PróximoNível Podcast 5 – Qual o valor de um jogo?; Lançamentos em Arcade e The Last Guardian

header-podcast-5-pn-n

Boas a todos e sejam bem-vindos a um novo Podcast semanal do PróximoNível.

Nesta semana, o Daniel, o Alexandre, o Lemos e o Roberto discutem o valor de um jogo tendo em conta a sua longevidade e conteúdo.

Comentamos o lançamento primário de grandes jogos nas arcades japonesas e damos a nossa opinião sobre os constantes problemas de The Last Guardian.

Não se esqueçam, podem deixar as vossas sugestões de temas e perguntas na zona de comentários em baixo, assim como vídeo na página do Youtube.

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silver4000

Os 60€ depende mesmo da opinião da pessoa.
Eu não dou mais de 25€ por jogo, excepto algumas excepções, mais devido a jogabilidade que me entusiasme, novidades que introduzam, e do jogo em si.

O caso do MGS GZ/FF XV Episode Duscae, o XV Episode Duscae talvez fosse um o qual ponderasse dar os 20€, o Ground Zeroes já nem assim tanto, por exemplo, comprei-o por 5€ nas promoções da store e embora já o tenha completado. Volto sempre lá para me divertir mais um pouco, pois o jogo está bom, e está bem organizado, uma base open world fechada e cheia de guardas, posso tanto ir por stealth como ir à Rambo. Ainda no outro dia andei por lá a divertir-me com 3 guardas inconscientes no carro e uma musica romântica a tocar, a conduzir debaixo de fogo. Vendo toda a diversão que estou a ter agora, daria bem os 20€ por ele.

Desde que o novo Dissidia venha para cá, fico contente.

Lfo

Um pequeno reparo, a demo do FFXV não vem de graça com o Type-0. O Type-0 é que vem de graça com a demo do XV 😉

Silver4000

Embora seja uma boa estratégia, é mal jogado, já que o Type-0 é um bom e interessante jogo, mas vai sofrer devido à demo.

Daniel Silvestre

Quistis best girl in Final Fantasy

Lobeon

O vosso debate sobre o valor de um jogo caiu só sobre os B2P, poderiam fazer o mesmo também para os P2P e F2P?

Watsuki

Como eu te compreendo Shadow, a minha vita já valeu a pena só para jogar o Isaac.

Quanto ao valor dos jogos, de forma resumida, eu não me importo de dar 60 euros por um bom jogo, e quando digo um bom jogo falo em qualidade e não quantidade, não se justifica “encher chouriços” com side quests medíocres só para aumentar o tempo de gameplay, o que realmente me chateia é comprar um jogo de 60 euros no lançamento e ter logo mais 50 euros ou mais em DLCs como é o caso do Evolve entre tantos outros.

Kanudo

“Um jogo vale o que quiserem dar por ele” pronto, feito. Não se fala mais no assunto, o homem já disse tudo.

Sugiro trazerem o Edgar Silvestre para o podcast e falarem sobre os Óscares.
Também podem falar sobre o Resident Evil Revelations 2.

Raizor

Sugestão (a mesma que no anterior)
(Tema/Pergunta)

– Acham que, hoje em dia, cada vez mais as produtoras recorrem a DLC´s /actualizações para “acabarem” os jogos depois de já terem sido lançados?
Dois exemplos: DriveClub e Assassins Creed Unity. DriveClub quando foi lançado teve muitas criticas negativas…hoje em dia e depois de varias actualizações há pessoal que diz que já nem parece o mesmo jogo. AC Unity foi um jogo que teve ( e se calhar ainda tem) imensos problemas. Parece que foi lançado para o mercado a 60% ou 70%. Teve que receber actualizações gigantescas para funcionar razoavelmente bem.
Parece que o pós lançamento dos videojogos é muito importante hoje em dia ” Vamos lançar o jogo neste estado, e depois vemos as reacções do público para ver como o devemos terminar” – Será que estou a exagerar ? Será que isto vai acontecer mais vezes daqui para a frente ? digam-me a vossa opinião.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
8
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x