Riot Games resolve situação judicial de descriminação de géneros com indiminização

Depois de ter levantado uma onda de controvérsia devido a queixas realizadas por membros do estúdio, a Riot Games (responsável por jogos como League of Legends), vai compensar as suas funcionárias actuais e antigas com um fundo monetário.

São 10 milhões de dólares que serão distribuídos entre várias trabalhadoras da empresa, de forma a compensar pelas queixas de descriminação e abusos feitos perante e contra as mesmas.

A situação uniu vários trabalhadores da Riot que realizaram até manifestações em frente ao estúdio.

Com esta compensação, a Riot Games encerra o problema a nível judicial, mas prometeu também activar programas de queixa interna para evitar que voltem a acontecer casos de discriminação pessoal e laboral.

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram