Análise – Shin Megami Tensei 4

shin-megami-tensei-4-analise-review-pn_00066

Persona isto, Persona aquilo… a verdade, é que quase toda a gente que percebe alguma coisa de videojogos conhece a série Persona. O que a maioria não deve saber é que o nome Shin Megami Tensei que surge por cima não está lá para enfeitar. Afinal, esse é o nome da verdadeira série que deu origem a Persona.

Verdade seja dita que Shin Megami Tensei nunca foi muito conhecido na Europa, muito por culpa da sua ausência. Vários foram os jogos lançados no Japão, porém, o primeiro jogo a chegar à Europa foi Shin Megami Tensei: Lucifer’s Call, o terceiro da linhagem principal.

shin-megami-tensei-4-analise-review-pn_00030

Quase 10 anos depois de Shin Megami Tensei 3 ter chegado à Europa, e depois de vários spin-offs, eis que temos finalmente direito a Shin Megami Tensei 4, o verdadeiro sucessor. Será que depois do sucesso de Persona e do seu ambiente mais alegre, um JRPG negro à moda antiga ainda tem espaço no mercado?

Shin Megami Tensei 4 continua a tradição de contar uma história nova, com personagens novos, mas dentro do mesmo tema. Aqui decidem o destino do mundo, escolhendo entre o caminho do bem ou do mal ou assumindo uma postura negra. Esta escolha está patente desde o início e a narrativa aponta claramente para a realidade nua e crua.

shin-megami-tensei-4-analise-review-pn_00056

Mesmo que alguns momentos de Shin Megami Tensei 4 sejam mais leves e com algum humor, a história é muito mais pesada, negra e violenta. Aqui são poucos aqueles que vos pretendem ajudar e todos têm objectivos e missões próprias. Aqui jogam como um rapaz do reino de Mikado que é escolhido para ser um Samurai, que tem como objectivo derrotar demónios. À vossa equipa vão adicionar outros três Samurais, cada um com a sua personalidade e presença no enredo.

Embora não sejam as melhores personagens que já vi num jogo da série, todos eles são bastante interessantes e até a voz do computador é uma companhia carismática e agradável. Infelizmente, a história por vezes não é totalmente perceptível, assim como certos objectivos, que são descobertos por vezes ao falar com personagens aleatórias, tal como a maioria dos RPG clássicos.

shin-megami-tensei-4-analise-review-pn_00033

Clássico é uma palavra que se encaixa bastante bem em Shin Megami Tensei 4, pois este jogo mistura muitos dos elementos clássicos da génese da série, com elementos mais actuais retirados de Shin Megami Tensei 3 e Strange Journey que foi lançado na Nintendo DS. Esta mistura corre bastante bem e vai agradar especialmente aos fãs mais antigos, mas vai custar bastante aos jogadores que esperam um visual e mecânicas mais actuais.

No que toca à exploração, Shin Megami Tensei 4 mistura elementos como menus, exploração na terceira pessoa e até vista aérea em mapas, no entanto, todos os combates decorrem sempre do encontro com inimigos que aparecem no cenário e que podem atacar directamente para começar o combate primeiro, ou evitar começar em segundo lugar.

O combate apresenta os inimigos com uma visão na primeira pessoa e a personagem e demónios aliados no ecrã inferior, com as suas vidas e estatísticas. Tal como um bom JRPG, os combates decorrem num sistema por turnos, embora use o Press System de SMT 3 e Strange Journey, onde cada vez que exploram a fraqueza de um inimigo ou este explora a vossa, ganham ou perdem turnos, o que aumenta a estratégia dos combates.

Um dos melhores elementos de Shin Megami Tensei que regressa no quarto é o sistema de interação com demónios. Ao contrário de um Persona, aqui toda a equipa é composta de demónios que recrutam durante os combates. Isto pode ser feito a falar com eles, dando objectos, respondendo a perguntas, etc. O melhor destes momentos é que os diálogos são totalmente inesperados e podem acontecer coisas diferentes com demónios da mesma linhagem. Tão depressa um pode atacar porque não gostou que digam que precisa de perder peso, quando um igual aceita entrar para a equipa porque assim vai poder perder peso a lutar. São momentos de puro génio e muitos deles hilariantes.

shin-megami-tensei-4-analise-review-pn_00032

Depois existe a fusão de demónios, onde podem juntar um ou mais para criar outros demónios mais fortes e com mais habilidades. Para melhorar este sistema existem agora Apps que podem comprar com pontos de evolução, as quais desbloqueiam melhoramentos para os demónios, a personagem ou até para as fusões.

Em termos de longevidade, Shin Megami Tensei 4 prova ser um jogo longo, não só pela história, como pelas inúmeras missões que podem recolher. Existe aqui muito conteúdo e quanto mais exploram, mais amplo e diversificado fica este mundo. No geral podem contar com mais de 30 horas de campanha e mais do dobro para fazer tudo.

shin-megami-tensei-4-analise-review-pn_00031

Como podem ver pelas imagens da análise, Shin Megami Tensei 4 é um misto entre excelente arte, 3D capaz e alguns elementos menos bonitos, especialmente com NPC desenhados em 2D nos cenários. É impressionante como por vezes parece um jogo de 3DS topo de gama e depois mais parece um jogo que podia correr na Nintendo DS. O que impressiona mais é todo o ambiente estranho e pesado, assim como o visual sujo e negro. Outro destaque vai para a arte dos demónios, que continua boa como sempre.

No que toca à sonoridade, adorei a estanha música que parece saída de jogos ou filmes série B dos anos oitenta/noventa, que encaixam aqui como uma luva. As vozes no geral também estão muito boas e caso tenham jogado outros jogos da Atlus, vão reconhecer algumas.

shin-megami-tensei-4-analise-review-pn_00058

Ao longo destes últimos dias que estive a jogar Shin Megami Tensei 4, dei por mim a jogar horas seguidas sem dar pelo tempo passar, o que comprova que este é daqueles jogos que vos consegue absorver à moda antiga.

Demorou muito tempo a chegar e ser localizado na Europa, mas no final de contas, valeu a pena esperar por Shin Megami Tensei 4. Embora não seja um jogo para todos, é um colosso poderoso do seu género e um dos melhores JRPG à moda antiga que joguei nos últimos anos, e todos sabem que isto não tem corrido mal para o género. Pelo que inclui e ao preço que está, vale mesmo a pena.

Vejam também a nossa análise em vídeo de Shin Megami tensei 4!

Positivo:

  • Tema e história madurospn-recomendado-ana
  • Boa mistura entre actual e clássico
  • Combate com profundidade
  • Sistema de demónios fantástico
  • Música faz lembrar ficção científica dos anos 80/90
  • Boa arte e visual negro
  • Muito para fazer

Negativo:

  • Visual fraco em vários modelos 2D
  • Demasiado impiedoso em muitos momentos
  • Não vai agradar a muitos jogadores mais novos

placa excelente4

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram