Análise – Granblue Fantasy VS

Os jogos de luta em 2D continuam a chegar a grande ritmo e não há como negar que a Arc System Works é uma das grandes responsáveis por estar metida em grande parte deles. O mais recente é Granblue Fantasy Versus que chega agora ao PC e PS4.

Caso não saibam, Granblue Fantasy é um jogo gatcha mobile feito pela Cygames que ganhou bastante popularidade. Por isso mesmo, teve direito a Anime e uma série de OVAs. A história segue as aventuras de Gran, Lyria e Katalina, entre outros, viajando pelos céus e enfrentando um império corrupto.

Granblue Fantasy VS não segue a história do Anime, pois conta uma história alternativa onde a equipa descobre que Katalina voltou para o controlo do império e tenta capturar Lyria. Isto é o mote para o modo RPG que conta a história deste jogo.

O nome do modo, tal como indica, faz com que joguemos com várias personagens que vão evoluíndo com experiência, ganhem novas habilidades e possam equipar armas especiais. Este modo mistura o combate clássico e principal em 2D do jogo, com um beat-em-up side scroller ao estilo de Odin Sphere e Dragon’s Crown. Infelizmente, este modo de combate com muitos inimigos é extremamente limitado e coloca-nos em arenas iguais com inimigos iguais, de forma constante. A certas alturas, passamos então para combates com bosses onde a coisa fica igual ao sistema principal do jogo.

Durante a campanha, somos brindados com vários segmentos de história que são feitos com o motor de jogo e também diversas conversas a fazer lembrar visual-novels. Já que estamos neste ponto, aproveito para dizer que o visual de Granblue Fantasy VS é realmente soberbo. O motor visual da Arc System é usado com mestria para oferecer movimentos fluídos e muito detalhe às personagens, assim como os cenários. Granblue Fantasy VS é um jogo bonito de se ver e até a direcção artística é muito boa.

Por outro lado temos uma banda sonora com muita qualidade, fazendo tocar várias músicas bastante boas. No que respeita às vozes, temos versão em inglês e japonês que fazem um muito bom trabalho independentemente da versão que quiserem escolher.

O ponto principal de Granblue Fantasy VS é o seu combate em 2D clássico e aqui, embora pareça muito simples a início, até que se revela como um jogo bastante profundo e com nuances feitas a pensar nos sistemas maid competitivos. Com um misto entre personagens que são boas à distância e outras melhores em combate de proximidade, é preciso aprender a dominar o combate para não serem dizimados no online. Como cada personagem tem uma série de habilidades unicas e estas estão dependentes de barras de cooldown, alguns ataques mais poderosos não podem estar sempre a ser usados.

Este é um combate bastante fluído e dinâmico e que consegue criar momentos de bastante tensão, especialmente quando percebemos que existe uma grande diferença entre ser agressivo e expor a personagem e jogar calmamente para tentar criar aberturas na defesa do aversário. Isto é especialmente gritante a jogar online, onde os outros jogadores tentam sempre ao máximo jogar de forma inteligente e estas partidas parecem jogos de gato e rato, especialmente a tentar encostar o adversário à parede.

Falando um pouco mais do Online, este funcionou muitissímo bem, a procura por adversários é rápida e o código de servidores é quase infalível. Fiz uns quantos jogos na nossa Livestream do jogo em directo e mesmo assim não se viram quebras de fluídez. Granblue Fantasy VS usa sistema de procura directa e também um lobby onde podemos encontrar outros jogadores nos seus afazeres. Só temos acesso a mais funcionalidades à medida que jogamos e somos qualifiacados a nível de ranking.

Mesmo que seja um jogo bonito e com boa jogabilidade e uma campanha bastante repetitiva, mas que cumpre os seus objectivos, Granblue Fantasy VS peca imenso por causa do seu conteúdo. Como jogo base e sem contar com DLC que já estavam planeados meses antes do lançamento (o que acho sempre uma política terrível), Granblue Fantasy VS tem muito pouco conteúdo. Temos apenas 10 personagens e quase metade disso já empurradas para DLC, temos apenas oito cenários e não existem mais modos entre os que falei além do de treino. É muito pouco conteúdo para um jogo vendido a preço inteiro e uma decisão que mancha um jogo que podia ser imediatamente recomendado.

Granblue Fantasy VS é uma proposta fantástica para qualquer fã da série ou para quem gosta de um grande jogo de luta, no entanto, o facto de ter uma campanha tão básica e tão pouco conteúdo preso em DLC, fazem com que não o consiga recomendar, com muita pena minha, pois eu gostei bastante de o jogar e a forma como representa com qualidade este universo.

Positivo:

  • Visual estupendo
  • Combate estratégico e fluído
  • Online funciona muito bem
  • Boa adaptação do universo Granblue

Negativo:

  • Poucos cenários e lutadores base
  • Modo RPG algo repetitivo
  • Conteúdo preso por DLC

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram