Análise – Hearthstone: Curse of Naxxramas – Arachnid Quarter

hearthstone-curse-of-naxxramas-top-analise-review-pn

Quando Hearthstone foi lançado, era bastante claro que a Blizzard queria que este jogo fosse uma experiência primariamente de comunidade para se jogar online.

Vários meses depois do lançamento original, eis que surge Hearthstone: Curse of Naxxramas a expansão do jogo que começa com uma primeira ala, Arachnid Quarter. Será que esta primeira aventura a solo é a direcção certa para a expansão?

hearthstone-curse-of-naxxramas-analise-review-pn_00002

A primeira coisa que Hearthstone: Curse of Naxxramas parece incentivar é à exploração de novos tipos de decks. Cada um dos três bosses de Arachnid Quarter são baseados num qualquer estilo de estratégia e a sua agressividade só consegue ser parada por certos estilos de deck.

Para um jogador habitual de Hearthstone com algumas cartas de jeito, passar Arachnid Quarter demora pouco tempo, mas para um jogador com pouca experiência ainda é uma tarefa exigente. De qualquer forma, todos vão ser postos à prova com a versão heroica, a qual aumenta de forma exagerada a vida e qualidade do deck do boss, fazendo destes combates uma missão quase impossível.

hearthstone-curse-of-naxxramas-analise-review-pn_00003

Fora a campanha, existem duas missões secundárias feitas com decks pré-construídos de Rogue e Druid. Estas missões não são muito complicadas e acabam por desbloquear mais cartas de classe.

O melhor desta primeira expansão de Hearthstone: Curse of Naxxramas, é que Arachnid Quarter é gratuita durante a primeira fase, e ao vencer cada um dos combates, desbloqueiam cartas especiais, incluindo a Maexxna, a aranha que é o boss final desta ala.

hearthstone-curse-of-naxxramas-analise-review-pn_00004

Para primeira experiência e para algo gratuito, Hearthstone: Curse of Naxxramas – Arachnid Quarter é um bom começo, mas tendo em conta que as restantes alas vão ser pagas, esperamos um pouco mais da qualidade das cartas e que existam mais inimigos que compensem com longevidade o preço que é preciso pagar para as desbloquear.

Como a cavalo dado não se olha o dente, Hearthstone: Curse of Naxxramas começa bem, mas a segunda ala vai ter de ser ainda melhor.

Podem ler a nossa análise de Hearthstone aqui:
Análise – Hearthstone

hearthstone-curse-of-naxxramas-cartas-set-pn-n_00016

Positivo:

  • Novas cartas já faziam faltapn-recomendado-ana
  • Gratuito por agora
  • Uma boa forma de variar um pouco do PVP

Negativo:

  • Missões heroicas exigem decks específicos
  • Poucos inimigos e extras
  • Sabe a pouco

pn-muitobom-ana

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

  • Lobeon

    OMWTFG! (OMFG+WTF)


    Positivo:

    Negativo:

    Sou só eu que estou a ver isto assim?

    • Marcupial

      nao, esta assim pra toda a gente :p