Análise – DanMachi (Vol. 8)

  • Volume: 8
  • Géneros: Acção, Aventura, Comédia, Fantasia, Harem, Romance, Seinen
  • Publicadora JP: SoftBank Creative
  • Publicadora ING: Yen Press
  • Formato: Light Novel

O autor continua a sua promessa em focar a maioria da história fora da dungeon para poder explorar a cidade de Orario, e este novo volume acaba por fazer mais do que isso.

O oitavo volume decide focar-se no quotidiano de várias personagens, ou seja, este volume acaba por ser uma coleção de short-stories que decorrem durante uma nova tentativa de invasão à cidade de Orario por parte do Deus da Guerra Ares. O que acaba por ser engraçado pois estamos a ver pequenos momentos da batalha e a passar de imediato para uma história que não está relacionada com o assunto.

SINOPSE

The Rakia Kingdom dispatches soldiers. The God of War Ares leads the army of 30,000 on a sudden invasion.

As the sounds of their thunderous march approaches the Labyrinth City Orario…not much changes.

On the other side of the wall, the invaders raise their war cries but inside, the adventurers continue their peaceful daily lives. A prom marriage proposal, a city girl’s secret, romantic ballads serenading the deities—and a goddess weaving her own love song.

These are the ordinary days of the gods their children in Orario.

 

A batalha que está a acontecer mesmo às portas da cidade é algo que nos é imediatamente introduzido e que vamos visitando aos poucos para ver a sua progressão e ao mesmo tempo dar a sensação de que o tempo está a passar, enquanto as histórias de várias personagens que vivem na cidade de Orario nos é contada. Bell sendo o protagonista obviamente que está presente em todas as histórias, mas na maior parte do tempo ele acaba por ser apenas uma personagem secundária, sendo que o foco recai sobre os outros membros da sua Familia e outras personagens secundárias que estejam envolvidas na história em questão.

O facto de o autor se ter decidido por pequenas histórias enquanto uma maior está a acontecer foi uma boa jogada. Simplesmente devido ao facto de a batalha que está a acontecer durante um par de dias faz com que as aventuras a solo que as personagens estão a ter estejam ligadas de certa forma devido a outros pequenos acontecimentos. O que na minha opinião acaba por dar mais valor a estas histórias ao contrário de se estas fossem histórias isoladas, que apenas dariam o ar de “isto aconteceu entretanto entre x e x capítulo” e acabariam por não ter tanta importância.

Tendo em conta que na análise ao volume 7 referi que a história estava a precisar de tirar um tempo para acentuar as coisas, e também para explorar um pouco as novas personagens, este volume foi mais que bem vindo. Não só explorou um pouco mais personagens que já andavam presentes desde o início como também se focou em personagens recentes e até personagens secundárias que não receberam grande tempo de antena. Aproveitando ao mesmo tempo para dar a conhecer um pouco mais a cidade de Orario e o mundo em que a história toma lugar. Este volume faz o trabalho que a série estava a precisar em termos de personagens, levando-nos a conhece-las melhor e estabelecendo novos objectivos para as mesmas, que poderão ser usados nas próximas histórias.

Ao mesmo tempo, o facto de Ares estar a tentar invadir Orario também tem o seu peso, mas isso vai jogando lado a lado com algumas das short stories que vão acontecendo. Sendo o facto mais importante o final deste volume que estabelece o que poderá ser o elemento importante do nono volume de DanMachi. Que tanto poderá ser algo que irá elevar a qualidade da história ou apenas ser um acontecimento que não irá ter o efeito desejado.