Kingdom Hearts, é assim tão difícil de entender?

Kingdom_hearts_2_top_ps2_pn

Pelo internet fora vejo muitas pessoas a escreverem que a história de Kingdom Hearts é complicada. Mas será que é mesmo? Eu por minha vez não vejo confusão nenhuma na linha de eventos que acontecem na série.

Vamos começar pelo jogo que iniciou tudo, Kingdom Hearts. Não existe muito a dizer, mas já me esquecia, vou tentar falar sem fazer o maior número de spoilers possíveis (no fundo é uma desculpa para não me levarem a explicar a série toda).

kingdom-hearts-hd-1-5-remix-ana-pn-n_00007

Como já tinha dito, não já muito a dizer sobre o primeiro jogo da série, quem é aquela personagem misteriosa a início? Se prestarem atenção poderão descobrir (mas é respondido num outro jogo da série). Porque é que o Riku e o Sora tem o poder da Keyblade? É respondido noutro jogo. Porque é que a Kairi ficou naquele estado? É respondido noutro jogo.

E pronto, temos Kingdom Hearts arrumado. Não foi assim tão difícil de perceber o primeiro jogo, foi?

kingdom-hearts-2-5-hd-remix-imagens-janeiro-pn-n_00001

Vamos falar de sequela, Kingdom Hearts II. Acontece isto e aquilo e temos o nosso final feliz. Quem é Roxas? É respondido mais tarde no jogo. O que é que aconteceu a Sora, Donald e Goofy desde o último jogo? É algo respondido durante o jogo, mas para mais informações, joguem outro jogo da série.

Acho que ainda não é tarde de mais para dizer, o que ando a escrever está a ter os seus factos retirados da minha cabeça. Não iria conseguir provar nada se estivesse a ver wikias ou vídeos no youtube. Com isso dito, posso esquecer-me de algum ponto importante durante o artigo.

Continuando, a relação entre Roxas e Axel, é explorado noutro jogo. Todas as outras questões, respondidas durante o jogo, se prestarem atenção e lerem os reports, sim, não se esqueçam de ler os reports, são importantes e explicam algumas coisas. De qualquer das maneiras, as maiores questões terão o seu véu levantado em Birth by Sleep.

kingdom-hearts-hd-1-5-remix-ana-pn-n_00004

Mas antes disso, vamos voltar atrás um pouco. Kingdom Hearts Re:Chain of Memories. Uma das complicações da série Kingdom Hearts é saber quem é que está por debaixo do capuz. Esse capuz (eu sei que é um conjunto completo, mas o capuz é o que salta à vista) aparentemente é uma moda qualquer no mundo da série que foi iniciada pelos vilões. Algo que começou a ser pegado pelos heróis. Não, na realidade o capuz, para além de ter poderes mágicos e fazer com que todos tenham a mesma constituição, e assim ser impossível de saber quem é quem, oferece protecção para quem viaja entre os corredores da escuridão.

Voltando a Chain of Memories, quem é a personagem com o capuz no início? Marluxia. Caso seja difícil identificar a voz, podem ler um dos secret reports em 358/2 Days onde é dito que Marluxia conseguiu atrair Sora, Donald e Goofy até Castle Oblivion.

O que é Castle Oblivion, perguntam vocês? É explicado noutro jogo. Nomeadamente no início do Final Episode de Birth by Sleep.

kingdom-hearts-2-5-hd-remix-imagens-janeiro-pn-n_00007

Não há muito a explicar, o jogo fala por si ao apresentar os outros membros da Organization XIII, e a Naminé explica tudo no fim. Mas, algo que Sora não tinha conhecimento é que Riku também está no castelo.

Como é que o Riku e o Mickey conseguiram escapar do Realm of Darkness? A questão do Riku é basicamente igual ao final do Kingdom Hearts II, o seu coração levou-o até Sora. Já Mickey, poderá ser algo que vai ser respondido em Birth by Sleep 0.2, durante os breves momentos em que ele e Riku se separaram no Realm of Darkness e encontrou Aqua (ou então foi explicado mas eu não apanhei).

Tirando isso não existe mais nada a dizer sobre a história de Riku e esta entrada da série.

kingdom-hearts-hd-1-5-remix-ana-pn-n_00014

Entretanto, enquanto Sora e Riku causavam confusão no Castle Oblivion, Roxas andava a viver a sua vida em Kingdom Hearts 358/2 Days.

A história acaba por ser mais um fanservice, mostrando os dias de Roxas na Organização, e a sua amizade com Axel e Xion. Explorando um pouco os outros membros e fazendo assim a sua ponte para Kingdom Hearts II.

kingdom-hearts-hd-1-5-remix-ana-pn-n_00001

Chega a altura do tão esperado Kingdom Hearts Birth by Sleep. Que acaba por responder a imensas questões (mais uma vez, não se esqueçam de ler os reports de cada jogo para melhor entender as coisas).

Se prestarem atenção a cada uma das aventuras das três personagens, Terra, Ventus e Aqua, conseguem perceber tudo o que lhes acontece. Agora, qual a ligação com os eventos de Kingdom Hearts e Kingdom Hearts II?

Descobrimos a origem de Ansem e Xemnas, o porquê de Sora, Riku e Kairi poderem usar a keyblade. O porquê de a Kairi ter ficado naquele estado no primeiro jogo. Como Castle Oblivion surgiu. O porquê do Nobody de Sora ter aquele aspecto (a Naminé é um caso especial). Entre muitas outras coisas.

kingdom-hearts-hd-2-5-remix-anunciado-pn-n_00001

Ou seja, se jogarem apenas Kingdom Hearts, Kingdom Hearts II e Kingdom Hearts Birth by Sleep conseguem entender perfeitamente a história. Apenas precisam de prestar atenção e ligar os pontos. Kingdom Hearts Re:Chain of Memories e Kingdom Hearts 358/2 Days acabam por ser side stories que complementam um pouco a coisa.

Hm? Dizem que faltam dois jogos? Bem, Kingdom Hearts Re:Coded nem é importante. Apenas os seus últimos momentos. Já Kingdom Hearts Dream Drop Distance vem explicar umas coisas, e ao mesmo tempo apresenta novos cenários.

A série não é assim tão difícil de entender, a maior parte é explicada normalmente com a progressão de cada jogo. Outra parte nos reports, e a outra apenas requer que voltemos atrás para entender X e Y.

kingdom-hearts-3-random-pn

Ainda estão curiosos sobre os secret bosses? Bem, é suposto eles serem um mistério, mas se querem mesmo saber. O de Kingdom Hearts é o Xemnas, se lutaram contra ele no segundo jogo então torna-se óbvio. O de Kingdom Hearts II também é óbvio caso tenham jogado Birth by Sleep, Armour of Terra. Já o de Birth by Sleep… não posso dizer porque seria um spoiler de Dream Drop Distance, mas vejam o segundo secret ending de Re:Coded.

As maiores questões acabam por ser, o que aconteceu a Pluto durante toda esta aventura? E o Moogle que vestia a roupa da Organização no 358/2 Days? Onde foi ele? Qual é a sua história? Porque é que o Donald e o Goofy não se lembram de Yen Sid no segundo jogo mesmo tendo estado com ele em Birth by Sleep? E vocês? Acham que a série é confusa?

Latest posts by Mathias Marques (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nirvanes

KH é um festival de plot holes. Eu não tenho conhecimento sobre a série toda, e acredito que tente tapar e explicar as coisas o mais possível, mas o segundo faz pouco sentido mesmo tendo jogar o 358/2 days (podiam ter escolhido um nome mais complicado?) e visto as cutscenes do Re Chains.

No primeiro jogo originalmente não havia sequer uma explicação concreta sobre porque raio o Ryuku ficava do outro lado da porta xD era simplesmente estúpido e ridículo. Mesmo assim acaba a ser, teoricamente, o Mickey é que tinha de fechar daquele lado, o Ryuku só estava lá a “ajudar”. A Kairi fica para trás, e eles depois navegam aleatoriamente para um palácio (o do Re Chains)… acabam todos no mesmo sítio sem grande explicação (aquela paisagem final, aqueles campos, e o Donald e o Goofy têm as suas roupas dos desenhos animados (aleatório), de onde é que veio o Pluto?).

A história dos Nobodies foi mais ou menos explicada, mas na minha cabeça a organização XIII ainda não está bem esclarecida.

O Axel para mim por exemplo não faz sentido nenhum, a forma como ele persegue o Roxas durante o KH2 é parva, e eu vi o 358 days… (btw, ele é o Nobody do Riku?)

Ao menos já aprendi alguma coisa (não li tudo claro):
“Esse capuz (eu sei que é um conjunto completo, mas o capuz é o que salta à vista) aparentemente é uma moda qualquer no mundo da série que foi iniciada pelos vilões. Algo que começou a ser pegado pelos heróis. Não, na realidade o capuz, para além de ter poderes mágicos e fazer com que todos tenham a mesma constituição, e assim ser impossível de saber quem é quem, oferece protecção para quem viaja entre os corredores da escuridão.”

Apanhas muitas coisas por explicar se vires os Everything Wrong with KH que há no youtube, ainda não vi do segundo mas dos outros sim.

Silver4000

Isso do Riku acabou por ser um sacrifício por sua parte, já que ele tinha o Ansem dentro de si, temia que o poder da escuridão tomasse conta dele novamente.

Na realidade o local onde eles tinham combatido contra o Ansem não era propriamente um mundo, por isso quando o derrotaram, eles tinham que ir para algum lugar, e tendo em conta que o corpo do Ventus está a dormir no Castle Oblivion e que o seu coração está dentro do Sora, acaba por explicar o porquê de ele ter sido atraído até lá. Agora a cena das roupas e do Pluto é que precisam de esclarecimento.

A Organização XIII acabou por ser explicada, mas entra em mais detalhes no Dream Drop Distance, se leste os reports do KH II e se te lembrares do que o DiZ disse, metade da organização eram aprendizes dele, mas com a liderança do Xehanort (que na altura estava no corpo do Terra) acabaram por o trair e começaram a fazerem testes com a escuridão e isso, e foi quando tornaram-se em Nobodies. O objectivo deles (liderados pelo Xemnas, o Nobody do Xehanort que estava no corpo do Terra) era construir Kingdom Hearts.

O Axel é o Nobody do Lea, que teve uma breve aparição no Birth by Sleep. A razão pela qual ele andava tão insistente com o Roxas é que se ele recusasse o trabalho seria exterminado, e por sua vez, se ele não conseguisse trazer Roxas de volta, a Organização iria matar Roxas. Daí ele ir até ao ponto de lutar contra ele.

São coisas que é preciso ver e rever para entender bem x)

Nirvanes

Como deves imaginar, só tendo jogado até ao Kh2 não conheço algumas das coisas que me falaste, não sei quem é o Ventus nem o Lea. xD

Quanto ao fim do primeiro, aquilo não era um mundo, era um sítio completamente aleatório no fim do mundo onde estava a porta do Kingdom Hearts… a cena é que o Sora fica fora do Kingdom Hearts e o Riku e o Mickey dentro. Caminham de lados diferentes da porta e vão dar basicamente ao mesmo sítio.

Lfo

Tens de jogar o melhor KH para descobrires.

Ulisses Domingues

O facto de Kingdom Hearts em si ser confuso está explícito no teu artigo 🙂

Queres saber uma coisa? Joga o outro jogo. Quere saber Y? Outro jogo. Z? Mais à frente do jogo. Mas Z depois aparece no outro jogo e diz outra coisa completamente diferente.

Para quem realmente quer seguir e olhar para todos os pormenores, Kingdom Hearts não é assim tão confuso, convém é que tenhas um papel e lápis à mão para tu próprio não te perderes porque há tanta coisa a acontecer por todo o lado.

Contudo, gosto da série 😛

Silver4000

Hoje em dia só basta jogar as collections x)
Mas na altura três jogos importantes estavam na PS2, e o BBS na PSP, dava para apanhar tudo.

Mas sim, concordo nisso de jogo X dizer Z e depois jogo Y dizer Z de outra forma. E isso cai em falta com o Nomura, ele mesmo admitiu que o secret ending do primeiro Kingdom Hearts, onde o Roxas e o Riku estavam a lutar, nem tinha as personagens definidas, e que o texto que aparecia por vezes eram palavras escolhidas ao acaso (ou seja, era tudo apenas para parecer “fixe”), o que significa que ele não planeou nada e que apenas está a seguir a onda.

Existem vários casos em que uma cutscene num jogo apresenta algo, mas depois noutro a mesma cutscene já é diferente, podiam arranjar isso…

Convém mesmo ter um papel e lápis à mão x)

ZLGNF

Apesar de não apresentar a historia da melhor forma, se realmente quiséssemos e prestássemos atenção, a serie até fazia mais ou menos sentido. Pelo menos fazia até sair o KH3D e arruinar tudo. Parece que com aquele titulo o Nomura quis que a historia fosse confusa só para ser confusa mesmo. Birth by Sleep foi um pouco confuso mas ainda teve um lado mais “emocional” e “simples”, era uma historia trágica, quase típico de uma prequela. No KH3D tivemos um monte de cutscenes em que nada interessante ou emocional acontecia e depois chegamos ao ultimo mundo e levamos com um infodump da historia toda.

Eu adorava a serie, ainda adoro, mas o 3D foi um wakeup call para mim. Por muito a historia funcione, acho que esta não a melhor forma de se contar uma historia. E se as cenas já forem complicadas agora, estou para ver como vai ser com KH Xs e Foretellers e mais não sei o quê…

Milchgeist

O problema é das plataformas. Ah vamos lançar para a DS e agora ps2 e agora psp e agora 3d, porque sim. Fica tudo disperso. E não ajuda eles inventarem jogos com cartas, que nem dão vontade de jogar.

Kanudo

Sinceramente o maior mistério de Kingdom Hearts continua a ser o que aconteceu à mãe do Sora depois dele não ter aparecido para jantar após tanto tempo xD

É muito fácil dizer que não é complicado de entender depois de se ter jogado grande parte dos jogos. Mesmo que a maioria das nossas dúvidas possam ser explicadas no jogo X ou Y, a história de Kingdom Hearts não deixa de ser complexa e difícil de seguir às vezes.

Eu não tenho problemas pelo facto de existirem vários spin-offs para plataformas diferentes. O maior problema é que alguns desses spin-offs contribuem muito pouco para a história em geral e não justifica serem criados jogos inteiro só à volta disso.

Felizmente a fase “milking” da série (não interpretem isto como algo demasiado negativo) está quase a acabar e Kingdom Hearts 3 está a caminho.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
9
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x