Análise – Ore no Imouto ga Konnani Kawaii Wake ga Nai

ore-no-imouto-ana-pn_00020

  • Episódios: Season 1 – 12+4; Season 2 – 13+3
  • Ano: 2010-2011/2013
  • Produtores: Aniplex, Movic, AIC Build, Aniplex of AmericaL, ASCII Media Works, Jumondo
  • Géneros: Comédia, Slice of Life, Harem
  • Idades: +13
  • Linguagem: Japonesa

O mundo do Anime é realmente vasto e consegue providenciar algumas boas surpresas. Recentemente, durante uma das minhas horas de almoço resolvi rever Tamako Market, uma série que adorei e que ficou marcada na minha memória.

Rever Tamako Market foi óptimo, mas também acabou por saber a pouco. Porque? A verdade é que, além de Kill la Kill, já não via Anime há muito. O bichinho voltou e com ele a vontade de ver mais coisas e essencialmente, coisas divertidas. Entre inúmeras sugestões Ore no Imouto foi uma das primeiras que dei atenção, não só por ter bom aspecto, mas também porque engloba videojogos e muita cultura Otaku. Volvidos alguns dias, eis que a série já está vista e resolvi que era uma boa forma de voltar a trazer análises de Anime até vocês.

ore-no-imouto-ana-pn_00010

A temática de Ore no Imouto é simples. Kyousuke e Kirino são irmãos que ao longo da sua infância começaram a criar um afastamento cada vez maior, ao ponto de mal se falarem. Certo dia, após um pequeno acidente caseiro onde esbarram um no outro, Kirino deixa cair da sua mala um DVD com um Anime Ecchi (coisas com teor pervertido) que Kiosuke acredita ser dela.

A parte interessante passa pelo facto de Kirino ser uma aluna e rapariga modelo que é boa em tudo e o centro de todas as atenções, para ela, jogar algo iria classifica-la como uma Otaku. Confrontada com a descoberta, Kirino resolve confessar ao irmão que não só é uma Otaku, como desenvolveu um gosto estranho por jogo perversos com “irmãs pequeninas”. A partir Kyousuke vê-se arrastado para este mundo desconhecido onde vai acabar por ter de interagir mais com a sua irmã que tanto o odeia.

ore-no-imouto-ana-pn_00012

Claro que nada disto é realmente visto de uma forma séria. Kyousuke é uma personagem realmente básica, que apenas se preocupa com o bem estar da sua irmã e com a sua própria sobrevivência perante os ataques “violentos” desta. Isto dá azo a situações hilariantes onde Kyousuke é visto como um perverso violador e abusador de meninas indefesas e com isso, acaba por ser sempre uma alma violentada por todas.

Quando digo todas, é mesmo todas, pois este é um Anime ao estilo Harem onde o herói se vê rodeado de mulheres. À medida que o Anime avança, vão sendo introduzidas mais personagens como Manami, a amiga de infância de Kyousuke, Kuroneko e Saori, duas novas amigas de Kirino do mundo Otaku, Ayase e Kanako que são amigas de escola de Kirino, entre muitas outras secundárias que aparecem ao longo da primeira e segunda temporada.

ore-no-imouto-ana-pn_00006

No geral, as personagens de Ore no Imouto foram muito bem criadas e conseguem oferecer uma boa evolução ao longo das duas temporadas. É possível ver como a interação entre si as faz evoluir de forma pertinente, adicionando muito não só à história, como também às outras personagens. É dificil sair daqui a odiar uma das personagens mais importantes, pois todas acabam por se mostrar interessantes.

Curiosamente, para mim foi mais difícil gostar de Kirino a início, sendo muito honesto, só me apetecia enchê-la de murros de tão parva e irritante que consegue ser, mas curiosamente, a balança começa a mudar e no final do Anime consegui gostar mais de Kirino do que Kyousuke, muito por culpa de algumas decisões que acontecem nos últimos episódios.

ore-no-imouto-ana-pn_00011

Tirando o dueto de irmãos principal, para mim o destaque vai claramente para Manami que é uma personagem bastante sólida e consegue ter momentos altos apesar da sua postura “sem sal” (além de que a família dela é hilariante), Saori que é uma das personagens que mais evolui ao longo da série e por fim e mais importante, Kuroneko, a personagem mais forte e com maior impacto em todo o Anime. A sua presença a início passa um pouco ao lado, mas com o avançar de cada episódio, a Kuroneko acabou por se revelar a melhor personagem de todas e a minha favorita por vários motivos.

Entre as duas temporadas, a primeira acaba por ser ligeiramente melhor que a segunda, mas isso também acontece por causa do final que dão à série, que a meu ver foi o pior que podiam ter escolhido, mas infelizmente, também o mais lógico. De qualquer forma, a segunda temporada ajuda a desenvolver muitas personagens importantes e dá ainda mais sentido ao mundo de Ore no Imouto.

ore-no-imouto-ana-pn_00019

Dá para ver que este foi um Anime com um elevado valor de produção. Não só a animação, desenho e cor é “topo de gama” como foram criados Openings ligeiramente diferentes para cada episódio e finais com músicas de Ending totalmente diferentes, o que mostra que existia muita confiança na criação deste Anime. É verdade que nenhuma das músicas de créditos me ficaram na memória, mas pelo menos a de abertura da primeira temporada é fica gravada na cabeça.

A banda sonora é composta essencialmente por músicas alegres e bem dispostas, que ficam muito bem com o ambiente descontraído. No geral, as vozes também são muito boas, mas podem contar com algumas mais “fofinhas” para certas personagens dos jogos e série de Kirino. Destaco novamente Kuroneko neste departamento pela sua voz realmente bem escolhida.

ore-no-imouto-ana-pn_00013

Apesar de não ser um Evangelion, um GTO,  Naruto ou um Dragon Ball, Ore no Imouto conseguiu prender-me e entusiasmar-me como há muito não acontecia com um Anime (talvez com o de Persona 4). No final de cada episódio, só me apetecia ver o próximo e acabei por consumir as duas temporadas em poucos dias.

É impossível não recomendar Ore no Imouto aqui no PróximoNível, a temática tem tudo a ver com quem joga videojogos e é fã de Anime ou de coisas japonesas. É sem dúvida um dos grandes animes que vi nos últimos anos e merece que o comecem a ver mal acabem esta análise. Do que estão à espera? Vão ver!

Positivo:

  • Situações hilariantes e embaraçosaspn-recomendado-ana
  • Temática Otaku
  • Muita exposição da cultura japonesa
  • Personagens muito boas
  • Desenvolvimento de cada elemento
  • Kuroneko é “awesome”

Negativo:

  • Decisões finais de Kyousuke
  • Apetece agredir Kirino ao longo da primeira série

pn-muitobom-ana

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
31 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silver4000

Muitos parabéns ao fazer regressar as anàlises de Animes, sente-se a falta da Patricia, mas…
.
Até jà pensei em fazer umas, mais de manga do que anime, mas seria preciso a skill e o lugar, é verdade que agora tenho o MZ, mas isso ocuparia o lugar todo e era preciso o tylarth também ter lido 😛
.
Deixou-me curioso a anàlise, por acaso o ”primeiro” anime que vi, na sua lingua original e a saber de onde vinha, foi Love Hina, que é do mesmo estilo que este, e gostei do género.
.
Pergunta: No numero de episodio tens X + Y, o Y é o qué? OVAs?
PS: Tantos produtores o.O

Daniel Silvestre

Pois é Silver4000, o último foi o Pokémon Origins e esse por si já foi há algum tempo.

Nada te inibe de tentares escrever algo e logo vemos.

Se gostas de Love Hina, este vais gostar também, é parecido, embora mais actual e com muita coisa Otaku à mistura.

Yep, a diferença é episódios e especiais, mas estes estão divididos tal como episódios : )

Daniel Silvestre

Pois é, a última foi de Pokémon Origins e essa já lá vai há algum tempo mesmo.

Podes escrever algo que depois logo se vê : )

Se gostas de Love Hina, vais gostar deste, é mais actual e tem muito conteúdo Otaku como manga, anime e jogos.

Sim, são os episódios e especiais. De qualquer forma, os especiais estão divididos tal e qual episódios.

Go see!

Silver4000

Sim o Love Hina até que ficou nos meus favoritos durante muito tempo, Haruhi Suzumiya tirou esse lugar 😛
Até fico contente por ter visto esse em primeiro, assim apanhei o gosto por estes animes casuais que são bons e quebram imenso a rotina.
.
Irei ver amanhã se encontro para ver, até porque acabei de ler Rave Master à uns dias e ando sem nada no mundo de animes.
.
Quantos às anàlises… falta mesmo a skill. Mas se um dia for iluminado là posso tentar um rascunho, para depois o melhorar e apresentar:P

Daniel Silvestre

E esse também é do mesmo género?

Encontras certamente, é bastante famoso e recente.

Força nisso!

Silver4000

Não é Harem, mas é casual e com comédia, o Ruben por acaso viu à coisa de um mês, embora se lhe perguntares ele deverà falar do ”endless eight”.
.
Apesar da premissa de envolver alguém ”com os poderes de deus”, e de juntar aliens, viajantes do tempo e pessoas com poderes especiais, não tocam muito no assunto, deixam sempre no mistério, e então é bastante casual, penso que se fossem explorar isso tudo acabaria por ser uma enorme confusão que daria em desilusão e estragaria a série.
.
Tem poucos episodios e um filme, que vem depois do anime, e é bastante bom, a banda sonora também é muito boa.

Daniel Silvestre

Gotta check that!

Silver4000

Mas favor não cries expectativas para todo o sobrenatural que disse! Assim sais desiludido 😛

Silver4000

Acabei de ver o primeiro episodio, é muito bom ^^

Avolta

Já se sentia alguma falta das análises de Animes xD

Já estive para começar a ver este anime umas quantas vezes, mas não sei porquê nunca o vi pode ser que depois desta análise eu ganhe coragem e o veja de uma vez por todas xD

Já agora Daniel vê Zetsuen no Tempest, não tem nada a ver com este, mas acho que vais gostar 😉 (tu e qualquer um)

Daniel Silvestre

Então está na altura de tratares disso. Vale a pena pelo ambiente descontraído e por todo o conteúdo divertido e “Nerd” ideal para quem gosta de jogos e Anime.

Vou colocar esse na lista. Já tenho alguns para ver, mas se é assim tão bom vou acabar por ver mais tarde ou mais cedo. Quando acontecer, análise aqui para a comunidade : )

Cumprimentos!

Helena Ferreira

Por acaso a Manami a mim passou-me um bocado ao lago, não sei porque o ela ser tão pãosinho sem sal não colou mesmo nada comigo. A minha favorita sem duvida a Kirino, talvez por ser tão despassarada e viciada quanto ela xD Mas também adoro a Kuroneko.. awwww… como eu queria umas boas figuras delas T_T

Boa analise, keep doing it!!!

Daniel Silvestre

Como disse, a Kirino a início é mais irritante do que divertida (e o objectivo é muitas vezes ter piada).

Dai ter gostado tanto da Kuroneko, é uma personagem mesmo awesome. Por mim também não me importava de ter figuras dela xD

Thank You!

Drakath

Gostei, vou dar uma olhada de certeza para ver se me agrada =)
Já fazia falta umas análises a animes! Bom trabalho!

Daniel Silvestre

Se gostas do género e coisas mais para o fun, então força.

Vamos ver se elas continuam a chegar com mais frequência : )

golden guy

eu ja vi a primeira temporada e gostei muito mas agora estou ocupado a ver fma brotherhood,ja agora ouvi dizer que o fim da segunda temporada foi….esquesito

Daniel Silvestre

Tenta terminar que vale a pena.

Quanto ao final. Não vou criar spoilers, mas eu não gostei muito de algumas escolhas 😛

Relax1997

Finalmente a volta da analises de Animes ^^ Porfavor fassam analise e noticias acerca do anime To Love-Ru ^^

Daniel Silvestre

Vou meter na lista : )

Guilhathorn

I shall take a look at it 😛

Daniel Silvestre

Go go! 😀

Squall_jb

Boas, como é que é a Patrícia já não faz as análises?:S Vou chorar…Brincadeira. Excelente análise Daniel. Este anime provocou-me reacções mistas. Estava a adorá-lo mas quando vi o true ending da season 2 fiquei mesmo “What the fuck???”. Realmente não fazem sentido as decisões finais do protagonista, e na minha opinião a ele é que apetece agredir, mas pronto. Nota 10 para o anime até aos últimos episódios, depois o final estraga tudo de facto 😉

Daniel Silvestre

Já somos dois. Não é que o final destrua a série em si, mas eu escolhia outro desfecho. De resto, e como tu dizes, até lá é mesmo bom 😀

João Barata

Bem, eu tenho este anime na minha lista para ver, portanto, depois de ter lido esta grande análise, decidi começar a vê.lo. Como tinha alguns na lista do mesmo género, estava um pouco indeciso

Daniel Silvestre

Força nisso, depois deixa aqui a tua opinião sobre o que estás a achar.

João Barata

Claro, certamente o farei. Estou só a acabar de ver O persona 4 Animation, visto que já acabei o jogo. Estou a gostar bastante. Depois disso partirei para este e deixarei aqui a minha opinião.

Daniel Silvestre

O Persona 4 The Animation está muito bom, dos melhores Animes a retratar a história de um jogo até hoje. Vale bem a pena!

João Barata

É verdade Daniel. Apesar de cortar em algumas coisas no jogo, a história está muito bem contada e contem o mais importante do jogo. Também existem uns rumos que o estudio tomou, que o jogo não tem. Como por exemplo no episodio 5 com a ai ebihara

Bruno Roxas

Excelente análise Daniel! 😀 Antes de mais digo que espero que faças mais análises a animes porque gostei bastante desta e da análise do Pokémon Origins.
Não conhecia este anime mas deste-me uma enorme vontade de ir já ver o primeiro episódio. Temática otaku num anime agrada-me bastante e estou mesmo a precisar de algo calmo e divertido para ver.
Parece-me um excelente anime e assim que o vir dou-te a minha opinião. 😀

Daniel Silvestre

Tnks Roxas!

Se te agradou vai já ver que me parece que é um que vais gostar : D

Depois diz o que achaste!

Gabriel Da Silva

VENDO ESTE POST EM 2016, ESPERO QUE SEJA BOM
XD

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
31
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x