Arknights – Introdução

Já faz algum tempo em que tinha a ideia de fazer algo relacionado com Arknights, e até cheguei a falar um pouco sobre isso. Isto é algo que devia ter sido feito logo a início quando o jogo ficou disponível, mas cerca de dois meses mais tarde (ou mais talvez, até fico espantado com o tempo que já passou) e ainda cá estamos. A razão é simples, esqueci-me por completo apesar de ir para o jogo todos os dias.

Então e o que é Arknights, algo que tem consumido parte do meu tempo desde o seu dia de lançamento e uma das minhas escolhas para a minha lista de GOTYs deste ano?

Arknights é o típico jogo Mobile com elementos gacha que encontram no mercado mas que decide investir mais na sua jogabilidade. Quando olho para todos os outros jogos Mobile que experimentei ou continuo a jogar, Arknights é o único que aposta em forte nesse aspecto ao adaptar o formato de Tower Defense com vários elementos de estratégia.

Como se isso não bastasse Arknights também foca-se imenso em apresentar a sua grande história com uma excelente arte e banda sonora, algo que em termos Mobile até agora apenas havia encontrado em Fate/Grand Order.

Começando então pela história do jogo, Arknights tem lugar numa Terra que já viu melhores dias. A humanidade, que é composta por humanos que possuem características de animais ou outro tipo de seres mitológicos como anjos e demónios desde caudas e orelhas/chifres ou até um aspecto totalmente animalesco sem traço de feições humanas, não está totalmente ligada apesar do caos na qual se encontra.

Parte da razão de a humanidade encontrar-se em caos deve-se também ao facto de a mesma não estar 100% unida. Isto porque algumas pessoas estão infectadas devido a um mineral chamado “Originium” que é deixado para trás após cada desastre de origens desconhecidas que acontece.

Esta infecção dá origem a uma doença chamada “Oripathy” que deixa marcas visíveis nos infectados, apresentando-se como cristais negros que aparecem em pequenas ou grandes quantidades no corpo dos infectados. Esta doença é totalmente fatal, sem cura, e facilmente transmissível no momento da morte de qualquer infectado, daí a várias pessoas terem medo e de oprimirem qualquer infectado que vejam incluindo o próprio governo de múltiplos países.

Graças a essa opressão, que varia entre serem ignorados quando necessitam de ajuda a serem alvos de violência física, alguns dos infectados acabaram por criar facções com diferentes objectivos. O maior perigo destas facções é a “Reunion“, uma facção criada com o intuito de vingança contra a opressão que os infectados recebem a qualquer tipo de custo, nem que tenham de sacrificar outros infectados.

A história do jogo começa com uma operação levada por Rhodes Island onde com objectivo de resgatar uma pessoa bastante importante e que é denominada como “Doctor”. A relação entre o Doctor e Rhodes Island Pharmaceuticals já tem raízes, mas o mesmo está a sofrer de amnésia ao ponto de não recordar-se da situação na qual está nem dos membros dessa organização, incluindo Amiya, a líder de Rhodes Island e que aparentemente possui um passado com o Doctor.

O objectivo de Rhodes Island é o de encontrar uma cura para a Oripathy, sendo que de momento apenas conseguem controlar a doença e aliviar sintomas que os infectados possam possuir. Doctor estava a pesquisar por uma cura antes do incidente que lhe causou a amnésia e também a controlar as forças defensivas de Rhodes Island, daí a operação para o resgatar, pois Doctor é a melhor aposta que todos tem para encontrar uma cura.

O grupo de Rhodes Island é composto por várias pessoas que decidiram juntar-se à causa quer por não terem para onde mais ir, por contratos, ou até empréstimos feitos por outras organizações como a Lungmen Guard Department que tal como o nome indica é uma força dedicada a proteger os habitantes de Lungmen, ou até a Rhine Lab, uma organização que foca-se em pesquisar vários projectos clínicos, incluindo Oripathy.

Apesar de funcionarem em conjunto com outras organizações e até governos e ONGs que suportam os infectados, Rhodes Island continua a não ser vista com bons olhos pela maioria do mundo, em especial por empregar tanto infectados como não infectados e de envolverem-se em situações perigosas que envolvem os infectados.

Resumindo, os habitantes do planeta estão em caos devido à infecção criada por envenenamento de Originium que tem uma enorme taxa de mortalidade e infecção sem cura possível no momento. Isso leva à opressão dos infectados por parte da maioria do público o que causou a criação da “Reunion” que quer vingar-se deste sistema.

Quanto ao resto do mundo, este começou a construir cidades móveis para poderem sobreviver aos desastres, enquanto que outros começaram a desenvolver magia utilizando Originium, sendo que alguns operadores de Rhodes Island e todas as outras organizações também utilizam este método de combate.

Em termos de setting esta acaba por ser a introdução de Arknights. O primeiro episódio foca-se no resgate do Doctor mas após isso a história começa a focar-se na resistência contra a Reunion, uma guerra que irá ditar a vida de muitos.

Deixo o artigo por aqui juntamente com os trailers dedicados aos grupos principais que o jogador encontra e pode recrutar para si durante o jogo. Mais artigos a detalhar vários aspectos do jogo sairão dentro dos próximos dias.

 

Rhodes Island

 

Black Steel

 

Penguin Logistics

 

Lungmen

 

Kjerag

 

Ursus

 

Rhine Lab

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram