Análise – Logitech G435

No passado dia 17 de Setembro, a Logitech fez algo que já não via há algum tempo. Num final de tarde, reuniu uma série de jornalistas para uma apresentação ao vivo na Fnac do Colombo em Lisboa. Como é natural, todos ainda em estado de Pandemia com devidas protecções, fomos convidados para conhecer um dos novos membros da família de Headsets Gaming/Lifestyle da Logitech.

Ao contrário de outros eventos da Logitech onde já estive, aqui o foco estava mesmo centrado em apenas num produto, o Logitech G435, um headset gaming com capacidades de comunicação por dongle USB (sem fios) ou então por Bluetooth.

A apresentação serviu também para anunciar uma nova formatação dos modelos de negócio da Logitech, assim como a chegada da Astro à família e qual é o segmento da Logitech onde estes vão ser “encaixados” daqui em diante.

Como seria de esperar, a apresentação e comunicação dos Logitech G435 vão muito ao encontro das novas tendências actuais, especialmente dos mais jovens, por isso a demonstração focou nas questões actuais de envolvimento, inclusão e claro, preocupação pelo ambiente. Isso está também patente até no espírito dos próprios trailers.

No final da apresentação, foi a altura de receber o Logitech G435 para poder analisar aprimoradamente nos meus ambientes do dia a dia. Das três cores disponíveis (Preto e Neon Amarelo, Azul e Mirtillo e Branco e Lilás), calhou-me o branco e lilás, o que ainda é melhor desafio para o teste, afinal, o branco e cores claras têm tendência de ficar sujos com a utilização.

Vamos então passar ao teste e vamos olhar primeiro para a caixa. Feita a pensar em poupar no ambiente, a caixa vem composta de cartão simples e com partições básicas sem grandes acessórios além do que é necessário. Temos os auriculares, manuais, cabo de carregamento e o dongle USB com Lightspeed, a tal tecnologia da Logitech que permite comunicação mais rápida e eficiente entre o aparelho e o equipamento.

A construção do Headset é igualmente simples à primeira vista. Tudo o que não está em contacto directo com a cabeça é de plástico rígido e fosco com toque mais áspero. Parte do material de construção é de plástico reciclado, mas o toque nem diria isso. As zonas que estão em contacto com a cabeça são de tecido com Memory Foam (esponja que volta ao formato original). A esponja dos cascos que tapam as orelhas são grandes o suficiente para tapar a grande maioria das orelhas, mas senti bastante calor a acumular no interior depois de mais de meia hora de utilização (está a acontecer isso mesmo agora que os estou a usar enquanto escrevo esta análise). Não é incomodativo, mas é notório.

A parte do apoio superior tem um tecido que encosta à cabeça que também é confortável mas que é tão fino que dá a ideia de que se pode romper facilmente com uma utilização mais descuidada. Os “elevadores” laterais são simples e sólidos de usar, ficando ajustados à cabeça facilmente. Não sou fã dos fios em espiral que ligam cada um dos cascos, pois também ficam pouco protegidos contra “azares” e puxões, além de poderem ficar enrolados com cabelos mais compridos.

Todos os controlos do Logitech G435 estão presentes no casco esquerdo, o que inclui o botão para ligar e desligar, botão de volume e um botão para ligar ou desligar o micro. Neste estão também a entrada USB-C para carregar e o microfone que surge no formato recolhido tendo apenas um buraco. Indo por partes e falando dos botões, as opções são suficientes, mas já que o Logitech G435 foi também feito a pensar em ouvir música, tenho pena que não exista pelo menos um botão que possa avançar ou recuar nas músicas. Além disso, também podia haver uma entrada de jack 3.5 para ser mais prático para quem o quisesse ligar aos comandos das consolas.

Em relação ao microfone, a experiência que tive com ele foi sempre positiva. Fizemos reuniões de equipa e usei tanto no PC como no telemóvel com recurso a chamada por voz normal e Discord. Em nenhuma situação foi dito que não me percebiam e a minha voz estava clara, por isso passa com nota positiva. Isto também deve estar ligado ao facto da Logitech ter incluído uma tecnologia que recebe o som da voz e o do ambiente e tenta mascarar som de fundo que possa surgir. Aparentemente funciona bem e ajuda como prometido.

Tenho a dizer no entanto que o emparelhamento por USB Lightspeed é do mais simples e prático possível, no entanto, tive mesmo de ir à procura de instruções para perceber que tinha de usar dois botões ao mesmo tempo para o iniciar, mas aqui a culpa é do hábito de que usar o botão de ligar chega e sobra.

Chegamos então à parte derradeira desta análise e talvez a mais importante, o som que os Logitech G435 emitem e o conforto do mesmo. Cada um dos cascos está composto por um pavilhão perfurado com as colunas no interior. O som emitido por ambas é bastante bom e limpo, mas mais próximo do preço real do Headset (79,99) do que algo acima dele. A qualidade do som é viva e quente, mas que se mistura entre alguns dos sons mais graves.

O isolamento é bom no geral e a forma como trata as chamadas e música é o que já seria de esperar de um Headset desta gama. O pico do volume depende muito do equipamento a que estão ligados, mas isso já vai variar de gosto e de pessoa para pessoa. Estamos aqui a falar da qualidade de som regular de um Headset Gaming que ainda fica uns furos abaixo de um AKG ou de algo criado pela BOSE.

Como não é um Headset pesado, o Logitech G435 não incomoda muito ao andar pela casa com ele. Sendo que não tem fios, andei a passar entre o PC, telemóvel (Huawei P30 Pro) e consolas constantemente. Além disso, sair do local onde estamos para ir buscar alguma coisa e regressar sem perder conexão é bom, mas funciona muito melhor em distância com o Bluetooth do que com o USB. Dos testes que fiz, com o USB, o sinal cortava mal tinha uma parede à frente, com o Bluetooth, consegui sair de casa com duas paredes e um portão pelo caminho e só aí comecei a perder o sinal.

Apesar do sinal ser cortado mais rápidamente quando estamos a usar o dongle USB, este é também o que sofre menos com cortes ocasionais de transmissão em qualidade. Quando a usar Bluetooth e a ouvir música pelo Spotify no telemóvel, consegui captar pequenos soluços com algum espaçamento de tempo, o mesmo não acontecia no computador com o USB.

Por fim, temos a bateria e tenho a dizer que as 18 horas de bateria são quase sempre cumpridas. Claro que tudo depende do volume e do modo de emparelhamento, mas já ter mais de 12 horas nestes equipamentos já é bastante positivo. Além disso, o Headset carrega bastante rápido quando ligado por USB-C, o que é uma vantagem a ter em conta.

Feitas as contas, o Logitech G435 é exactamente o Headset que pretende ser pelo preço que pede. Também parece um pouco mais frágil e passível de romper no tecido do que seria de desejar. A qualidade de som e bateria são bastante positivos, no entanto também peca por não ser um bocado melhor tanto na conexão como nas opções que oferece para controlo de multimédia.

Os Logitech G435 são ideais para o público a que se destina, no entanto estes estão sempre à procura do que está na moda para usar na rua (buds e afins) e coisas todas luminosas e a gritar gamer quando estão em frente ao ecrã.

Assim sendo, o público que até vai apreciar mais estes Headset são os consumidores mais casuais que querem algo com qualidade, mas que não querem saltar para valores muito mais elevados e procuram algo com um aspecto mais tradicional. Pode não ser o melhor do seu segmento, mas com as opções de ligação que oferece e a qualidade global, é uma óptima escolha para quem procura algo equlibrado dentro destes valores.

Positivo:

  • Design simplista e funcional
  • Confortável e muito leve
  • Bom alcance, em especial em Bluetooth
  • Conexação simples e rápida
  • Qualidade de som bastante sólida
  • Boa bateria
  • É um produto que pensa no ambiente

Negativo:

  • Materiais mais frágeis
  • Cor azul mostra sugidade depressa
  • Falta mais controlo multimédia
  • Pequenas falhas de transmissão em Bluetooth
  • Aquece bastante as orelhas

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x