Antevisão – inFamous: Second Son

infamous-second-son-ant-pn-n_00010

Apesar de Killzone Shadow Fall ter sido um dos primeiros a demonstrar o que a PS4 é capaz de fazer, fazem falta mais jogos que tenham sido criados precisamente a pensar nesta geração.

inFamous: Second Son é certamente um desses, e foi isso que pudemos comprovar ao visitar a Sony para experimentar o próximo grande exclusivo da PS4.

infamous-second-son-ant-pn-n_00008

Embora não fosse possível jogar mais do que duas versões da mesma missão e visitar apenas parte do mapa, esta versão já dava para ter uma boa noção daquilo que nos espera na aventura de Delsin.

A missão que foi possível experimentar era a mesma, embora com um lado bom e um lado mau. Esta escolha era feita imediatamente e de forma clara e desencadeava os acontecimentos que eram necessários jogar.

infamous-second-son-ant-pn-n_00004

A missão do lado bom fazia com que Delsin se unisse a uma Condutora com o nome Fetch e partissem à destruição de barcos carregados de droga e salvamento de algumas “meninas da vida”. A versão má punha-nos frente a frente com a DUP, sendo necessário silenciar protestantes com os nossos poderes igualmente com a ajuda de Fetch.

Nesta versão, Delsin já podia usar tanto os poderes de Smoke (fumo) como os de Neon. A grande diferença entre estes passa exactamente pela violência de cada um. O Smoke tem claramente mais impacto a nível de disparos, ataques e movimentação “bruta”, enquanto o Neon permite abrandar o tempo ao fazer mira, desintegrar inimigos com um bom headshot e percorrer os cenários bem mais depressa (com Neon até conseguem subir paredes a correr).

infamous-second-son-ant-pn-n_00002

A mudança entre o Neon e o Smoke pode ser feita em determinados pontos da cidade ou através da utilização dos veículos. Uma chaminé pode ser usada para recolher o poder de Smoke, enquanto um placar luminoso é a fonte de Neon. Nesta Demo alargada ainda não era possível perder a carga de cada um dos poderes, mas estes terão de ser recarregados tal como nos jogos anteriores.

No que toca a movimentação e combate, a fórmula é bastante semelhante aos outros jogos da série e com a excepção de algumas mudanças na disposição de cada botão e da interacção com certos objectos feitas com o painel táctil, tudo está muito parecido.

infamous-second-son-ant-pn-n_00001

Os combates continuam a ser uma mistura entre longo e curto alcance, com a possibilidade de utilizar disparos de qualquer uma das habilidades, granadas de energia e transformar cada um dos poderes numa arma de curto alcance com a qual agridem quem for preciso.

Apesar de Delsin estar invencível nesta versão de experimentação, deu para perceber por muitas vezes que os inimigos são implacáveis na sua maioria e tentam disparar de sítios afastados para nos dificultar a vida. Até agora, os combates físicos pareceram ser os mais fáceis.

infamous-second-son-ant-pn-n_00005

Um ponto essencial desta experimentação foi claramente o visual “next-gen” deste jogo. inFamous: Second Son é muito forte a nível visual, especialmente tendo em conta que estamos a falar de um jogo que decorre em mundo aberto. Os movimentos da personagem principal em especial são bastante credíveis e as cinemáticas que usam o motor de jogo mostram bons detalhes faciais e animações.

A Demo decorria toda ela durante a noite, o que obscurecia de certa forma os cenários. Confesso que também tinha gostado de ver Seattle de dia, mas assim também foi possível ver a influência das luzes nos cenários e nas personagens em si.

infamous-second-son-ant-pn-n_00006

Curiosamente, esta versão já tinha vozes em português de Portugal. Não me vou debruçar ainda sobre a sua qualidade pois ainda tive pouco contacto com o jogo, mas do que ouvi não me pareceram nada más e apesar de não ser bem a voz de Delsin, Diogo Morgado estava a fazer um bom trabalho nesta versão portuguesa.

É verdade que já tinha experimentado inFamous: Second Son antes, mas esta segunda vista de olhos mostrou um jogo bem mais completo. Depois de jogar estes curtos minutos, apenas fiquei com vontade de continuar, o que é um óptimo sinal.

infamous-second-son-ant-pn-n_00003

inFamous: Second Son chegar à PS4 a 21 de Março e vocês podem contar com a nossa análise perto da data de lançamento.

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silver4000

Então e quanto aos poderes originais?

Daniel Silvestre

Até agora nada de eletricidade and stuff like that

Silver4000

Falava dos Poderes Originais do Delsin, quais são os dele, se os usas-te.
Absorção?

Duarte

Segundo aquilo que ouvi, o poder do Delsin é absorver outros poderes de outros Conduits, ou seja, os poderes que usas nem são originais 😛

HurikaneShadow

Pensa no DeslIn como uma versão masculina da Rogue dos X-men xD

marceloo447

Boa antevisão! 😉

Daniel Silvestre

Tnks!

Lfo

Será que o Troy Baker me vai fazer gostar de inFamous?

Daniel Silvestre

Ele agora está em todo o lado 😀

Duarte

Segundo aquilo que ouvi, o jogo em termos de vozes e escrita de dialogos encontra-se excelente. Mas se tu não gostaste dos anteriores duvido que vás gostar deste, porque tanto em termos de jogabilidade como de decisões morais está similar aos anteriores

Nirvanes

Buuh!

DiogoBosingwa

Se não gostaste até agora then get out of here

alpha

o infamous está a ficar tão piroso que até dói

Nirvanes

Bem, eu acho que o jogo está bonito e para mim pode ser o primeiro GRANDE exclusivo… mas pelo que vi naquela demo achei que estava tudo muito parecido com o Infamous 2 e não gostei nada disso. As animações e tudo mais estavam praticamente iguais, acho que deviam remodelar muita coisa. Mas de resto, espero que tenha sucesso.

Tiago Ferreira

Boa antevisão, tou cheio de vontade de experimentar isto, se bem que nao é este jogo que me vai fazer comprar a ps4. Talvez quando sair o novo uncharted xD

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
15
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x