Sábados de Loucura #24 – Shaman King, Re:Zero e mais

E cá estamos perto das bodas de bronze tal como se costuma dizer… ah!, afinal é de prata. Voltando ao tema principal desta semana que é… anime. Vamos falar de anime.

Até que queria pegar em alguns destes assuntos ontem durante o podcast mas os temas estiveram mais virados para a Sony e então não houve oportunidade para o fazer. Felizmente para mim tenho uma rubrica onde posso falar do que bem me apetece e quando me apetece.

Sendo assim vamos então começar com o reboot de Digimon Adventure, que já regressou ao activo embora tenha recomeçado a partir do primeiro episódio. Caso não se lembrem o anime estreou os três primeiros episódios mas depois entrou em pausa devido ao Coronavirus, parando o anime logo naquele momento importante onde muitos iriam decidir se iriam continuar a ver ou não.

O terceiro episódio terminou com Tai e Agumon finalmente a entrar no mundo digital tal como todos nós conhecemos e amamos, e a questão seria se a partir daí as nossas personagens iriam visitar o mundo digital ou não, já que a impressão inicial era que o tema seria “a internet” e não o velho mundo digital. Apenas resta esperar até que o quarto episódio finalmente saia para poder ver onde a série vai parar.

O próximo tema, tal como podem adivinhar, é o reboot de Shaman King.

Caso não saibam, o anime original quando chegou a meio acabou por desviar-se da manga, o que poderá dizer que este novo anime muito provavelmente irá receber o mesmo tratamento que Fullmetal Alchemist Brotherhood.

Não é que tudo tenha sido diferente, mas grandes coisas foram, incluindo batalhas, eventos e personagens. Pessoalmente prefiro o final da manga, mas o anime fez algumas coisas melhores que a manga, pois a certa altura a manga acabou por seguir a mesma fórmula de “de cada vez que voltamos à vida ficamos mais fortes” e então tinham capítulo atrás de capítulo onde as personagens morriam de propósito para depois voltarem à vida e assim estarem mais fortes.

Mal posso esperar pelo novo anime ter isso também durante uns 3 ou mais episódios e de ver toda a gente zangada com isso. Já eu acabo por culpar Dragonball por criar essa fórmula.

Seguindo em frente chega a vez de falar sobre Re:Zero que acabou por revelar recentemente a sua nova data de estreia. No entanto com isto veio também o anúncio de que o anime estará dividido em duas partes, muito provavelmente porque devido ao adiamento o estúdio não conseguiu arranjar lugar durante o Outono para a segunda parte do anime, estreando então metade durante o Verão e depois o resto no Inverno.

Sempre é melhor do que deixar os fãs à espera por ainda mais tempo, mas tendo em conta que esta nova temporada irá cobrir uma arc grande da história, ter uma pausa de três meses não vai ajudar muito, sendo que pelo menos eu irei deixar que a segunda parte tenha início antes de começar a ver.

E por fim tenho a referir Peter Grill and the Philosopher’s Time que de acordo com as mais recentes informações vai receber duas versões para o anime.

O ponto positivo da manga é que funciona como uma paródia do género harem onde o protagonista está numa relação com uma pessoa que nem sabe de onde os bebés vem, e enquanto Peter é eternamente fiel à sua amada existe um monte de outras raparigas que querem ter o seu filho pois ele é considerado o homem mais forte do mundo, algo que Peter é bastante contra mas que infelizmente a coisa nunca corre como ele quer.

Isto tudo acontece sem a manga mostrar qualquer tipo de nudez ou situação sexual, mas o facto de estarem a anunciar duas versões do anime deixa-me preocupado que o estúdio não esteja com “boas intenções” o que poderá estragar os pontos positivos que a série tem. Apenas resta esperar para ver.

Vejam aqui os 5 artigos anteriores:

23 – Mary Skelter

22 – Momento Otaku

21 – FMA: Brotherhood, Rebuild of Evangelion e (não) muito mais

20 – 2002 Side B: Blood Sabbath

19 – Disaster Report e Anime

Latest posts by Mathias Marques (see all)
Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram