Animes do Verão 2018 – Hanebado!

A temporada de Verão 2018 começou e alguns animes já alcançaram a sua meta de 3 episódios. Devido a isso achei que é uma boa altura para pegar em Hanebado! e falar um pouco sobre a impressão inicial que o anime oferece (livre de spoilers), bem como sobre aquilo que o anime promete oferecer ao longo do seu percurso.

Hanebado! é uma adaptação da manga de Kousuke Hamada e está disponível na Crunchyroll (incluíndo Portugal), ainda não foi confirmado quantos episódios vai receber.

Tenho de começar por dizer que badminton foi aquilo que mais gostei de fazer em educação física e tenho pena de não ter encontrado ninguém fora das aulas que estivesse com interesse em continuar a praticar o desporto. Por esta altura já faz um bom par de anos desde a última vez que pratiquei badminton e isso muito provavelmente iria reflectir-se caso fizesse uma partida com alguém. Com o anúncio de Hanebado! não liguei muito ao anime, apenas estranhei o desporto selecionado para o mesmo, mas no fim sempre decidi em dar uma oportunidade já que de certa forma este é o meu desporto favorito ao qual nunca cheguei a prestar muita atenção.

Comparando Hanebado! a outros animes de desporto, diria que a impressão inicial que este oferece é semelhante a Free! e Sound! Euphonium, ou seja, não está tão focado no desporto em si mas sim na drama das personagens que de certa forma anda por de volta de badminton. Os primeiros três episódios certamente reflectiram isso, abordando a drama de Ayano não querer jogar badminton, explorando a razão e tentando resolver o problema da personagem que também acabava por afectar quem a rodeava.

Por esta altura é complicado identificar quem é a personagem central de Hanebado!. Por um lado temos Ayano Hanesaki que tem sido o foco principal da história, mas por outro Nagisa Aragaki é quem tem demonstrado dificuldades e um espirito de rivalidade para com Ayano. A apresentação inicial é feita com o dilema de Nagisa a não conseguir estar ao nível de Ayano, mas até agora Ayano é quem mais tem roubado a atenção do anime, mesmo quando a mesma acaba por juntar-se ao clube de badminton da sua escola, que é o mesmo de Nagisa.

Obviamente que o elenco conta com mais para além Ayano e Nagisa, e as personagens secundárias necessitam de receber um pouco mais de luz para se destacarem. Até ao momento apenas um par delas tem recebido uma ou duas linhas de diálogo mas não é o suficiente para as completamente estabelecer, e algo mais interessante é o facto de clube contar tanto com raparigas como rapazes, algo que em animes de desporto normalmente não acontece. Se o mesmo decidir dedicar algum tempo para aproveitar e explorar os vários tipos de relações que poderão surgir, seria algo mais a seu favor tendo em conta que badminton tanto pode ser jogado a solo como em duplas.

Fico curioso quanto ao que os próximos episódios do anime poderão oferecer, uma vez três episódios foram o suficiente para avançar com as personagens e resolver o problema que havia sido inicialmente apresentado. A minha pergunta é se a partir de agora a história vai estar mais virada para o desporto em si, com sessões de treino e torneios, ou se irá apresentar novos problemas para as personagens enfrentar. Pegando novamente nos exemplos de Free! e Sound! Euphonium, as personagens destes animes demoraram uma temporada inteira para resolver o problema principal que estavam a enfrentar, mas com isto já feito em Hanebado! se o anime decidir voltar a criar complicações semelhantes logo após as ter resolvido então a qualidade da história poderá descer.

Como nota final tenho a destacar a animação de Hanebado!. As poucas partidas de badminton que nos foram apresentadas nestes três episódios estiveram bem animadas e no geral a qualidade da animação tem estado ao mesmo nível. A banda sonora também tem tido os seus momentos, mas se formos comparar a algo como Haikyuu!! então ainda necessita de dar uns passos em frente. Num todo os episódios iniciais de Hanebado! não vão agradar a todos devido à sua história, mas se o resto desta temporada conseguir subir de nível, este poderá tornar-se num anime a recomendar.

Mathias Marques

Editor oficial desde Agosto 2014 Para além de videojogos também gosto de anime. Podem ver-me a apregoar sobre ambos os assuntos no site em forma de notícia, artigo ou análise. Tenho a sorte de encontrar momentos parvos enquanto estou a jogar, ou de os criar eu mesmo.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Share

You may also like...