Trails in the Sky é apenas o prólogo de uma grande aventura

Tendo finalmente concluído a primeira grande arc da série Trails da franquia The Legend of Heroes, chegou a altura de olhar novamente para a série a partir da sua primeira entrada e aquela que deu origem a tudo, The Legend of Heroes: Trails in the Sky.

Como devem saber, os jogos e o universo de Trails é composto por várias personalidades, nomes, locais, organizações e eventos que acontecem e acabam por estar relacionados uns com os outros. Apesar de não ser realmente necessário jogar Trails in the Sky para entender a arc de Crossbell, ou de jogar ambas as séries para entender Trails of Cold Steel, todos estes jogos acabam por estar relacionados devido a tudo isto, com Trails in the Sky a ser apenas o prólogo para esta aventura. Mais importante, The Legend of Heroes: Trails in the Sky é apenas o prólogo para a sua sequela, The Legend of Heroes: Trails in the Sky SC, com SC a significar Second Chapter (segundo capítulo).

Trails in the Sky tem início com Estelle, a nossa protagonista, a receber um “presente” do seu pai, um irmão adoptivo de nome Joshua. A razão pela qual isto acontece, ou qual as origens de Joshua não são explicadas pelo pai de Estelle, e isso dá a entender que é um segredo que será revelado mais à frente. No entanto a vida continua, e as personagens, agora mais velhas, finalmente tornam-se Bracers, o que é basicamente um grupo de aventureiros voluntários que protegem e ajudam pessoas.

Devido a certos eventos, Estelle e Joshua partem numa aventura à volta do país de Liberl, e este acaba por ser o conceito básico de Trails in the Sky, o visitar de cada região, resolver o problema principal e conhecer mais personagens importantes, e por fim chegar à destinação final. A história principal é sempre a mesma, procurar por uma pessoa, mas em cada região Estelle e Joshua irão encontrar pequenos eventos que estão todos ligados a uma escala maior. No entanto por esta altura as ligações não são feitas tal como são nos jogos mais recentes da série, e a observação feita pelo jogador é que apenas está a visitar cada lugar e viver uma nova história com novas personagens.

Este é o conceito do primeiro jogo, o de ficar a conhecer o país de Liberl e as personagens que estão ligadas ao mesmo, com Estelle e Joshua a criarem novas amizades e a viverem livremente pela primeira vez. Chegando ao fim, o jogo começa a apresentar várias peças que são importantes não só para a sua história mas também para toda a série, mas infelizmente nada é resolvido em Trails in the Sky, sendo que tudo é posto de lado para a sua sequela.

Na minha interpretação, Trails in the Sky é apenas o prólogo de algo maior; Apresentando as personagens, locais e os vilões principais que serão encontrados durante a nossa aventura, com Trails in the Sky SC a ser na realidade não o segundo capítulo mas sim toda a história de importância. Ambos os jogos foram definitivamente pensados em conjunto, pois complementam-se um ao outro, e talvez não fossem as limitações da altura, Trails in the Sky e Trails in the Sky SC poderiam ter sido um jogo só.

Basicamente refiro-me ao facto de apesar da série Trails de The Legend of Heroes ser referida como uma grande série, que é bem pensada e imenso por detrás de cada jogo, o primeiro jogo, e aquele que deu origem a este novo universo da Falcom, é apenas o início. E devido a isso aquilo que apresenta pode não ter o mesmo impacto que os jogos seguintes acabam por ter, pois ainda é tudo novo não só para as personagens como também para o jogador. No entanto é algo que vale a pena, pois Trails in the Sky é uma aventura cheia de personalidade e focada nas suas personagens, algo que muitos jogos de hoje em dia não o conseguem fazer, agarrando os jogadores e fazendo com que estes queiram pegar logo de imediato no segundo capítulo desta série.

Latest posts by Mathias Marques (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x