Análise – Castlevania

Caso tenham vivido nos anos 80 ou 90 e tiveram uma velhinha NES, é bem provável quem tenham jogado o primeiro jogo da série Castlevania. A estreia deste clássico dos jogos de acção que colocava uma personagem a destruir o mítico vampiro Dracula, tornou-se num jogo inesquecível e numa série de grande sucesso que dá frutos ainda hoje. Felizmente a Nintendo tem oferecido durante estes últimos anos grandes oportunidades para experimentarmos estes jogos que marcaram a infância de muitos de nós. Chegou então a vez da eShop da Nintendo 3DS receber este clássico da Konami, que está de momento à venda na loja virtual da portátil da Nintendo.

Neste jogo vamos conhecer Simon Belmont, um caçador de vampiros que tem como tarefa matar Dracula. Para isso, Simon terá que atravessar as várias divisões do castelo do mítico vampiro, castelo este que está dividido em várias zonas com um número bastante variado de inimigos. A dificuldade do jogo irá aumentar consoante os níveis, sendo necessário bons reflexos, destreza e por vezes memória para passar algumas das zonas que nos são impostas. No final de cada cenário iremos combater contra um boss, apanhar uma esfera especial e passar para a próxima zona.

Castlevania é um jogo que funciona bastante bem na Nintendo 3DS. Não é preciso muito esforço de dedos ou pressão para se fazer combinações de habilidades como ataque durante um salto, e isto devido aos pequenos botões da consola portátil. Isto também é consequência de uma jogabilidade que apesar de demasiado simples e datada, não se torna um impeditivo para tirarmos partido jogo.

O meu único ponto negativo em torno deste jogo centra-se na apresentação. Castlevania é um jogo visualmente avançado para o seu tempo e mesmo hoje em podemos olhar para ele e achá-lo bastante interessante. O meu problema baseia-se na resolução do ecrã da 3DS. Enquanto alguns jogos da NES poderão não ser afectados por este aspecto, em Castlevania o jogo sofre um bocado parecendo sofrer de uma certa falta de definição. O jogo possui um nível de detalhe acima da média para os jogos da velha consola, e para conseguirmos vislumbrar o jogo bem teremos de aproximar a nossa cara demasiado do ecrã ou forçar os olhos.

O mesmo não podemos dizer do departamento sonoro. Castelvania possui uma banda sonora espectacular e ouvi-la hoje em dia continua a fazer-me bater o pé ao ritmo. Uns bons headfones enquanto se jogo este espectacular jogo de acção continua a ser uma experiência muito boa. Cada cenário possui a sua própria música, e graças ao compositor Kinuyo Yamashita, este jogo tornou-se numa memória ainda mais saudável de se revisitar.

Castlevania para a Nintendo 3DS é uma óptima chance para visitarmos novamente o castelo de Dracula. Enquanto que todos os elementos parecem estar bem, apenas a resolução do ecrã consegue “borrar a pintura”, mas mesmo assim, é uma boa oportunidade para voltarmos a perder tempo com este clássico.

Positivo:

  • Jogabilidade continua acessível
  • Grafismo e alguns detalhes
  • Banda sonora intemporal
  • Save States

Negativo:

  • Resolução do ecrã

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram