Análise – Another World: 20th Anniversary Edition

another-world-20th-anniversary-rev-top-pn

Another World é um jogo do tempo da Amiga dos inícios dos anos 90 que impressionou muita gente com os seus elementos inovadores. Não bastou muito tempo para ser lançado mais tarde em consolas como a Mega Drive, Super Nintendo, PC e em 2011 recebeu uma versão para comemorar o 20º aniversário.

Esta nova versão de nome Another World: 20th Anniversary Edition tem sido lançada em várias plataformas ultimamente como dispositivos móveis, PC e eis que a Wii U e a 3DS são as primeiras consolas a receberem esta nova versão, estando a PS3, PS4, PS Vita e a Xbox One na calha para receberem esta criação do francês Éric Chahi.

another-world-20th-anniversary-rev-6-pn

Another World conta a história de um jovem cientista que num dia perfeitamente normal desloca-se ao seu laboratório. O que parecia ser um dia normal acaba em desgraça quando após uma experiência este vê-se ser transportado para um mundo misterioso com criaturas nunca antes vista. A nossa personagem terá que fazer de tudo para sobreviver e escapar de mundo hostil.

O jogo decorre numa visão lateral onde controlamos a nossa personagem de um lado para o outro. Como grande parte do nosso jogo centra-se na sobrevivência, certas situações terão que ser abordadas com cuidado, havendo monstros a quererem matar-nos, armadilhas espalhadas pelo cenário e puzzles para resolver.

another-world-20th-anniversary-rev-5-pn

Another World é o perfeito exemplo de um jogo minimalista onde a comunicação e menus são praticamente inexistentes. Grande parte do jogo é composto por inúmeras cinemáticas e situações espectaculares que dão uma grande variedade e momentos únicos. Por exemplo o começo do jogo coloca-nos dentro de água com a personagem a afogar-se, sendo necessário nadar para a superfície, mas o nosso descanso interrompido por um monstro e teremos que fugir pelo cenário sem haver como nos defender.

A progressão é feita de muitas e muitas mortes. Com um sistema de checkpoint bastante justo, vamos passar por um sistema de trial and error, onde as mortes não nos irão frustrar, mas sim ensinar as várias maneiras de como superar a situação que nos é interposta. Fica já aqui dito, Another World não é um jogo fácil mas é recompensador.

another-world-20th-anniversary-rev-4-pn

Para a altura, Another World é um jogo com um apresentação bastante peculiar e graças às inúmeras cinemáticas, parece que estamos dentro de um filme interactivo. O mundo e os cenários deste jogo são excelentes e dão um ambiente de ficção científica memoráveis. Esta versão do jogo possuí a opção de alterarmos os gráficos do jogo por arestas mais polidas e outras adições ao jogo que não desvirtuam a ideia inicial.

Se ainda não experimentaram Another World, então devem claramente dar uma espreitadela a este jogo. Apesar de alguns elementos do jogo parecem um pouco datados, a experiência no geral é digna de ser comprada por todos os que gostam deste tipo de aventuras.

Positivo:

  • Aventura interessante
  • Apresentação retro impressionante
  • História e localização
  • Minimalismo
  • Jogabilidade simples…

Negativo:

  • …mas um pouco arcaica

pn-muitobom-ana

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Kanudo

Eu joguei isto recentemente e devo dizer que achei o jogo bastante frustrante. Consigo perceber o porquê de ser um jogo de culto na altura que saiu, mas envelheceu muito mal. Nem fazes ideia quantas vezes tive de repetir a sequência da caverna até descobrir que estava a ir pelo caminho errado durante aquele tempo todo, sem esquecer os vários momentos ” como é que raio era suposto descobrir isto!?” ao longo do jogo todo. Mesmo assim, lá consegui chegar ao fim daquilo (com ajuda de uma walkthrough) e é sempre engraçado descobrir que levei 3 horas a terminar quando é um jogo que pode ser terminado em menos de 1 hora xD

LuisLimox

True story, não é um jogo fácil. Acho que deve-se ao facto de ser um jogo MUITO diferente dos que eram lançados na altura, desde a apresentação até ao minimalismo constante. Eu adorei, mas também sou suspeito…i’m a sucker for big pixels xD

Sururu

Eu adorei este jogo quando saiu, faz mais de 20 anos.
A verdade é que estava a aguardar por uma evolução. Embora sempre esperasse por uma mecãnica de jogo identica, a historia deveria continuar, e graficamente o jogo tinha de evoluir.
Gastar dinheiro em jogos ultrapassados, em que somente se limpa o pó, não obrigado.

Nirvanes

Joga o Heart of Darkness da PS1.

Marco Correia

” onde as mortes não nos irão frustrar, mas sim ensinar as várias maneiras de como superar a situação que nos é interposta”

https://www.youtube.com/watch?v=H47ow4_Cmk0

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
5
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x