Análise – Wipeout Omega Collection

Nascida e criada no tempo da PS One (em grande parte) Wipeout é uma série que já tem muita história dentro da indústria e uma boa legião de fãs que a acompanhou entre várias plataformas.

Com o fim da Psygnosis, havia dúvidas quanto ao futuro da série, algo que a Sony quis desfazer com o regresso de Wipeout, agora numa colecção alargada e remasterizada para a PS4.

Wipeout Omega Collection é exactamente isso, uma colecção de jogos da série, com três nomes sonantes no seu lineup, Wipeout 2048, Wipeout HD e Wipeout Fury, a expansão para o HD. Ambos aparecem como ofertas distintas, como jogos quase independentes.

 

Como um todo, Wipeout Omega Collection tem imenso para oferecer, pois engloba várias pistas, provas e naves, que precisam de ser desbloqueadas. Existem corridas, contra relógios, provas de velocidade crescente e até uma espécie de shooter com minas. São vários modos diferentes e até existem pequenas diferenças entre cada um dos jogos que mostram de certa forma uma evolução na série.

Como nem tudo está desbloqueado a princípio e a maioria precisa de aprender as pistas, é imperativo realizar a campanha antes de saltar para o online. Posso dizer que apanhei diversos jogos onde lutei para não ficar em último, com muitos segundos de diferença do primeiro lugar. O online tem os modos típicos e básicos que podem imaginar, com a vantagem de ser uma amálgama do conteúdo de todos os jogos. Não vi grandes situações de Lag nas minhas partidas, mas vi alguns erros de conexão com outros adversários.

A jogabilidade permanece muito similar ao que podia ser visto já na PS3, com as normais vantagens de um remaster que salta entre gerações. Não só é um jogo mais bonito, como podem jogar em 4K na PS4 Pro e a 60fps em qualquer uma das outras. Os loadings também são bastante rápidos e dão para aguentar bem.

No que toca à música, Wipeout Omega Collection engloba algumas novas malhas e outras clássicas. Os fãs de música electrônica e house mais underground vão adorar tudo o que foi incluído, sendo um complemento óptimo para dar mais impacto às corridas. Bandas como Prodigy, The Chemical Brothers e Metrik são algun exemplos das muitas bandas e DJs que aparecem por cá para dar mais poder à música (mesmo assim estranho falta de Apex Twin ou Cold Storage).

Se existe alguma falha que posso apontar a Wipeout Omega Collection, é a total ausência de algo que seja realmente novo ou que adicione algo verdadeiramente extra para quem terminou os originais, de qualquer forma, é complicado criticar um jogo que entrega tanto quanto este.

Se alguém ainda tinha medo que Wipeout tivesse sido apagado do mapa, Wipeout Omega Collection só comprova que a série consegue ser tão divertida agora como era há alguns anos. Este é o jogo ideal para nos lembrar a razão de Wipeout ser um clássico, agora queremos mais um, mas desta feita inteiramente desta geração.

WIPEOUT™ OMEGA COLLECTION_20170427103255

Positivo

  • Muito conteúdo
  • Vários estilos de competição
  • Progresso bem doseado
  • Arte e gráficos ainda mais bonitos
  • 60fps
  • Online consistente

Negativo

  • Muito poucas escolhas a início
  • Nem todas as provas são apelativas
  • Nada de extras para veteranos

 

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x