parte do adversário quer por nossa parte.
Desta maneira, antes de praticamente todos os jogos do campeonato vamos
necessitar de treinar um ataque mais especial que os outros, seja para defender
um remate especial do adversário, ou para marcar um golo contra um guarda-redes
impenetrável, esta componente está praticamente presente ao longo de todos os
capítulos. Para além do modo história e de treinos o jogador pode fazer muito
mais, como recrutar novos jogadores para a equipa. Para recrutar jogadores,
poderemos recorrer a Celia (jornalista e olheira do clube) que nos procura
alguns jogadores interessados, ou então a Nelly (uma das manageres do clube)
que graças aos seus conhecimentos e influências consegue recrutar membros das
equipas que previamente jogaram contra a nossa.

Por último, antes de falarmos um pouco mais do jogo de
futebol propriamente dito convém referir que há vários itens para apanhar ou
comprar. Estes itens são à base de bolos, leite, água, bebidas desportivas,
chuteiras, luvas, pêndulos etc. Enquanto as bebidas servem para restaurar
alguma da estamina da personagem, a comida serve para recuperar a energia
responsável pelos ataques especiais (ambas podem ainda ser restauradas em
locais próprios mediante a utilização de pontos de prestígio, basicamente o
dinheiro do jogo que vai sendo ganho através de vitórias). Já as chuteiras,
luvas e pêndulos conseguem aumentar algumas das características dos nossos
jogadores acrescentando um pouco de personalização ao jogo, ora não fosse este
um RPG!

Quanto a jogabilidade esta pode ser feita de duas formas,
podemos controlar as personagens através do estilete, ou dos botões da consola.
Já no jogo, a utilização do estilete é obrigatória. Será com o estilete que
iremos desmarcar os nossos jogadores, recuperar, passar a bola e rematar à
baliza. É de relativo interesse no entanto que estabeleçam uma estratégia de
forma a facilitar o jogo ainda que este só se revele particularmente complicado
em alguns encontros, nomeadamente o primeiro e o último!

Se pensam todavia que Inazuma é apenas criar uma equipa e ir
ganhando jogos até ao sucesso então estão muito enganados. Inazuma apresenta
uma narrativa muito bem estruturada e conseguida cheia de intriga, traições,
voltas e reviravoltas e ainda a presença constante das memórias de há quarenta
anos atrás que é também o epicentro de todo o desenvolvimento da história. A
narrativa acaba por ser tão extensa que por vezes se revela um dos principais
contras do jogo, ainda que não seja por isso que este peque.

Em suma, Inazuma Eleven é uma experiência
muito original, com um ambiente gráfico e sonoro com vários piscares de olhos a
Pokémon. Ainda assim, consegue surgir com uma vida muito própria e uma
combinação incomum mas que resulta quase na perfeição. Depois do primeiro, só
podemos esperar ansiosamente para que o segundo e o terceiro já disponíveis no
Japão sejam lançados na Europa brevemente!

Nota: 9/10

A Favor:

Respira originalidade
Elevado grau de vício
Longevidade considerável
Jogabilidade estrutura e narrativa muito bem conseguidas

Contra:
Game Over’s

Silver4000

Eu teria duvidas quanto a ”estilete” e ”estamina”, mas ao ler o fim, onde diz ”so podemos esperar ansiosamente para que o segundo e o terceiro saiam na europa”…

Dexter

as palavras existem… podes ir ver ao dicionário o seu significado se quiseres 🙂

quando à segunda parte, eu já escrevi esta análise logo na altura do lançamento do jogo para um blog que eu tinha, decidi fazer algumas modificações e aproveitar…. daí essa parte do esperar ansiosamente que eles sejam lançados na Europa…. que poderia realmente ter retirado. Vou fazê-lo.

De qualquer maneira não percebi para que vieste para aqui dar a tua opinião sobre aquilo que eu escrevo ou deixo de escrever… Não és tu que tens que avaliar. Cumprimentos.

Vasco Neves

Somebody is butthurted :S

Silver4000

Sou livre de dar a minha opinião.
Se acho que algo està mal nas participações do passatempo so tenho de apontar. Porque tanto eu como os outros não gostamos quando alguém vem fazer copy paste ou defraldar participações.

Dexter

Primeiro Mr. Português, defraldar não existe, a palavra certa é defraudar, tirar fraldas diz-se tirar fraldas…. segundo tens provas que eu fiz batota? É que eu consigo provar que não fiz, já tu não consegues provar que eu fiz . Mas já te disse, fiz copy paste sim senhora, fiz copy paste daquilo que eu escrevi há uns tempos apenas com algumas modificações em partes que disse na altura e que hoje não concordo 🙂 e se quiseres até te consigo provar que é verdade o que eu digo e não me custa muito…. agora não vou é perder mais o meu tempo com alguém que parece ter tão pouco que fazer

Silver4000

MR. Português? Se dizes que o sou.
E nao acusei ninguém de copiar, simplesmente apontei termos brasileiros e um grande erro no fim.
PS: Sabes que aquela do Butt hurt era para ti nao sabes?
Engraçado como foste dar thumbs up.

Dexter

sabia e sabes que essa palavra do urban dictionary significa ofendido não sabes? então pronto, fiquei ofendido com o teu comentário e por isso concordei com aquilo que foi dito dai o thumbs up 😉

Não és Mr. Português, já deste provas que não és, primeiro disseste-me que estilete e estamina não existia, e está errado, está no dicionário, depois vens-me dizes “defraldar” que não existe, por último não entendeste a ironia…

Cerberus Batista

meu amigo 1 o silver deu uma opinião não te acusou de nada nem tinham motivo para tal 2 não vêm papa passatempos mandar vir com os verdadeiros membros desta comunidade. sinceramente não tenho paciência para vitimas pelo contrario devias ter agradecido o silver por causa dos erros e da falta de edição da tau analise.

Dexter

posso não ter 1000 comentários aqui, mas também não tenho 5 ou 6 🙂 e definitivamente não sou papa passatempos

e é claro que ele me tentou acusar de alguma coisa

Cerberus Batista

nem por isso porque se não ele tinha dito que tinhas feito copy paste e ponto final não andava com rodeios e se não fosse por ele tu nem tinhas corrigido o erro das sequelas que não tinham saído cá.

Dexter

isso foi porque tu não viste o que ele estava a dizer no chatbox…. parecia claramente que estava a falar daquilo que eu meti aqui… se entendi mal então só tenho que pedir desculpa não tenho problemas com isso

Vasco Neves

As palavras estarem no dicionário, não quer dizer que não sejam “abrasileiradas” como o Silver referiu. Como bem sabes, o português do Brasil tem algumas palavras diferentes do nosso dicionário mesmo que essas apareçam no dicionário PT-PT, palavras essas que nós não usamos no nosso dia a dia, e tal como dizes, devias de ir ao tradutor (e não translator :P) para verificares as palavras que escreveste.
Acho que não havia necessidade para reagires dessa forma, o Silver ajudou-te nesses “erros” que escreveste, e devido a isso, tiveste a oportunidade de alterar o que tinhas escrito. Imagina se ninguém o tinha feito, quem saía a perder nesse caso eras tu. 😛

sasuke12

Analise : Inazuma Eleven 2

1. Quando Inazuma Eleven saiu, foi algo inesperado e inovador, a Level 5
decidira juntar o género RPG com futebol, e o resultado foi muito bom.
Então o que teria uma segunda entrada de novo?

2. Para começar, o 2° titulo decidiu adoptar a formula de Pokémon, ou
seja, 2 versões do mesmo jogo, Inazuma Eleven 2: Firestorm e Inazuma
Eleven 2: Blizzard. As diferenças entre cada titulo são as habituais que
se encontra entre cada versão de Pokémon, jogadores diferentes e
exclusivos estarão em cada versão, o que levará a remates
especiais/combinados exclusivos, e também a equipa final será diferente.

3. O jogo inicia-se dias após a conclusão do primeiro, Mark Evans e a
sua equipa ganharam o Futebol Frontier e são agora a melhor equipa do
Japão. Mas o tempo para celebrações é pouco, pois são visitados pela
Academia Alius, uma equipa de… aliens, sim aliens (que se parecem com
humanos) que querem conquistar o mundo… ao jogar futebol! Sim, parece
ridículo, mas isso não impede a uma boa historia e boa jogabilidade!

4. Tal como o titulo anterior, Inazuma Eleven 2 é jogado ao género RPG,
com exploração, construção de equipa, melhoramento das personagens,
etc… sendo que os combates são partidas de futebol. Mas mesmo sendo um
RPG e o tema do jogo ser uma tour pelo Japão, para recrutar jogadores
fortes para derrotar a Academia Alius, a exploração não é grande, no
entanto, com mais de 1500 jogadores, várias técnicas e equipamento,
sempre sentem um ar de RPG e podem tentar criar a melhor equipa de
sempre (embora seja possível concluir o jogo com a equipa inicial).

5. Neste espaço não houve muita mudança, continuam a usar o stylus ou o
Dpad para mover a personagem, falar com pessoas, tem lojas para comprar
equipamento e itens, recrutar jogadores (através do treinador, onde
pedem para ele ficar de olho em alguém, ou de uma árvore de jogadores,
onde a principio só tem um ou dois para poder recrutar, e vão
desbloqueando outros à medida que recrutam) locais de treino, marcados
por um raio, onde podem aumentar as vossas capacidades, un Pontos de
Restauração, que é um luz azul, que vos mete os Technical Points (TP) e
Fitness Points (FP) ao máximo, ao custo de Prestige Points (que ganham
ao vencer partidas), e umas side-quests muito simples e que não levam
tempo nenhum.

6. As novidades recaem na jogabilidade de futebol, este continua com o
molde de usarem o stylus para desenhar o caminho dos vossos jogadores, e
de passar e rematar. Mas antes de passar para as novidades, expliquemos
como funcionam os jogos de futebol neste RPG. As partidas serão os
vossos combates, sendo que os random encounters são sempre partidas de 4
VS 4 (3 avançados e 1 guarda-redes), onde o objectivo passa por
interceptar a bola do inimigo a ser o primeiro a marcar, é preciso ter
cuidado neste modo, pois só os jogadores em campo é que recebem
experiência, e se jogarem sempre com os mesmo então a equipa ficará
desequilibrada. O outro modo é o que poderá ser considerado de Boss
Battles, onde jogam 11 VS 11, apesar do grande numero de jogadores em
campo, não fica confuso jogar, mas nem sempre podem jogar à vontade
nestes jogos de 11 VS 11, pois ao seguir a estoria do Anime serão
obrigados a inserir certo jogador ou a ter que fazer certo remate para
poder andar (embora seja possível acabar o jogo sem fazer o tal remate,
mas o melhor é fazê-lo pois para seguir a estoria o jogo é capaz de vos
fazer sofrer golos, e isso pode levar à vossa derrota).

7. Para jogar é preciso usar o stylus, sendo que tanto o Dpad como os
botões de acção são para mover a câmara. Movimentam os jogadores ao
desenhar linhas que eles irão seguir, sendo que quando tem a bola, podem
fazer passes ou rematar, sendo que existem remates especiais, que
custam TP, uma novidade é que agora não precisam de estar perto da
baliza para poder rematar, se forem interceptados por um jogador da
equipa adversária podem escolher entre drible e enfrentá-lo (podendo
usar também um movimento especial). Quando é a equipa adversária com a
bola, vocês terão que a interceptar, sendo que quando estão perto do
jogador com ela, podem escolher entre bloquear ou fazer um carrinho, mas
aqui também terão movimentos especiais que vos poderá ajudar. Também
aqui tem uma novidade, a de poder bloquear remates dos adversários. É
preciso fazer referência a um botão de pausa que podem premir para vos
dar tempo de escolher o movimento dos vossos jogadores, e dos FP que é a
stamina dos vossos jogadores.

8. Uma outra novidade são os alter egos, que mudam um jogador por
completo, podendo transformar um guarda redes num avançado, e mudando as
suas habilidades especiais, mas infelizmente só existem 3 alter egos.

9. No que toca a gráficos eles mantém o seu desenho simples, numa vista
aérea, mas as cutscenes contiuam a ser de luxo como a Level 5 os sabe
fazer, muito iguais ao anime. Jà a banda sonora também não está ma, mas
nada de especial.

10 .Resumindo, Inazuma Eleven 2 apresenta novidades que não são nada do
além, mas que são uma boa adição para quem gostou do primeiro jogo, a
historia estará sempre presente, obrigando quase a uma lineradiedade,
nem mesmo os 1500 jogadores (uma novidade é que também podem recrutar
jogadoras agora, sendo que no primeiro era exclusivo para machos) que
podem recrutar não resolvem o assunto, pois só podem manter 100, e os
alter egos podiam ter sido mais trabalhados, e é pena só dar para jogar
contra outras pessoas via Wireless.

Pontos Positivos:

– Novas personagens;

– Novas novidades na jogabilidade.

Pontos Negativos:

– historia sempre presente, o que leva a pouco conteúdo secundário;

– Novidades pouco aproveitadas;

– Falta de um modo online.

Cerberus Batista

Boas pessoal, preparem-se para a minha análise ao jogo
Inazuma Eleven para a Nintendo DS.

Inazuma Eleven foi-nos trazido pela Level-5 chegando cá à Europa
em 2011, é um jogo sobre futebol mas bastante original e único que recebeu bastantes
pontuacões positivas, tendo várias sequelas sendo 2 para a Nintendo DS, 3 spin
offs para a Wii e a uma ultima para a Nintendo 3DS, mas a fama do jogo não fica
por aqui recebendo uma anime que nos foi trazida pela OLM (Oriental Light and
Magic) uma empresa de animes Japonesa, sendo um dos seus trabalhos o Pokémon.

Voltando à história do jogo, que segue um talentoso
guarda-redes chamado Mark Evans, neto do melhor guarda redes Japonês David Evans
mesmo nâo tendo conhecido o avô que faleceu antes do seu nascimento, ambos
possuem o mesmo talento e paixão pelo futebol.A história inicia-se quando Mark integra
o clube de futebol da sua escola, mas a sua equipa não partilha do seu empenho
e entusiasmo pelo futebol até que um dia um jovem misterioso chamado Axel Blaze
muda-se para a cidade de Mark e junta-se à equipa para ajuda-lo a procurar mais
jogadores.Ao longo do jogo vamos recrutar jogadores para a nossa equipa tendo uma
variedade bastante larga e diversa de jogadores e suas habilidades.

Agora passando ao tema da jogabilidade deste jogo que é
bastante complexa, sendo que em muitas partes do jogo (como por exemplo: a
explorar a cidade, a procurar jogadores para a nossa equipa) é usado um estilo
rpg mas quando estamos a competir contra outras equipas é um estilo muito mais
complexo; porque temos de organizar a nossa equipa como a posições dos
jogadores, podendo usar finishers e habilidades que cada personagem possui,
como se estivessemos a jogar Final Fantasy,
Futebol Manager e Naruto ao mesmo tempo.

Resumindo Inazuma Eleven é um jogo que demostra tanto criatividade
como originalidade tornando-se um jogo de futebol divertido, estratégico e com
bastante acção, tendo em conta que é impossivel não ficarmos colados à história
e ao jogo em si fazendo com que Inazuma Eleven deixasse a sua marca não só nos
jogos como nas animes e mangas, conseguindo
fazer frente ao Captain Tsubasa (Oliver e Benji) algo que muitos tentaram e falharam.

Para vossa alegria a minha análise ao jogo Inazuma Eleven para
a Nintendo DS acaba aqui, foi um prazer tê-la feito mesmo sendo a minha
primeira, espero que gostem e também espero ter mais oportunidades de fazer novas
análises num futuro próximo.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
16
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x