Borderlands 2: Tiny Tina acusada de racismo

O politicamente correcto volta a atacar no mundo dos videojogos, sendo que desta vez as atenções estão viradas para a personagem Tiny Tina de Borderlands 2.

Para quem nunca jogou o jogo mais recente da Gearbox, Tiny Tina é uma rapariga com 8 anos com fascínio por explosivos, tortura, relações sentimentais com os seus brinquedos e uma forma de falar que engloba várias influências.

Foi exactamente através da forma de falar de Tiny Tina que Mike Stacco da Cryptozoic Entertainment (produtora de videojogos iOS) iniciou uma discussão no Twitter que foi prontamente dividida entre vários apoiantes e defensores.

“Hey. Gosto muito da narrativa de Borderlands 2. Mas a forma de falar falar da Tiny Tina que vai ao encontro da “rapariga branca que fala como gente de bairro” tem de sair.”

As respostas a este Tweet fizeram com o próprio presidente da Gearbox, Randy Pitchford e Anthony Burch, argumentista de Borderlands 2, tenham respondido prontamente:

Randy Pitchford: “A Tina não é racista porque vocês não são racistas. Vocês são um pilar de tolerância e inclusão.”

Anthony Burch: “Se a Tina for realmente problemática, eu altero-a. Não me convence que uma personagem seja racista por utilizar jargão como badonkadonk/crunk. Se estiver errado, gostava de saber porque.”

E vocês o que acham? Mais um ataque sem sentido à liberdade criativa ou a Tiny Tina consegue passar das marcas? Deixem os vossos comentários em baixo.

Latest posts by Daniel Silvestre (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
tylarth

Face palm… há mesmo gente sem nada para fazer não há? é pá não sei quanto a vocês mas eu estou a começar a ficar racista destes senhores altamente bem formados e nada estúpidos. Porque é que não podem simplesmente fechar a matraca quando não têm nada de jeito para dizer. Já faltou mais para representar as personagens todas por paralélipipedos invisiveis para não magoar ninguém quanto ás cores meter uma voz robotizada para não ter sotaque e o uso exclusivo de palavras pré aprovadas pelo conselho da P.Q.P.E.T. se estão interessados em saber o que isso significa podem mandar pm…

Silver4000

Esperem, é racista por ser branca e falar como os pretos, é isso?
omfg, whos the racist here?

LFO

Têm sempre de implicar com tudo, fosca-se…nada está bem, quase tudo está mal…

http://t.qkme.me/35e89g.jpg

DiogoBosingwa

Aposto que a Chloe do Uncharted não lhe chateia de certeza

Cerberus Batista

só uma coisa esse comentário da “rapariga branca que fala como gente de bairro” já é racista em si mas ok, e só por quererem que ela fale como branca também e racista, esse pessoal mata-me

Guilhathorn

Mas que estupidez….

João Ferreira

É que só podem estar a gozar

FoxRS

E uma chapada no focinho?

Darks

I don’t wanna live in this planet anymore. Estou tão cansado deste tipo de pessoas que implicam por tudo e por nada………..e o mais engraçado é que têm emprego, porque se não tivessem ainda mais tempo teriam para fazer reclamações ignorantes como esta.

Arez

Os mais racistas são aqueles que acusam os outros de racismo sem razão 😉

r2

Não joguei o jogo, mas pelo que li nste artigo esta Tina parece ser uma personagem-tipo de certo modo. Racismo, para mim, é afirmar algo como:”X raça é escumalha e devia deixar de existir por ser inferior”.Isso sim, é puro de duro racismo, simplesmente condenável..Agora isto?Não aprenta ser nada de especial :s….Digo eu.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
11
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x