Análise – Street Fighter 5

street-fighter-5-antevisao-preview-pn-n

Depois de vários anos e aquilo que pareceram 50 edições de seguida de Street Fighter 4, a Capcom virou finalmente a página para para a “era” de Street Fighter 5.

Sendo um dos reis e senhor de muitos torneios e eventos dedicados ao género, para muitos, Street Fighter 5 marca a entrada na nova geração de jogos de luta, porém, ficou até aquém das expectativas.

street-fighter-5-analise-review_00006

Street Fighter 5 começa bem, pois tem um visual interessante, vários modos e promete ser o derradeiro jogo da série. Em parte cumpre, em outras falha redondamente, muito ligado ao facto de se comportar como um jogo incompleto e que se “esquece” que também existe toda uma franja de jogadores que não estão assim tão interessados em grandes competições.

Afinal, Street Fighter 5 é na realidade um jogo que parece algo vazio, com a promessa do “comprem agora e vão recebendo o resto do conteúdo depois”. A história por seu lado parece apenas um prelúdio, com dois ou 3 combates por cada lutador, não existe um modo arcade à moda antiga, não há possibilidade de jogar contra o computador no modo Versus e o modo offline principal é o de Sobrevivência, onde lutam contra inimigos em sequência e podem sacrificar pontos para ganhar bonus ou recuperar vida.

street-fighter-5-analise-review_00001

Depois de tudo isto, existe o modo online, que está pejado de problemas de ligação, verdade que não são tão graves como os que surgiram na fase beta, mas que demonstram que os servidores ainda não estão totalmente preparados. Existem promessas de melhorias, mas nada garante que o funcionamento seja sempre constante e isso é essêncial para um jogo deste calíbre.

Isto é uma pena, porque no que toca a jogabilidade, Street Fighter 5 está mesmo muito bom. O sistema de combate está extremamente polido, as personagens altamente equilibradas e as possibilidades de combos e ataques são imensas, especialmente tendo em conta que cada personagem tem até habilidades próprias, como Ryu e a sua possibilidade de bloquear ataques, as corridas de Ken ou o de Rashid de saltar pelo cenário.

street-fighter-5-analise-review_00003

A qualidade do funcionamento do combate, demonstra que os testes feitos antes e a presença do jogo em eventos, ajuda a produzir um melhor resultado, com todas as opiniões dos fãs e prós do género. É um exemplo que até a própria Square-Enix está a seguir com Final Fantasy 15, e que recolhe o melhor resultado.

Além dos lutadores regressados que estão mais polidos que nunca , fiquei bastante agradado com as novas personagens, em especial Laura, F.A.N.G. e Rashid, que são bastante divertidos e introduzem novas variantes de jogabilidade. Por outro lado, já não fiquei tão fã de Necalli., gosto da forma violenta como luta, mas a minha preferência fica mais ligada a personagens menos “brutamontes”. F.A.N.G. é principalmente especial, pois adiciona veneno aos combates, que podem usar para dar dano ao adversário durante um espaço de tempo.

street-fighter-5-analise-review_00002

Como já referi, o visual está bastante bom, com uma fluidez, brilho e qualidade impressionantes. Os modelos das personagens estão muito bons, embora os cenários tenham alguns elementos de fundo menos detalhados. No entanto, estes são bonitos e variados no geral, com os movimentos típicos de NPC. As vozes e a banda sonora estão batante boas, com destaque para uma ou outra música que lembram as melhores do passado da série.

O que me aborrece realmente em Street Fighter 5, é mesmo a forma como parece e funciona como um jogo incompleto. Mesmo que os “prós” nunca toquem nas campanhas, ou que os amigos joguem apenas em Versus, deixa sempre um sabor agri-doce, com as promessas de que vai ter uma campanha maior e vão surgir mais lutadores no futuro. Felizmente, estes podem ser comprados com dinheiro de jogo, mas só deixa no ar a sensação de que o jogo foi apressado.

street-fighter-5-analise-review_00007

Os loadings também não são os mais rápidos, especialmente se gostam de mudar de personagem após cada combate. No nosso caso, até colocámos 5 rounds para que não fosse necessário ter de interagir tantas vezes com os menus.

Eu gosto bastante de Street Fighter 5, mas as práticas em redor deste excelente jogo de luta, fazem com que tropece várias vezes em si próprio até chegar à meta. Se são fãs de jogos de luta e os compram apenas para jogar contra amigos, online, ou para treinar para torneios, então Street Fighter 5 já está bem próximo do resultado que desejam, no entanto, não deixa de ser um jogo incompleto, vendido ao preço normal.

Positivo

  • Jogabilidade precisa
  • Muito bom visual
  • Novas personagens
  • Fluidez dos combates
  • Vão poder comprar lutadores com dinhero de jogo

Negativo

  • História incompleta
  • Poucos modos offline sólidos
  • Online não funciona a 100%
  • Cenários sacrificam algum detalhe
  • Loadings
  • O resultado parece apressado

pn-bom-ana

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram