Análise – Kung Fu Rabbit

kung-fu-rabbit-pn-ana_00009

Tal como um bom filme ou uma boa série, um estilo de jogo ou mecânica que consiga ser a referência do seu género, consegue criar milhares de clones e jogos com apresentação ou mecânicas similares.

Kung Fu Rabbit é um desses últimos, afinal, mesmo que seja um jogo de plataformas, quando o comecei a jogar na Nintendo 3DS, a sua genética gritava a jogo mobile, o que acaba por estar bem próximo da verdade.

kung-fu-rabbit-pn-ana_00007

Lançado em 2012 para o iOS e Android e agora para a Nintendo 3DS, Kung Fu Rabbit vai buscar inspiração a várias origens, mas consegue honrar essas inspirações com um jogo consistente, embora que demasiado ligado às suas raízes.

Em termos de jogabilidade, Kung Fu Rabbit é claramente inspirado em jogos de plataformas como Super Meat Boy, sendo que o coelho que controlamos consegue saltar entre plataformas, saltar entre paredes e deslizar por elas lentamente. Os cenários estão construídos de forma a dificultar cada vez mais a tarefa, não só de os concluir, como também de apanhar todos os coleccionáveis.

kung-fu-rabbit-pn-ana_00002

Isto porque? Porque Kung Fu Rabbit mantem a sua genética de Mobile, ou seja, níveis pequenos que incluem 4 cenouras que podem apanhar para fazer a pontuação perfeita. Ou seja, funciona tal como um Angry Birds que nos incentiva a repetir o cenário para melhorar a nossa prestação, mesmo que a vitória esteja assegurada.

A passagem de Kung Fu Rabbit para a Nintendo 3DS correu bastante bem. Os controlos respondem de forma precisa e o seu estilo de plataformas encaixa melhor aqui do que num tablet, pois o D-Pad e analógico são muito melhores a cumprir a tarefa de movimentar o coelho. Além do mais, os níveis mais avançados exigem bem mais perícia, o que não corre muito bem num tablet ou smartphone.

kung-fu-rabbit-pn-ana_00004

As cenouras que encontram em cada nível podem ser usadas para comprar bónus permanentes ou temporários que equipam no coelho. Estes bónus são totalmente opcionais, mas existem um que aumenta a velocidade do coelho que me vi “obrigado” a comprar para bater os níveis bem mais depressa e com mais desafio.

O visual de Kung Fu Rabbit é bastante limpo e o sua cor faz lembrar um desenho animado, o que até nem fica nada mal no estilo do jogo. A música por seu lado não é nada de especial e não percebo porque é que o grito de morte do coelho é tão similar ao de um Rabbid da série Rayman.

kung-fu-rabbit-pn-ana_00001

Kung Fu Rabbit é um jogo divertido e descomprometido, mas pelo seu preço existem coisas bem melhores que podem comprar na Nintendo eShop. De qualquer forma, se gostam de jogos de plataformas com puzzles e precisão, Kung Fu Rabbit é uma aposta segura.

Positivo:

  • Vários cenários com bons desafios
  • Puxa pelos mais perfeccionistas
  • Jogabilidade encaixa bem numa consola
  • Cenários extra com bons desafios

Negativo:

  • Genética mobile demasiado patente
  • Alguns poderes tornam o jogo demasiado fácil
  • Ataques nem sempre são bem executados
  • Existem melhores propostas pelo mesmo preço

pn-bom-ana

Latest posts by Daniel Silvestre (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x