Dishonored: Jogos para um jogador vão continuar a existir

A indústria dos videojogos sofreu várias mudanças ao longo dos anos e novos géneros foram sendo descobertos, mas isso não significa que alguns estilos acabem por morrer.

Segundo Harvey Smith, co-director do jogo Dishonored, ainda existe espaço para os jogos single-player (um jogador) para continuar a existir.

“Cada vez que alguém anuncia o fim da experiência para um jogador, algo como o The Sims ou Bioshock Infinite aparecem e fazem bem coisas diferentes.”

“Se são velhos o suficiente, vão recordar quando eram os jogos live-action. A certa altura eram os MMO. Depois foram os jogos sociais. Mais tarde os atiradores multijogador. Nenhuma destas coisas é má, são todas boas. Mas a realidade aponta para que continuemos a adicionar tipos de jogos e encontrar novos grupos de jogadores. O mercado continua a crescer.”

Embora muitos tenham defendido que os modos campanha para um jogador iriam acabar por desaparecer, a verdade é que até alguns dos melhores jogos lançados este ano encaixam neste género.

Qual a vossa opinião?

Latest posts by Daniel Silvestre (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nirvanes

Eu espero que sim. Já chega de todos os jogos terem de ter um multiplayer, e do facto de não ter multiplayer ser um ponto negativo (como já vi em muitas reviews). Isso nem devia ser discutível, é uma questão de opção. Eu sou principalmente um jogador single player, gosto de entrar numa aventura e viver uma história, não sou muito competitivo nem gosto muito de ter comandos super complicados. Eu jogo pela jornada, porque os jogos nos transportam para um tempo e espaço diferentes e nos fazem viver uma história como se fosse nossa. Como Ken Levine diz aqui http://youtu.be/PWkFD0hHx9s?t=21m42s
Eu sei que a vertente social é positiva, mas para mim jogar nunca foi isso. Prefiro estar com um amigo e vê-lo jogar um jogo qualquer com história (como já fiz muitas vezes) do que a jogarmos os dois qualquer coisa muitas vezes. Foi assim que ‘joguei’ pela primeira vez o RE1, um amigo jogava e eu via, e adorava só observar… nem gostava de jogar tinha medo.
Tudo bem que este mercado dos modos multijogador cresça, nada contra, mas há jogos que simplesmente não são feitos para isso… por isso que não se force mais jogos a terem multiplayer só porque sim, porque os jogadores acham que um jogo só com single player é um jogo com pouca longevidade. Um bom exemplo é este Dishonered, o Bioshock Infinite. Um mau exemplo para mim é o The Last of Us, não entendo qual é a ideia de se obrigarem a fazer um multiplayer para um jogo que se foca principalmente na história (ao que parece). Mas pronto.
Outra coisa que me chateia é que parece que os multiplayers locais estão a desaparecer aos poucos… porquê? É coisa quase impensável a meu ver… Eu trocava todos os dias ter um multiplayer local mais vezes para jogar com um amigo em casa do que ter um multiplayer online. Onde estão os co-ops? Não consigo perceber como é que por exemplo o Uncharted tem co-op online e não tem local lol torna-se ridiculo.

Espero é que continuem a haver jogos para todos. No dia em que as histórias single player e campanhas deixem de ser feitas em detrimento dos modos multiplayers eu deixo de ser jogador.

Cerberus Batista

concordo plenamente contigo os meus jogos favoritos como GOW que fui arruinado com o multiplayer, há jogos que fizerem historia como o pokemon que comecei a jogar no 1 ano e ainda jogo são jogos que não precisam disso para nada, a saga do naruto storm eu nem jogo online só joguei uma vez no 2 para fazer boost com um amigo meu para platinar o jogo mais nada, no AC por exemplo eu só joguei em wolfpack sozinho só para ganhar a platina. não acho que algum dia os jogos de campanha acabem porque nem todos são fãs de multiplayer porque o mundo dos jogos não roda a volta disso.

Nirvanes

Não roda, mas cada vez o multiplayer é mais ‘importante’. Como disse hoje em dia jogos são julgados por terem ou não um modo multiplayer online… do local quase nunca ninguém fala. Eu pessoalmente gosto mais de jogar com amigos do que com ‘desconhecidos’…
Para mim o single player é tudo ou quase tudo. O único jogo que comprei por uma questão de competição online foi o FIFA 12. Praticamente tudo o que tenho são jogos que têm uma predominância no single player e história. Muitos deles têm online que eu praticamente só experimento jogo uns dias e mais nada… também não ligo muito aos troféus por isso.

Cerberus Batista

eu gosto de ter os troféus porque é uma maneira de saber que passei o jogo a 100%, para mim a historia que os jogos têm é o mais importante, mas claro a jogabilidade tambem e importante, eu nunca comprei nenhum jogo so para jogar com alguém mas ja jogei bastante little big planet com amigos meus mas era mais para diversao e para o gozo.

Silver4000

Completamente verdade.
Na altura da PS2 ia eu a casa de um amigo, ou vinha ele a minha casa e jogàva-mos os dois na PS2.
Com a PS3 isso jà não acontece, pensava sempre, se vierem eles cà o que vamos jogar? Não hà nada para 2, e o que hà é so online…

Nirvanes

Exacto. No outro dia fui para casa de um amigo e pensei ‘vou levar uns jogos para levar’, eu sei que compro jogos principalmente para um jogador, mas dei por mim em mais de 12 ou 13 jogos a ter apenas Fifa 12, GT5 e Portal com multijogador local lol. Como é que um Uncharted 2 por exemplo não tem um deathmatch e co-op local e tem online? Não me cabe na cabeça sinceramente.
Longe vão os tempos em que tinha sempre um Halo para jogar com um amigo ou contra um amigo.

LFO

Eu acho que o U3 tem 😉

Nirvanes

Tenta confirmar. Eu acho que não. Acho que nunca nenhum Uncharted teve multiplayer local.

Amnesiac

Confirmo! O Uncharted 3 tem co-op local.

Nirvanes

Menos mal. Mas o Co-op do Uncharted não é história, é só uns niveis certo?
E deathmatch local?

Amnesiac

Sim, são uns níveis, com um pseudo-enredo, só para justificar o que tens de fazer. Deathmatch local não tenho a certeza, mas acho que não tem.

Nirvanes

Sim, pois. Um enredo pequeno só para justificar o que tens de fazer é um bocado parvo. O Portal 2 tem um co-op que faz isso mas de uma forma muito mais inteligente a meu ver.
Então é faltoso na mesma… acho que quem faz um deathmatch online faz um offline.

Amnesiac

O co-op do Portal 2 está muito bem feito. Cria uma nova história a partir do universo do jogo, sem que esta pareça demasiado forçada. Assim, acaba por ser uma continuação divertida a dois para o single-player.
Realmente, acaba por ser um bocado ‘fail’ x)

LFO

Co-Op do Portal 2 é soberbo 😀
Já o passei com um amigo o co-op na minha PS3 e na 360 dele por acaso xD

Nirvanes

Eu ainda não passei toda, só uns níveis! Hei de passar.

Nirvanes

Sim a do Portal está bem feita e credível. Sempre dentro da história.

Amnesiac

Concordo com o que disseste!
Eu também sou assim. A minha preferência recai sempre sobre o single-player. Dou muito mais valor a um jogo que nos conta uma história original, emocionante, interessante e nos oferece uma experiência diferente, mesmo que não disponha de um modo multiplayer. Também jogo online mas apenas muito raramente e, das poucas vezes que jogo, é sempre com amigos, para passar um bom bocado e descontrair.
Tocaste numa questão importante: a forma como a ausência de multiplayer é vista, de certo modo, como um ponto negativo. Infelizmente, parece que se tornou uma exigência na indústria. Custará muito entender que existem certos jogos onde a sua inclusão não faz qualquer sentido?!

_GM_

EU quando jogo videojogos, jogo de duas formas: ou jogo para me divertir, ou jogo a sério. Quando jogo para me divertir, jogo jogos como Super Mario, Team Fortress 2, Mario Kart, etc.. quando jogo a sério, jogo jogos do tipo Batman Arkham Asylum ou City, jogo Pokemon, jogo Legend of Zelda, etc.. Eu neste momento quero e desejo jogos singleplayer com experiências fenomenais do que multiplayer. Não condeno o multiplayer e vertentes sociais.. mas para mim singleplayer é o que quero!

LFO

Eu antes defendia o MP do Ascension, gostei do que joguei na BETA, mas agora que possuo o jogo posso dizer que o MP é completamente dispensável. Acaba por funcionar e ser divertido, mas existem ali coisas que foram muito mal feitas e é muito injusto!!! Preferia uma campanha mais longa por exemplo. E depois o SP é que sofre, pois sinto que a experiência foi um pouco encurtada.

MP é coisa de shooter e de jogos de carros/motas, porrada e deportos. Adaptarem-os a outros géneros é só estarem a danificar a imagem da série e o próprio SP.

Darks

O que mais valorizo num jogo é a história e por isso, para mim, os melhores jogos correspondem aqueles que tiverem melhor história e de facto esses são quase sempre aqueles que não têm multiplayer, pois os produtores só se têm de preocupar com o singleplayer.

Eu não consigo jogar o multiplayer de um jogo durante muito tempo. Chega a uma altura em que se torna muito monótono. Falta algo que me “agarre”, que me incentive!

Espero que apostem cada vez mais em jogos desses géneros e que lhes seja atribuído o devido valor.

André Oliveira

Basicamente a teoria hoje em dia é que qualquer jogo tem que ter obrigatoriamente mp senão não presta, o que na minha modesta opinião é uma estupidez lol Pessoalmente prefiro jogos que se foquem no sp porque gosto de jogar ao meu ritmo, da minha maneira, etc, tirando alguns exemplos, como fifa’s, jogos de porrada e borderlands.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
21
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x