Artigo Especial – Qual a conexão entre o filme de Black Adam e a Justice Society Of America?

O famoso ator, Dwayne “The Rock” Johnson interpretará a personagem de Black Adam, num filme de mesmo nome, e que chegará às salas de cinema no final do próximo ano. Apesar de Black Adam não ter aparecido no filme solo de Shazam, a DC está apostar em grande neste novo filme, de modo a capitalizar não só no sub-universo deste último, como no protagonismo do ator principal. Antes de iniciar propriamente o tema, vou explicar em antemão, qual a origem de Black Adam.

Um homem chamado de Teth-Adam, oriundo de uma nação misteriosa próxima do Egipto, também conhecida como Kahndaq, recebeu os poderes do mago Shazam, cinco mil anos atrás, na era do Antigo Egipto. Mesmo tendo um feitio difícil de lidar, Teth-Adam era um homem bastante famoso, e como tal muitos o viam como o “herdeiro” digno dos poderes do tal feiticeiro Shazam. Ao proclamar a palavra «Shazam», Teth-Adam era rapidamente transformado no Shazam do seu tempo. Devido ao seu temperamento instável, Adam deixou-se levar pelos poderes, e tornou-se um tirano absoluto, que se corrompeu muito depressa.

Assim, usou estes novos poderes adquiridos para derrubar e assassinar o Pharaoh de então, de forma a se declarar como governador do mundo inteiro. Como isto não era exatamente aquilo que as previsões do mago Shazam apontavam, este último denominou Teth-Adam de Black Adam, sendo a cor negra associada à corrupção do poder. E ainda baniu este guerreiro por mais de cinco mil anos, para uma zona longínqua do universo.

Só passado este tempo, é que Black Adam conseguiu chegar à Terra, altura em que coincidentemente, levou o mago Shazam a escolher outro portador dos poderes, os quais foram dados a Billy Batson. E desde aí tem lutado contra o jovem rapaz, e ocasionalmente contra a própria Justice League.

Devido aos seus poderes, Black Adam é considerado como um dos vilões mais intimidadores da galeria da DC, o qual é comparado como estando par-a-par com Superman. Estes poderes derivam diretamente da própria palavra “Shazam“, onde cada letra, aponta um Deus e respectivas habilidades: S aponta para Solomon e a sua sabedoria; H aponta para Hercules e a sua força; A indica Atlas e a sua stamina; Z são os poderes de raios de Zeus; A refere-se a Achilles e à sua coragem; e por fim o M indica a velocidade de Mercury.

Black Adam e Shazam (Billy Batson) são lados diferentes da mesma moeda. Um sendo o símbolo da tirania e corrupção e outro sendo o símbolo da esperança e justiça. Uma vez dados, os poderes não podem ser tirados, assim justificando a necessidade do mago Shazam de banir Black Adam para outro lado do universo, em vez de simplesmente tirar-lhe os poderes. Ao em vez de passar o seu tempo a derrotar Billy Batson, Black Adam torna-se o pseudo-líder da nação de Kahndaq, aquela referente ao Antigo Egipto.

Posto isto, indo ao encontro do título do artigo, durante uma fase da DC Comics foi revelado que os actos cruéis de Black Adam foram cometidos a mando de Theo Adams, um mero mortal que exerceu influência no poder de Black Adam, de forma semelhante a como Billy Batson fez com Shazam. Ao ficar livre desta força externa, Black Adam decide juntar-se à contraparte da Injustice Society, a Justice Society of America (JSA). As visões ainda malígnas de Black Adam sobre a escravidão e violência, fizeram deste vilão um membro instável na equipa. Contudo, uma amizade forte foi sendo construída entre Adam e Atom Smasher, onde este último se revia no líder de Kahndaq.

Contudo, e regressando às suas origens mais cruéis, Black Adam juntamente com Atom Smasher decidem fundar a sua própria equipa mais agressiva e impiedosa, distribuindo e aplicando justiça com as próprias mãos, indo contra os ideias da JSA e até da Justice League. Durante o arco de história de «Black Reign», Black Adam sofreu um ataque na sua terra natal, sendo que neste massacre, vários membros da sua recém-formada equipa morreram. Este evento deixou Adam isolado, por muito tempo.

Só mais tarde, no evento Infinite Crises, é que Black Adam assumiria o trono da sua terra, na versão dos New 52. Contudo, a paz durou pouco, sendo que tanto a sua amante, Adrianna Tomaz e o seu filho Amon, morreram tragicamente. Estas mortes aumentaram ainda mais o espiríto de vingaça deste vilão, o que o levou a ir novamente contra os vários heróis deste universo da DC, incluindo ex-aliados da JSA.

Após longos tempos de combate, a JSA colocou termo à guerra entre si e Black Adam, aliado por Atom Smasher. Assim numa nova formação da JSA, por parte de Adam, tanto Doctor Fate como Hawkman, os quais também têm laços significativos com a era antiga, juntam-se à equipa. No entanto, Atom SmasherAdam como um modelo a seguir, cujo o comportamento acabará por levar ao conflito interno entre este último e esta nova versão da JSA.

Agora, foi confirmado na DC FanDome, que a JSA terá um papel importante em ajudar ou ir contra este antigo vilão da editora, o que no final das contas acabará por ser um misto dos dois. De qualquer das formas, teremos de esperar para ver quais as decisões, que o director Jaume Collet-Serra, irá tomar no filme solo de Black Adam. Para já, a substituição de Hawkgirl por Cyclone, não agradou muitos fãs. Outros receiam que Collet-Serra tente suavizar o temperamento deste vilão, tornando-o mais neutro ou semelhante aos moldes das personagens que Dwayne Johnson costuma interpretar. Só o tempo o dirá.

Black Adam tem estreia marcada para 22 de Dezembro de 2021. Podem conferir de seguida os trailer exibidos acerca deste filme durante a DC FanDome:

João Luzio
Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram