Passatempos Aniversário – Skylanders Swap Force

skylanders-swap-force

Boas a todos e sejam bem-vindos ao oitavo passatempo de aniversário-natal do PróximoNível.

Para este novo Passatempo temos para vocês em conjunto com a Ecoplay um Skylanders Swap Force para a vossa PS3.

Podem ler as regras completas de participação aqui.

Não se esqueçam, as vossas análises não devem ter mais de 15 parágrafos e devem ser feitas sobre qualquer um dos jogos desta série e em qualquer versão.

As análises devem ser colocadas neste Post. A data limite é o dia 15 de Dezembro pelas 23:59 por isso não deixem para o último minuto!

Boa sorte a todos!

Podem ver a lista completa de jogos e dia de cada jogo aqui:

Passatempos Aniversário PróximoNível

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
tylarth

Daniel, é o jogo em si ou um boneco?

Daniel Silvestre

Jogo

Cerberus Batista

Daniel o outro passatempo ainda não acabou

Daniel Silvestre

Os passatempos entram sempre quando o anterior está a acabar

Edu

Vou tentar este passatempo e provavelmente o unico 🙂

Dexter

Quando Skylanders Spyro’s Adventure foi anunciado confesso que tive uma reacção mista. Por um lado, fiquei ansioso pelo regresso do meu dragão preferido (o primeiro é azul e branco), por outro desconfiei principalmente tendo em conta os títulos mais recentes que envolviam a personagem. À medida que o tempo foi passando, a produção do jogo passou um pouco despercebida, até que se deu o seu lançamento. A partir daí uma forte campanha da Activision fez com que o jogo marca-se presença em praticamente todo o lado de forma a não deixar nem graúdos, e principalmente miúdos, sem vontade de experimentar.

Skylanders Spyro’s Adventure parte de um conceito muito interessante e junta os brinquedos da vida real aos videojogos. Para se jogar o jogo traz consigo um portal (Portal of Power) e será este portal que trará a vida ao jogo. Depois há uma catrefada de bonecos diferentes para coleccionar, os Skylanders, cada um deles com poderes distintos e divididos em oito grupos de elementos diferentes constituídos por quatro Skylanders cada (mais tarde com a sequela surgiram também os Giants). Temos o elemento da magia do qual faz parte o nosso herói Spyro, temos o elemento de fogo, de água, vida, terra, morto vivo, ar e tecnologia do qual faz parte o meu preferido (pelo menos dos catorze diferentes que possuo), Trigger Happy. Cada um destes bonecos além de ter ataques diferentes, possuem também um género de personalidade, sendo fácil de perceber percebendo-se facilmente porquê que Trigger Happy tem esse nome por exemplo.

A narrativa ainda que simples, consegue estar bem medida e até apresenta uma justificação para o facto de o jogo ter estes bonecos coleccionáveis. É que para quem não sabe, durante gerações os Skylanders eram os protectores de Skylands. Todavia o Portal Master mais poderoso que guardava a Core of Light começou a ficar velho e consequentemente mais fraco, foi então que o sinistro Portal Master Kaos apareceu e destruiu o Core of Light banindo os Skylanders para o Planeta Terra. É desta forma que nós nos tornamos um Portal Master e caberá a nós fazer regressar os Skylanders à sua terra e livrá-la das garras do terrível Kaos. Para isso teremos ao longo de vários níveis recolher algumas peças para reconstruir a Core of Light. A tarefa não será fácil, até porque há muitos níveis pela frente recheados de puzzles e duras batalhas. Cada “parte” de níveis termina com a aquisição de um elemento (são oito no total).

Os níveis apesar de manterem alguma linearidade e não serem muito grandes, acabam por apresentar um desafio interessante principalmente nas batalhas contra bosses. A variedade de conteúdo, abordagens e ambiente que tem muito a ver com a parte de níveis a que o elemento corresponde (nos níveis em que queremos recuperar o elemento da água, a água estará por todo o lado), contribuem para uma beleza do mundo bastante inesperada. Depois há os puzzles e como referi, principalmente lutas contra o bosses (que acontece sempre quando chegamos ao fim do nível em que vamos adquirir o elemento) que acrescentam um desafio muito interessante. As lutas passam por combates contra minions, “Skylanders do mal” por assim dizer, e depois algumas sequências onde a destreza terá lugar, sendo que o final de tudo há uma junção de combate contra os minios e essas sessões de destreza. Essas sequências passam por esquivarmo-nos de lazeres, bolas de fogo, cabeças de tubarões prontas lançadas na nossa direção e apesar de parecem uma brincadeira não serão tão fáceis quanto isso. Após a conclusão dos níveis voltaremos a “uma base” onde está a ser construído o core of light, aqui podemos aceder aos upgrades e alguns desafios extra que acrescentam ainda mais longevidade ao jogo e podem ser realizados com todos os Skylanders. É também aqui que vamos conhecer a maior parte das personagens que também elas merecem atenção. O humor posto em cada uma, sempre visível em cada diálogo consegue ser mais um dos muitos pontos a favor do jogo.

Toda a aventura culmina numa batalha final épica contra o Kaos que surpreende pelo nível de exigência. Se por um lado Skylanders é um jogo com uma clara tendência para um público mais novo, não serão todos os mais novos que conseguirão terminar o jogo a não ser que tenham uma data de Skylanders poderosos. E o que é que eu quero dizer com data Skylanders poderosos? Há medida que vamos lutando com os nossos Skylanders estes vão ganhando experiência e subindo de nível, até ao nível máximo de 10. Além disso, com o dinheiro que vamos apanhando através das descobertas dos muitos tesouros, moedas ou relíquias espalhados pelo mundo será possível comprar upgrades, sendo que cada Skylander tem duas possibilidades de evolução diferente tendo em conta os dois ataques principais que cada um tem (infelizmente, após escolhermos um caminho só poderemos voltar atrás caso se faça reset total ao boneco). Além disso, ao longo dos vários níveis há alguns chapéus para coleccionar que oferecem algumas estatísticas extra ao nosso Skylander, como velocidade, ou souls que desbloqueiam alguns ataques novos (já que estamos no capitulo dos coleccionáveis, há ainda uns scrolls que servem para aprofundar um pouco a história).

A evolução dos nossos Skylanders será importante, mas um dos grandes factores positivos no jogo é a possibilidade de a qualquer altura podermos alterar de Skylander a utilizar. Para isso basta remover o Skylander do portal, e meter lá um novo, o jogo detecta rapidamente esta alteração e tanto estamos a jogar com Happy Trigger, como no momento a seguir com Spyro, ou até com os dois uma vez que o jogo suporta cooperativo. Esta alternância entre Skylanders será importante até porque todos os níveis têm zonas que só podem ser abertas com bonecos de determinado elemento (todavia não precisam de ter um elemento diferente para concluírem o jogo, apenas caso queiram completar tudo e mais alguma coisa), sendo que nas várias zonas dos níveis poderemos tirar vantagens utilizando um boneco de determinado elemento como receber maiores quantidades de dinheiro e experiência.

Outro factor de grande interesse é que toda a informação relacionada com o nosso boneco, nomeadamente evolução etc, fica guardada no próprio boneco sendo que caso queiram jogar o jogo noutra plataforma, é só colocarem o boneco no portal ligado a outra plataforma e ele continua exactamente igual ao que estava antes. Um cross-over importante para quem possui o jogo em várias plataformas!

E se isto tudo não chega, podem ainda através de um código aceder a mais conteúdo na internet, através do computador, onde se pode realizar mais algumas actividades extra ou simplesmente utilizarem o Battle Mode para jogarem contra os vossos amigos e onde marcam presença três tipos de modos diferentes, entre eles a arena. Infelizmente apenas podem fazê-lo de forma offline o que faz pensar que o jogo poderia realmente beneficiar caso tivesse uma componente online forte uma vez que tem tudo o que é preciso para que isso acontecesse.

Inicialmente tinha dito que este poderá não ser o título que muita gente desejava, mas é sem dúvida um título a ter em conta e que com certeza será o ponto de partida para muitos mais jogos nesta série.

O conceito altamente inovador e extremamente interessante apanhou-me de surpresa e consegui ficar convencido.

É verdade que a compra de alguns bonecos principalmente para quem queira aproveitar e explorar o jogo ao máximo revelar-se-á essencial, todavia não é obrigatória para que possamos desfrutar do jogo o suficiente para sentir que o dinheiro nele gasto valeu a pena.

Skylanders Spyro’s Adventure não é só uma aventura para os mais novos, mas sim uma experiência para toda a gente e que deve ser experimentada. Não sou nenhum visionário mas na altura previ que esta série iria dar muito que falar, e passado dois anos, essa previsão confirmou-se!

Nota: 8/10

A favor:
– Mundo muito interessante
– Divertido
– Batalhas com bosses Interessantes

Contra:
– Sentimento de repetição ao fim de algum tempo de jogo

André Oliveira

@disqus_hildLvnajL:disqus podias deixar este jogo para o meu irmão e ficares com um dos outros 😉 HAHAHAH! Just Kiddin’ Boa sorte meu e Bom Natal!

André Oliveira

Bem Parabéns 🙂 4???? HAHHAHA!

André Oliveira

Skylanders Giatns

A sequela do inovador Skylanders Spyro’s Adventure traz algumas novas valências para a série principalmente as novas criatura em tamanho XL, que podem quebrar o que lhes atrevesse no caminho – os GIANTS; evidenciando-se também as novas habilidades e o novo modo “Heroic Challenge”. Decerto que a primeira série teve um público-alvo algo abrangente, mas principalmente do tipo infanto-juvenil. É curioso a diferença entre que revela entre a minha experiência do teste do jogo (jogo que pertence ao meu irmão) e a euforia e intensidade com a qual o meu irmão mais novo vibra ao simplesmente referir o nome da série ou mesmo ao facto de transportar as personagens para todo o lado.

Quanto ao nível da história Giants explica como apareceram as criaturas homónimas e de certa forma como apareceram os Skylanders em geral. Com o típico humor um tanto ou quanto infantil mas apelativo, o enredo de Giants é simples e com menor duração que o do seu antecessor. No entanto tal é compensado pela existência outras possibilidades de jogo: dois jogadores em simultâneo, minijogos, etc

A nível da jogabilidade no início é relativamente simples, aumentando de complexidade até que se obtém alguns desafios cativantes para o público mais adulto. No entanto de resto nota-se que o foque é o público mais infantil: moedas indicam o caminho vai educando o jogador para os básicos da jogabilidade como desviar-se ou mesmo como mover alguns blocos. O jogo apela basicamente à curiosidade e à exploração permitindo uma evolução das personagens, mesmo das personagens que já tínhamos do jogo anterior que estivessem no nível máximo (este foi aumentado). A evolução das personagens permite também que desbloqueiem novos poderes.

Quanto às personagens existem 8 tipos de skylanders Magic, Water, Tech, Fire, Earth, Life, Air e Undead, onde cada tipo tem vantagens e desvantagens sobre os restantes. Sendo o acesso a certas zonas restrito consoante o tipo da criatura. O starter pack vem com o jogo, o portal (o anterior também funciona) e três personagens diferentes, uma das quais é um Giant (Tree Rex). Os Giants trazem uma nova jogabilidade à saga por terem novas habilidades: pode por exemplo destruir coisas (paredes), mover estruturas muito pesadas, pegar em pedras muito grandes, tudo funcionalidade que os de tamanho normal não conseguem fazer. Tal como as outras personagens os Giants também têm desvantagens, nomeadamente ser mais lento que a maioria, pelo que se torna interessante alternar entre os Giants e os Skylanders normais

Os gráficos e sons e qualidade das figuras foi uma das razões que levou à perpetuação da série. Os gráficos são apelativos para qualquer utilizador, com variedade de cenários. A nível sonoro também som das batalhas foi um ponto fucral.

Positivo: Os Giants são uma boa introdução com impacto na jogabilidade. Grande jogabilidade fora da história principal. Melhor diversão só mesmo a dobrar (jogar com os 2 Skylanders). Os bonecos não servem apenas o jogo: para as crianças também são um boneco normal, para os adultos são, na sua maioria, um ótimo objeto de coleção. GRANDE PONTO POSITIVO: a expressão de qualquer criança ou criança-adulta a ver o seu boneco ganhar vida quando aproximado do portal.

Negativo: Maioria dos bonecos é repetida do primeiro jogo. Torna-se irritante a constante “pressão” para adquirir mais figuras.

Comentário Final: Se for um adulto o jogo torna-se mais interessante gratificante se jogar com uma criança (filho, irmão, sobrinho, …), no entanto também é muito bom para uma criança jogar sozinha ou levar as suas personagens e ir jogar (e brincar sem usar uma consola) com os amigos, sendo um jogo indicado ou pelo menos melhor que as alternativas que o publico infanto-juvenil prefere.

Daniela Pereira

Este é um dos jogos que tenho vindo a namorar há imenso tempo mas que ainda não tive e anseio muito por o ter!
Trata-se de um novo conceito de jogo e talvez seja um tanto revolucionário, pois este jogo tem praticamente tanto de físico como virtual. O portal e as figurinhas (que nunca mais acabam) são componentes essenciais ao jogo.
Os Skylanders estão na sua “terceira” geração e parece que entraram no mercado para ficar, conquistando não só crianças mas também adultos.
Eu ainda não experimentei mas fiquei rendida ao potencial deste jogo! Espero mesmo comprovar todas as qualidades e maravilhas que falam! Quem sabe num Natal muito próximo! 😀

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
10
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x