Análise – Project Cars

project-cars-analise-review-pn-n_00008

Como apreciador de jogos de corridas, vivo numa linha de pensamento engraçada. Os meus jogos favoritos de corrida são da série Burnout, mas passei centenas de horas agarrado a Gran Turismo a tirar licenças e realizar os campeonatos.

Por muito que goste mais de outros géneros, os jogos de corrida acabam sempre por me vir parar às mãos, e não consigo dizer que não.

project-cars-analise-review-pn-n_00005

Foi o que aconteceu com Project Cars, é um dos grandes jogos do ano no que toca ao género, que em tudo me fazia lembrar os tempos mais antigos de Gran Turismo. O resultado está bem longe de o ser, pois Project Cars é um jogo muito igual…a si próprio.

Esqueçam os outros jogos de corrida onde precisam de encher a garagem ou subir na vida a pulso com melhoramentos ao carro, Project Cars é um jogo mais directo ao assunto, com cada corrida a oferecer o carro certo e os pontos funcionam apenas para ganhar campeonatos e seguir em frente.

project-cars-analise-review-pn-n_00004

Este processo permite que o jogador possa entrar no campeonato e classe que bem lhe apetecer logo à partida, mas também é desmoralizante, pois embora seja uma carreira, não parece que estejam a arrancar os louros com o vosso próprio trabalho.

A variedade de competições é bastante positiva, com várias pistas a oferecer traçados diferentes, no entanto, as provas com o mesmo tema tendem a repetir o mesmo circuito, mesmo que seja num trajecto ligeiramente diferente.

project-cars-analise-review-pn-n_00009

Esse foi outro problema e virtude que encontrei em Project Cars. As pistas são muitas, mas a maioria comporta uma ou mais variações da mesma. Se em algumas pistas não se nota tanto, outras como a do Dubai são demasiado claras. De qualquer forma, existem várias pistas licenciadas que fazem parte das minhas favoritas de sempre, como Laguna Seca e Nurburgring.

Quanto aos carros, a variedade é bastante boa, mesmo que não tenha uma garagem gigantesca, tem muitos carros icónicos que merecem ser levados até à pista e ser usados em competição.

project-cars-analise-review-pn-n_00006

No que toca à jogabilidade em si, Project Cars está mais próximo da simulação que Gran Turismo ou Forza, mesmo assim, está longe de ser um simulador a sério. Existem várias formas de tornar o jogo mais difícil ou mais fácil através de todas as ajudas e do regulador de dificuldade, o que é bom para todo o estilo de jogadores.

Curiosamente, a inteligência artificial varia entre o bom e o estúpido. Por muitas vezes cheguei a ser abalroado, atirado para fora da pista ou prejudicado porque um adversário me arrastava ao ponto de motivar um peão. Não é divertido, nem aquilo que devia acontecer.

project-cars-analise-review-pn-n_00011

Os carros comportam-se de maneira bem diferente entre si, por isso podem contar que um F1 agarre a pista melhor do que um carro de turismo, assim como um carro do estilo Muscle seja mais pesado. As condições climatéricas também influenciam os carros, com os mais puristas a terem a hipótese de activar o consumo de gasolina, entre outros.

A minha experiência online foi bastante positiva em termos de ligações e lag, mas os condutores online estão mais preocupados em criar o caos e desordem, do que em serem os melhores, por isso os primeiros a ficar para trás, transformam-se em pilotos de Destruction Derby que tentam tramar os outros.

project-cars-analise-review-pn-n_00002

Visualmente, Project Cars é um jogo bonito, mas não tão bom comparado com algo como DriveClub, que continua a ser dos mais impressionantes com carros. As pistas e carros estão bem recriados e os menus não são nada maus. Gosto sobretudo dos efeitos de calor, mas fiquei altamente desapontado com a chuva e nevoeiro que estão incluídos.

No geral, o som também está bastante bom, com uma grande ausência de música que é trocada pelos barulhos “harmoniosos” dos carros.

project-cars-analise-review-pn-n_00003

Como disse antes, Project Cars está quase que num patamar próprio. Não é melhor que os melhores, acabando por ser um bom rival a ter em conta. Na Xbox One existe Forza, mas na PS4, DriveClub é bastante diferente, como tal é uma boa alternativa à ausência de um Gran Turismo.

Mesmo que tenha algumas falhas e precise de alguns ajustes, Project Cars é um bom jogo de corridas e os fãs do género não vão ficar desapontados.

project-cars-analise-review-pn-n_00001

Positivo:

  • Muitas provaspn-recomendado-ana
  • Progresso livre
  • Bom modelo de pistas e carros
  • Facilidade de personalizar dificuldade
  • Online corre sem grandes problemas

Negativo:

  • Poucas pistas diferentes
  • Progresso de campanha impessoal
  • Inteligência artificial aleatória

pn-muitobom-ana

Latest posts by Daniel Silvestre (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x