Marca XBOX “será vendida a alguém como a Sony”

Nos momentos em que a indústria passa por um momento de acalmia, eis que surge um analista para nos alegrar o dia com as suas teorias da conspiração.

Desta vez o protagonista é Adam Hartung, colaborador da publicação Forbes que decidiu escrever um artigo sobre a estagnação e possível declínio da Microsoft num futuro próximo, mais precisamente três anos.

Após explorar temas como o insucesso do Windows 8 e a perda de influência na “batalha” contra a Apple, Hartung focou-se no ramo do entretenimento e prestou declarações curiosas.

“A Microsoft não faz dinheiro algum com a sua divisão de entretenimento Xbox/Kinect, perdendo montantes avultados na sua divisão online (entre $350 e $750 Milhões negativos por trimestre). Não interessa o quanto alguém gosta dos produtos que não sejam Windows Microsoft” – provavelmente numa alusão aos títulos third-party – “sem as vendas e lucros históricos conseguidos com o Windows/Office a Microsoft não é sustentável”.

No entanto a afirmação mais curiosa ainda estaria para vir: “A divisão de entretenimento será desmembrada, vendida a alguém como a Sony ou possivelmente Barnes & Noble ou dramaticamente reduzida em tamanho. Incapaz de produzir lucro, irá cada vez mais ser vista como uma distracção na batalha pela salvação do Windows”.

Para terminar, Hartung atira: “Fim do Jogo. Ballmer (CEO da empresa) perdeu. Se continuarem a investir o vosso dinheiro na Microsoft este irá desaparecer juntamente com a companhia”.

Concordam com estas declarações ou acham-nas exageradas? Partilhem a vossa opinião na zona de comentários.

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
tylarth

É um pouco ousado estar a dizer uma coisa dessas, é certo que pode deixar de ser a potência que foi em tempos mas daí a medidas tão drásticas duvido um bocado.
No que me diz respeito a xbox não me diz nada para ser o mais simplista possível não me agrada.

O kinect, tomaram uma abordagem a meu ver totalmente errada ainda na última E3 cada vez que se ouvia a palavra kinect logo de seguida vinha o comando por voz (recordando que o kinect é uma câmara e blahblah objectivo principal capturar movimentos não comandos de voz para isso existem microfones) parecia que estavam a tentar vender um microfone de 150€. Depois televisão na xbox etc etc etc. Porcaria inútil que interessa a meia dúzia de indivíduos depois fazem uma separação de conteúdo entre 5 estrelas (América) e os rascas que nem a segunda estrela merecem que o vendaval do outro dia a levou (resto do mundo). A América é um mercado grande mas não deixa de ser limitado; para mim a maior falha está aí no que toca a essa área da xbox, pagas o mesmo diferença de conteúdos enorme.
Não têm exclusivos de peso sustentáveis em número suficiente para agradarem uma vasta gama de jogadores basicamente podiam perguntar gostas de halo, gears of war e forza? Bem vindo ao nosso mundo de exclusivos.

E a lista de falhas continua, e o que fazem bem também há outros que o fazem.

Esta é a minha opinião sobre a área de entretenimento da microsoft e as razões pelas quais eu não tenho interesse nela. A concorrência directa é me muito mais apelativa.

mart88

Este analista devia é rever bem as suas previsões ou estar calado, com a chegada de uma nova geração e com os rumores que a PS4 pode largar o dualshock talvez vamos ter uma geração em que cada consola oferece uma experiência diferente fazendo que os estúdios próprios podem tornar-se muito importantes.
Também tem de se referir que Xbox/kinect tem potencial mas tal como a Wii e o Move sofrem de sub-aproveitamento e estratégias baratas de vendas.

Tendo em conta que o Win8 e Surface são alguns dos itens mais “hots” do ano e com a chegada da nova consola que vai ter com certeza o sistema de interligação entre os smartphones e Tables com win8 e os pc’s a microsoft pode vir aí com um grandes resultados.

LFO

É a ordem natural das coisas xD

FoxRS

Não fazia ideia de que a Microsoft perdia tanto dinheiro com isto. Faz lembrar a Smart (os carros). Desde que foi lançada em 1998 que não produziu lucro. Nunca. E não é por isso que é uma má marca ou que pouca gente a comprou, porque é bem o contrário.

A Microsoft foi, acho, muito corajosa ao lançar a primeira Xbox e a 360 foi um sucesso muito grande. Se foi ou não bem gerida isso já é outra coisa. Também concordo com o tylarth, o foco no Kinect é ridículo. E em vez de admitir o erro e seguir em frente, não querem dar o braço a torcer e quem se lixa são eles e… nós, jogadores, que ficamos com jogos piores.

Se o Windows 8 não tem muito sucesso, acho que a culpa é um bocado do Windows 7, por ser muito bom. O 7 em relação ao Vista foi um salto muito positivo, daí a grande aceitação, mas se é para saltar do 7º para o “6º” (8º), mais vale ficar no mesmo piso. =P

LFO

Yap, o foco no kinect é ridículo, bem como no Move.
Ambas as companhias deviam era ter estado quietas, e não lançar nem uma coisa nem outra. Quiseram oferecer aos seus clientes uma experiência de jogo “parecida” com a wii e acabaram por fazer merda. Shame…
Contudo acho que a Sony devia ter continuado com o Eye Toy..

FoxRS

O Eye-Toy foi brutal e ninguém me tira da cabeça que o Kinect é um Eye-Toy HD. Mas mesmo o Eye-Toy no final da era da PS2 já estava um bocado cansado.

Acho que o Move ainda é um flop maior do que o Kinect, mas penso que não terão perdido tanto dinheiro com ele e também o foco não foi tão grande. Isto é tudo uma valente má gestão de conteúdos e algum azar/incompetência. Por um lado, é difícil prever a aceitação de um produto novo, mas lá está, se não foi bem aceite até agora, para quê insistir? É como as televisões 3D.

Eles querem impingir-nos uma tecnologia à força e nós dizemos “não, não, não”, mas eles continuam. Nós pedimos “jogos, queremos mais jogos”. “Mas não, olhem o sensor de movimentos, olhem o sensor de voz, não querem andar aos saltinhos? É giro!”.

Está tudo muito mal aproveitado…

Vasco Neves

Isso de impingir as coisas é o rumo natural da tecnologia, ou seja, sempre que se quer inovar neste departamento, as grandes empresas, muitas vezes vão buscar ideias já bastante antigas, e até já usadas anteriormente, mas apenas lhes dão um nome diferente, e dizem eles que inovam. O Kinect é um prova disso, outra grande prova desse sistema que está muito na moda é o Cloud, que já era usado à bastante tempo, mas apenas mudaram o nome.

David Amador

Embora seja verdade que a Microsoft perde dinheiro com as Xbox e o Windows 8 não veio ajudar, penso que a proxima Xbox deve ser um sucesso o que pode aliviar um pouco. Quanto a algum dia venderem a marca, é possivel, mas duvido que seja à Sony. A meu ver a Sony vai parar/falir com a divisao de jogos antes da Microsoft. A PS3 não impressionou e se a 4 for só a apostar em raw power existe grande probabilidade de se estatelarem.

Eduardo Costa

Concordando um pouco com o tylarth no tópico em que a Microsoft não oferece os mesmos conteudos a nivel global deixa-me um pouco desiludido (até porque tenho uma xbox 360).
Mas verdade seja dita a Xbox 360 andou a evoluir não para ser uma consola mas sim uma base de operações de entertedimento e com isso passou a ter mais desenvolvimento nas areas de musica, televisao, cinema e muitas outras coisas pipis (mas claro, não para toda a gente -.-“).
Em relação ao kinect acho que foi um passo enorme pela positiva MAS (atenção ao mas), não em relação aos jogos e sim ao mundo da robotica.
Digo isto porque encontro bastantes artigos que vou lendo na net ou vendo na televisão que demonstram vários robots que tem encorporados o sistema do kinect e que são uteis à sociedade.
Obviamente as coisas quando são novas é dificil avaliar se é ou não é uma boa aposta, porque se as pessoas não conheçem, não sabem se querem.
Agora que já se conhece espera-se que seja melhorado ou então que procurem outra solução.
P.S.: A E3 de 2012 foi uma grande desilusão para mim em termos de Xbox 360 porque não fizeram nada de novo simplesmente foi mais do mesmo..
Cumps
🙂

r2

É uma análise de risco deste que senhor que, no entanto, não diz nada de muito infundado.Todavia, a MS não se deixará derrotar facilmente, até pode ser ao contrario a marca Playstation cair nas maos da MS.No mundo dos negócios é tudo muito volátil, o que está bem num minuto pode desmoronar-se no outro,ou ao contrario.

Vasco Neves

O que este senhor se refere é mais uma crítica à política da Microsoft em geral, visto que é uma empresa já com muitos anos de experiência, e ainda uma das maiores do mundo, logo, a exigência aumenta muito mais do que uma empresa dita “normal”. Isso fica claro quando se refere ao Windows 8, em que eu concordo na plenitude com ele. A Microsoft se quer vender os seus produtos, tem de trabalhar para isso! Os Sistemas Operativos Windows normalmente são aceitáveis quando lançam um antes em que é um fracasso tremendo, e isso está a arrastar-se aos outros departamentos da empresa, como é o caso do entretenimento. Com isto, claro que a empresa perde na fiabilidade que os consumidores lhes dão no geral.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
11
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x