Estudo: Mulheres recebem até três vezes mais “flame” em jogos online

Já estão fartos de jogar com pessoas que garantem que já dormiram com a vossa mãe, ou que sabem que a vossa avó é melhor em jogos de guerra que vocês?

Segundo um estudo publicado no site Gamasutra, as mulheres têm mais razões de queixa, sendo alvo de até três vezes mais “flame” (piadas, gozo ou ataques verbais) que os homens ou jogadores não identificados.

O estudo foi levado a cabo com a utilização de voz de uma mulher e foi medido da mesma forma com voz masculina e ausência de voz. O “cenário de guerra” escolhido foi o jogo Halo 3. Os resultados como já devem ter percebido, mostram que a mulher é o maior alvo para os outros jogadores.

Agora já sabem, a qualquer momento e em qualquer parte do mundo, algum jogador masculino está a mandar uma mulher de volta para a cozinha, e isso não é de todo simpático, especialmente se ela acabou de o humilhar com um headshot vindo da outra ponta do mapa. Há que respeitar todos os jogadores.

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram