GTA 6 existe, mas que demore o tempo que for preciso

Ainda antes de GTA 5 ter sido lançado, já se sabia que ia haver um GTA 6 e como é óbvio, enquanto escrevo estas palavras, posso já aqui garantir que vai haver um GTA 7. Esta franquia é demasiado lucrativa e poderosa para alguma vez parar no tempo e nunca mais receber um jogo.

Sim, eu sei, GTA 5 já está cá desde a geração da PS3 e Xbox 360 e ainda vai estar por cá na actual geração, mas embora a longevidade de GTA 5 já faça lembrar Skyrim em termos de memes, é mais do que certo que a Rockstar já está a trabalhar em GTA 6, seja em que estado de desenvolvimento esteja.

Nos últimos dias surgiram novos rumores em relação à personagem principal que pode vir a ser uma mulher e também sobre teconologia associada a NPC, tudo coisas que a Rockstar terá certamente em mente e estará a colocar em cima da mesa para o próximo jogo. É certo que irá ter um novo mapa, uma nova história, novas coisas para fazer e muitas melhorias.

Mas os jogadores nunca estão satisfeitos e sabemos bem que estamos sempre à espera do próximo grande jogo e do próximo grande projecto. Exista ou não, estamos sempre a contar com um novo GTA, um novo Pokémon, um novo Mario, Halo, etc. Está no nosso ADN imaginar o que virá a seguir e criar cada vez mais entusiasmo/hype em relação aos próximos jogos.

No entanto, vamos com calma! Eu sei bem que poucos vão ter calma quando a Rockstar revelar oficialmente GTA 6 e o hype vai subir a níveis gigantescos quando o novo jogo estiver nas bocas do mundo. Em certo ponto não tenho grande receio dos padrões de qualidade da Rockstar, pois sei que eles demoram o tempo que for necessário, nem que seja preciso fazer o muito criticado crunch.

Por isso mesmo é necessário ter calma. Mesmo que os Grand Theft Auto costumem ser lançados com um nível de experiência bastante positivo, temos sempre de olhar para o estado da indústria e pensar em modelos recentes. Carrascos que impedem que a indústria seja um mar de rosas e exemplos como o recente Cyberpunk 2077 são o alarme perfeito.

 

O hype será sempre um dos maiores inimigos de qualquer videojogo, pois por mais perfeito que estes sejam, o hype vai sempre assumir uma dimensão enorme e fazer acreditar que vai ser melhor até do que é possível com as ferramentas actuais. É certo que a Rockstar arranja sempre forma de supreender, mas nem sempre as coisas correm pelo melhor e as equipas de desenvolvimento vão mudando com o passar dos anos.

O cenário que é preciso que nos lembremos é da força demolidora que os jogadores costumam exercer sobre as companhias. Por muito que acabemos por ter razão depois de um lançamento de um jogo quando este é terrível ou tem problemas, não podemos ter outro cenário como o de Cyberpunk 2077 onde não só a CD Projekt Red esteve disposta a lançar um jogo inacabado, como foi pressionada com ameaças de morte para o fazer. Não só isso é ignóbil do ponto de vista humano, é exactamente o oposto da mensagem que o estúdio precisa: “façam isso depressa ou podem perder as vossas vidas!” O que é isto, uma linha de um vilão do 007?

O hype e a pressão podem vir a tornar uma má situação numa ainda pior, por isso não vale a pena estar já a extrair sumo gota a gota dos rumores de GTA 6 e criar hype ou reacções negativas. Se tiver que demorar que demore, se tiver de ser adiado, que seja, se tiver que adaptar a novas realidades de produção mais humanas, que o façam. A Rockstar que demore o tempo que tiver a demorar e que faça um jogo completo e funcional como já nos habituou no passado. Nós podemos ajudar, bastante que não estejamos a estorvar.

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x