Anita Sarkeesian quer mudanças nos videojogos

anita-sarkeesian-random-pn

Anita Sarkeesian é um nome sonante na indústria dos videojogos.

Esta mulher ganhou destaque por atacar um certo feminismo que existe em relação à representação das mesmas em videojogos através de uma série em vídeo chamada Feminist Frequency.

Recentemente falou num evento para vários developers a explicar algumas das mudanças que gostaria de ver nos videojogos e não só.

Ficam aqui algumas:

  • Evitar o síndrome Smurfette (não ter apenas uma mulher num elenco de personagens, muito menos alguém com uma personalidade mais ou menos “mulher” ou “rapariga”)
  • “Lingerie não é armadura” (Vestir personagens femininas de outra maneira para além de objectos sexuais.)
  • Ter personagens femininas com vários tipos de corpo
  • Não enfatizar excessivamente as partes traseiras da mulher, não mais que as personagens masculinas seriam
  • Incluir mais personagens femininas de cor
  • Animar personagens femininas da mesma maneira que mulheres, soldados ou até atletas seriam.
  • Gravar vozes de personagens femininas em dor que pareçam estar com dores e menos orgásmicos
  • Incluir inimigos femininos mas não sexualizar esses inimigos

Concordam com alguns destes parâmetros?

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram