Pais americanos acreditam que jogos criam violência

Mais uma vez, e após alguns acontecimentos dolorosos, os videojogos voltam a estar em debate acesso nos Estados Unidos.

Segundo um estudo realizado entre 4 e 5 de Janeiro com 1.050 pais de filhos menores dos 50 estados americanos, 75% acredita que os videojogos violentos contribuem para a violência no seu país.

Este estudo revelou que 89% são da opinião que a violência nos videojogos é um problema e 75% dizem ser difícil proteger o seu menor contra a violência.

Relacionados estão também os dados que apontam para que 77% acredite que a violência na TV e cinema contribua para a violência no país, 64% diz que os brinquedos também são um factor e 92% defendem que o Bullying também leva à violência.

Curiosamente, este estudo foi feito em casais com filhos menores de idade, ou seja, o público que não deve aceder a jogos de teor violento. Felizmente 93% dos inquiridos admitiu que a falta de supervisionamento das crianças também é um factor.

Que acham destes dados? Deixem a vossa opinião em baixo.

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram