O que diz o Fox? – Artigo 1

Introdução:

Recentemente estreámos aqui no PróximoNível uma nova rubrica inteiramente composta por membros da nossa comunidade. Assim nasceu o Modding Zone, uma rubrica semanal de comunidade idealizada e escrita em conjunto pelo Silver4000 e o Tylarth.

o-que-diz-o-fox-1-raposa-pn

Como disse na introdução do Modding Zone, a nossa comunidade é mesmo soberba e cheia de ideias interessantes para partilhar. Depois de nos ter brindado com um excelente PróximoNível ao Domingo, o FoxRS não podia ficar-se por aí. Afinal ele adora escrever e parece que ainda existe muito para esta raposa contar.

Assim sendo, o FoxRS passa a ter uma rubrica semanal no PróximoNível a qual podem encontrar aqui todas as sextas-feiras. O que tem o Fox para contar? Isso só o Fox pode dizer!

Daniel Silvestre

o-que-diz-o-fox-1-top-pn

Se vocês pertencem aos mais de 300 milhões de visualizações de um certo vídeo-sensação do YouTube, então talvez se tenham apercebido da origem do título desta nova rubrica. Não sei bem o que estive a fazer até então, mas a verdade é que só vi o famoso vídeo “Ylvis – The Fox (What does the Fox say?)” já bem no fim deste frio e chuvoso Janeiro de 2014. Exacto! Onde é que eu andei, não é? Tenho de rever as minhas prioridades, claramente! São, à data, 350 milhões… e tal… de visualizações, e nenhuma delas é minha. Estou triste. E agora já não estou.

O Fox diz muito mais do que “ding ding ding” e “jacha-chacha-chacha-chow!”, apesar de os considerar argumentos bastante válidos. Na verdade o Fox diz montes de cenas! O Fox é um tipo que gosta imenso de dizer coisas! O Fox… (suspiro) O Fox nunca se cala, é um chato e escreve muito. Nunca ninguém tem paciência para aturar o Fox. Tendo isso em conta, decidiram que seria engraçado se eu tivesse uma rubrica só para mim e eu lá concordei. Alguém lá em cima deve querer desejar-vos mal, e olhem que eu não sei quem poderá ser, já que escrevo-vos de um sótão e não estou a ver ninguém acima de mim. Bom, nesse caso, alguém lá de baixo não gosta de vocês. De qualquer modo, agora já tenho um sítio para escrever muito (iei!), com direito a um título e tudo!

Mas o que vai o Fox dizer? Há que ter em conta a presença no PróximoNível, há que falar de temas. Porque falar de temas é do melhor que há! Só para verem a lata que algumas pessoas têm, ainda a semana passada li um artigo de um sujeito que não falou de temas. Estragou-me o resto do dia, naturalmente… É para evitar situações semelhantes que quero falar de temas e de temas falarei, até que a voz me doa ou, fazendo a devida conversão para o mundo digital, até que os dedos me doam. E nisto, ainda não se sabe o que diz o Fox e já vamos no terceiro parágrafo. Pfff…

“Queremos ler sobre temas!”, gritam vocês, com razão. Mas que querem que faça? É a minha primeira vez numa rubrica. Estou nervoso, tenho o teclado a tremer e o ecrã está a suar. Tenho de escolher bem o que escrever, porque é deste artigo que vocês se vão lembrar. Agora imaginem que não gostam nada disto e não tem sucesso nenhum, nem sequer vou conseguir escrever outra vez. Tem de ser com calma, criar o ambiente (umas velas, talvez? Hmmm, não, esqueçam lá isso) e só então acelerar a fundo, como num bom carro. Querem que fale de carros? Ok, não vou falar de carros.

o-que-diz-o-fox-1-ford-focus-rs-pn

Não consegui resistir… Fun fact: este é o verdadeiro “FoxRS”.

Fox, já vais no quinto parágrafo! Queremos cenas! Qualquer coisa, mas por favor, escreve!” Bom, se calhar posso começar por dizer que a minha intenção não passa por escrever muito sobre coisas. Ou seja, posso escrever muito e posso dizer coisas, se é que me entendem. Não? Pois, eu também não. Vou pegar em temas (como prometido) que podem ser actuais ou não, que podem ser controversos ou não, posso reviver bons momentos ou dizer mal de alguém ou de alguma coisa. Também posso dizer bem, se for mesmo preciso. Sou livre, o tema é livre, este país é livre e os livros são livros (ler faz bem).

Desta vez começo a matar ao dizer que “TODOS OS JOGOS DEVIAM SER COMO JUST CAUSE 2… mas ainda bem que não são”. É um bom subtítulo, não concordam? Alguns de vocês saberão da minha “paixão” pelo jogo. Sempre que surge uma hipótese de incluir uma referência, esta não me escapa. E quando, anualmente, se faz a votação para o “Jogo do Ano”, sinto-me na obrigação de questionar por que razão não está o jogo na lista, apesar de já ter uns anitos. Não é deste ano, e então? Lá porque no regulamento diz que têm de ser jogos do próprio ano não é razão para excluir jogos de anos anteriores. “É, é, Fox.” Ok, talvez seja. Ainda assim…

Mas o que tem o jogo de tão especial? Naturalmente, não me vou alongar. A internet está cheia de “zeros” e “uns” que, tudo misturado (provavelmente numa Bimby), resulta numa data de coisas divertidas sobre Just Cause 2. Todos os jogos deviam ser como este. Tem liberdade, bons ambientes, grandes paisagens, pessoas simpáticas, um clima agradável e boa comida. Sentimo-nos bem naquele jogo, e nem é necessário fazer o que nos pedem. Para jogar não é preciso jogá-lo (esta foi profunda…).

Just Cause 2 é especial. Todos os jogos deviam ser como este. Mas ainda bem que não são. Já viram se todos os jogos fossem especiais? Depois como os destacaríamos dos outros? “Caros leitores, o novo jogo do Thor é verdadeiramente especial. Tem 20 valores, um canudo e o selo de recomendado! O novo Call of Duty, por outro lado, também é especial à sua maneira. Selo de recomendado, 20 valores e dois canudos!” Não queria viver nesse mundo.

o-que-diz-o-fox-1-thor-pn

GOTY!!! “G” de God, “O” de of, “T” de Thunder. Que quererá dizer o “Y”?

E isto depois cria aquela necessidade de se exigir uma sequela imediata de um jogo bom (ou de um filme, ou de um livro, ou de um prato principal: querem logo a sobremesa). Nem há tempo para apreciar o prato. Este, quer o prato, quer o jogo, deve ter o seu tempo de reflexão, sem estar a pensar no que se faz a seguir. Depois do almoço, por exemplo, o que apetece mesmo é uma bela de uma sesta. Se depois de almoço já estivermos a pensar no jantar, este vai sair prejudicado.

Da comida passo para os jogos e arranjo-vos já um bom exemplo. Adorei o Mafia 2. É um excelente jogo, que tinha tudo o que precisava para ser um futuro clássico, como foi o primeiro. Mas tem um pequeno problema: foi feito para ser um jantar, mas já a pensar na ceia. O primeiro Mafia foi um belo almoço. Houve tanta gente a gostar, que mais parecia a “Feijoada da Ponte”. Para o público mais novo, quando a Ponte Vasco da Gama inaugurou, em 1998, fez-se uma feijoada gigante em cima desta, com centenas de pessoas. Mesmo à portuguesa…

o-que-diz-o-fox-1-feijoada-da-ponte-pn
”Passa-me aí o piri-piri!”

Depois de tamanha feijoada, houve uma sesta maravilhosa. Portanto, como o segundo Mafia foi feito a pensar no que vem a seguir, isto é, não tem um verdadeiro fim, não é possível destacá-lo como um acto só, não é possível admirá-lo como uma obra única e, portanto, não é especial. Basta olhar para a Rockstar que, umas vezes com mais sucesso que outras, consegue criar obras completas, verdadeiras feijoadas da Ponte. Pensem nisso. E é isto que diz o Fox!

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lfo

Ylvys-Fox, tem as minhas dancerinas favoritas.
Tens de ver a versão portuguesa, que deslumbre!
Quando vi a última imagem pensei que era a pausa para almoço na Luigis Pride.
Very good read!

tylarth

Grande Fox, lembro-me de ter 6 anos quando houve essa grande feijoada, o meu pai e o meu tio foram, dizem que lá para o fim só havia feijão e molho xD.

FoxRS

Fiquei bem desiludido quando soube que tinha sido tudo feito para um anúncio ao Fairy que, supostamente, com 1 litro do produto deu para lavar a pratalhada toda. Pois, pois! xD

E, a propósito, recomendo este textinho:

http://anunciosdatv.com/site/2012/09/detergente-fairy-faz-20-anos-toda-a-verdade/

Qu@rk

Agora,temos leitura para sexta, sabado e domingo, não nos podemos queixar que não temos nada para fazer ao fim-de-semana. Temos melhor comunidade de todas. 😀

Silver4000

O Fox diz, carros, Just Cause 2.
E em especial nesta, feijoada.

Ainda está para vir muito, com tema livre, mas aposto que o próximo vai ter carros 😛
“God Of Thunder Yankies”

FoxRS

O Fox também diz coisas mais profundas (depende da panela) e estou aberto a sugestões. ^^

Silver4000

http://farm7.static.flickr.com/6079/6125805664_a693f3316e_b.jpg

Queres maior? 😛

Hum… sei lá, começa por falar sobre os teus primeiros anos sobre… jogos, carros… miúd… ahem… não sei…. 🙂

marceloo447

Mais um motivo para esperar ansiosamente pelas sexta-feiras! Artigo bastante bom!

FoxRS

Thanks! Fico muito contente por dizeres isso! =D

Sanchez

Just Cause 2 é só dos melhores jogos que já joguei. Bugs? Falas repetidas? Missões repetidas? Péssimo voice-acting? Who cares? Divirto-me pá catane com aquele jogo! Um óptimo artigo. Espero pelo próximo. Forte abraço!

Nirvanes

Li na diagonal, o que retive do que li… Mafia 2 <3

FoxRS

eheheh, então não te chateies muito quando leres na horizontal. xD JK, adoro o jogo. Mas ainda assim, coiso. x)

Majinalex

Espero que não te tenha doido os dedos XD. Belo artigo Muito Bãoo

FoxRS

doido és tu! 😀

Guilhathorn

God of Thunder Yoghurt xD Para mim existem inúmeros jogos especiais à sua maneira, mas poucos são perfeitos (se é que algum o é). Acho que ser especial e ter 20 valores não são aspectos equivalentes e nem acho que a existência de um implique a do outro 😛
Excelente rubrica, este site está-se a tornar uma bela parideira deste tipo de coisas xD

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
15
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x