Antevisão – Animes do Verão 2014

season-verao-anime-opiniao-pn-n

A temporada de Verão começou em força e agora que a maioria dos animes já tem uns quantos episódios para mostrar o seu potencial eu (ShadowDust) e o user Silver4000 decidimo-nos reunir para decidir quais foram aqueles animes que mais merecem a vossa visualização e acompanhamento ao longo desta temporada. Esta lista terá duas partes: uma que são os animes que se destacaram por cima e uma segunda parte composta por uma “wildcard” de cada um, isto é, cada um de nós escolheu um anime que não demonstrou até agora o que nós achamos ser todo o seu potencial e por essa razão não faz parte da lista principal tendo no entanto qualidade suficiente para lá chegar pelo final da temporada. Nesta lista não vão estar incluídos remakes nem séries que transitam da temporada anterior (p.e. JoJo’s Bizarre Adventure: Stardust Crusaders)

Akame ga Kill

Recomendações_Anime_Verão_2014 (1)

Tatsumi é um jovem lutador que parte numa viagem até a Capitol City numa demanda cujo principal objectivo é arranjar fundos para salvar a sua aldeia que está a ser afectada por uma onda de pobreza massiva. Após ter falhado nas suas provas de entrada no exército e de ter sido enganado e ter ficado sem todo o seu dinheiro ele é capturado por uma família de assassinos. Nesta altura é salvo por um grupo chamado Night Raid, assassinos procurados por todo o exército do Estado e toda a vida de Tatsumi dá uma volta de 180º quando se junta a este esquadrão.

Shadow – Um anime que tão depressa é mediano como de seguida consegue cativar-nos a atenção com o comportamento único de cada personagem. Tem alguns momentos altamente inovadores mas por agora são demasiado espaçados para conseguir perceber se vai ser um concorrente a Anime of The Season. Se o caminho da manga original for bem adaptado promete ser um sério candidato ao prémio.

Aldnoah.Zero

Recomendações_Anime_Verão_2014 (2)

Em 1972, a missão Apollo 17 descobriu uma ligação entre Marte e a Lua. Pouco depois a primeira guerra inter-planetária ocorre entre terrestres e marcianos num dia em que os soldados vindos de Marte invadem os céus com o intuito de exterminar a humanidade.

Shadow – Pouco se sabia o que era Aldnoah.Zero antes de estrear. Uns quantos videos promocionais foi o que obtivemos no que toca a publicidade directa. Mas antes disto havia sido revelado o staff do anime. Gen Urobuchi (escritor de Madoka Magica, Fate/Zero ou Psycho-Pass) juntou-se a Hiroyuki Sawano (compositor de animes como Attack on Titan e Kill La Kill) e ainda a Ei Aoki (director de Fate/Zero e Ga-Rai: Zero) para fazer um que é até agora um dos melhores animes dos últimos anos. O início é brilhante e promete continuar sempre a subir até ao fim, mas quando se tem 3 das maiores divindades da indústria difícil era isso não acontecer.

Ao Haru Ride

Recomendações_Anime_Verão_2014 (3)

Yoshioka Futaba é uma estudante que entrou agora no ensino secundária e tudo fez para mudar a sua imagem de como era no ensino básico, de maneira a que a sua experiência na vertente social não se volte a repetir. Mas nesta sua nova aventura vai se re-encontrar com Tanaka Kou, o rapaz de quem ela gostava e nunca conseguiu transmitir esse sentimento.

Silver – Animes sobre romance são sempre bem-vindos para mim. Apesar de não criar grandes expectativas, gosto de ver como se desenrolam. Ao Haru Ride era mais um na minha lista para ver, mas desde logo se torbou num dos meus favoritos nesta temporada. Sendo sobre um amor que foi estragado uma vez (um tema pouco comum) e tendo Kou como uma das personagens chave desse amor, o que me faz esperar ansiosamente por cada novo episódio são a sua personalidade e acções.

Shadow – Confesso que animes do género de Ao Haru Ride não são dos que costumo acompanhar ou até mesmo gostar, mas este foi um dos animes que me mais depressa me cativou nesta temporada. A metamorfose forçada pela personagem principal é tão frágil como uma peça de cristal quando o encontro entre ela e Kou acontece e ao contrário dos outros animes do género “Shoujo” há um pressuposto anterior e singular no que toca à vertente romântica. Mesmo que como eu não gostem do género de Ao Haru Ride, dêem pelo menos uma hipótese ao primeiro episódio pois pode não ser apenas aquilo que estão à espera.

Barakamon

Recomendações_Anime_Verão_2014 (9)

Como punição por ter esmurrado um caligrafo famoso Handa Seishu foi forçado a exilar-se numa ilha remota. Devido ao facto de ele nunca ter vivido fora da cidade, Handa Seishu vai ter de lidar com estes problemas e um conjunto de crianças que insistem em não o deixar em paz.

Silver – A primeira impressão que o anime nos trasmite é que a voz da Naru é irritante. A segunda impressão é que o enredo tem bastante potencial no que toca a comédia. E é assim que fiquei ao ver o primeiro episódio de Barakamon.
Assim que me habituei à voz da Naru, a comédia veio e veio em força. Sendo este um daqueles animes que mistura comédia com o sentimento de aprendizagem da personagem principal, só tenho a esperar mais comédia e momentos marcantes com ‘a moral da historia’.

Gekkan Shoujo Nozaki-kun

Recomendações_Anime_Verão_2014 (4)

Sakura Chiyo é um rapariga que um certo dia se declara a um rapaz chamado Nozaki-kun, mas este confunde-a por uma das suas fãs. Nesse momento ele convida-a para irem à sua casa. Sakura sem saber o que fazer aos seus sentimentos aceita o convite.

Shadow – Ora bolas! Mais um anime shoujo! Rapariga declara o seu romance ao rapaz. Rapaz não sabe o que dizer. Quando rapaz sabe responde aos sentimentos, a rapariga já não quer saber dele. Depois aparece o terceiro canto no triangulo amoroso e assim por diante. Mas não. Gekkan Shoujo Nozaki-kun não é nada disto. Aliás, é precisamente o contrário. É uma sátira extrema do que um shoujo normal é. Momentos cheios de comédia e personagens atípicas preenchem uma série que vai passar despercebida a muitos e vai desagradar a outros. Mas que não se via nada assim há muito tempo, isso é garantido.

Persona 4 Golden: The Animation

Recomendações_Anime_Verão_2014 (5)

Depois de Persona 4 : The Animation, surge uma nova adaptação animada da saga Persona, desta vez do jogo Persona 4 Golden, o remake do jogo original para a PS Vita. Esta nova adaptação traz-nos momentos mais intimos entre o grupo de investigação de incidentes e introduz a nova personagem, Marie.

Silver – Esperava uma espécie de remake com cenas novas. E ao ver o primeiro episódio fiquei desapontado devido ao passo acelerado que estava a ter quanto à história. O que significa que Persona 4 the Golden Animation é para quem viu o original ou para quem jogou o jogo.
Mas esta nova adaptação traz-nos um Yu mais atrevido. O velho gangue de volta, e uma nova personagem que é adorável e toda a comédia que tem havido é o que faz desta ‘sequela’ algo digno de recomendação.

Shadow – Sou fã acérrimo da série Persona. Gostei da adaptação original e adorei o primeiro filme sobre o Persona 3. Foi com algum espanto que vi ser anunciado uma nova adaptação do 4º capítulo do jogo. “Bem, apenas vão contar novamente a história e juntar-lhe a Marie e mais uma ou outra cena”. Não podia estar mais enganado. Persona 4 Golden: The Animation é muito mais do que um recontar dos eventos. É toda uma nova perspectiva do grupo que compõe o núcleo de personagens e agora até com a Marie presente. As cenas são hilariantes e pouco enfase se vai dar à exploração do TV World, excepto provavelmente à dungeon da Marie que nunca foi mostrada antes. E a Nanako continua adorável como sempre.
Ainda não há confirmação, mas sendo inspirado na série de videojogos, dá-nos a leve impressão de que a acção se está a desenrolar de um ponto de vista New Game+ ou de alguém que já jogou o jogo. E é mesmo para esses que esta adaptação foi feita, para quem é fã do conteúdo original. Isto sim, é fan service bem feito.

Zankyou no Terror

Recomendações_Anime_Verão_2014 (6)

Num presente alternativo o Japão está a ser dizimado por um grupo terrorista e a polícia não sabe como decifrar as pistas deixadas pelos responsáveis por estes actos. Na verdade este “grupo”, que se denomina de Sphynx, são apenas dois “jovens”: Nine e Twelve. Dois jovens que nem sequer deveriam existir e estão determinados a acordar a memória colectiva das pessoas e a premir o gatilho deste mundo.

Silver – Terrorismo é a palavra de ordem neste anime e foi esse mesmo terrorismo que me cativou, Não podiam ter feito melhor ao abrir o primeiro episódio com uma cena de acção explosiva, começando logo com o hype.
Qual o motivo e objectivo destes dois jovens ao desafiar Japão com as suas adivinhas antes de cada atentado? E quão longe irão para alcançar os seus objectivos? Espero que seja algo bem desenvolvido em onze episódios.

Shadow – Se Aldnoah.Zero tinha um trio de divindades da indústria actual a coordenar o projecto, Zankyou no Terror tem dois dos nomes mais icónicos de sempre: Shinichiro Watanabe (director de Cowboy Bebop, Samurai Champloo e Kids on the Slope apenas para citar alguns) e Yoko Kanno (compositora de Cowboy Bebop, Ghost in the Shell e Wolf’s Rain).
Zankyou no Terror é único. O estilo artístico é assombrosamente bom. As personagens são únicas e assombrosamente bem escritas e interpretadas. A banda sonora é espectacular e possivelmente é uma das, se não a melhor que já ouvi nos últimos anos. Tem alguns clichés mas estes são facilmente tapados por um trabalho assombroso nas restantes partes. Mas engana-se quem pensa que Zankyou no Terror é apenas sobre terrorismo. Acima do terrorismo está o aspecto humano de cada uma das quatro personagens principais e o seu conflito com o desespero causado pelos actos e ajudado pelo passado e presente de cada um.
Entre este e Aldnoah.Zero vai ser uma luta renhida para melhor Anime da temporada (e provavelmente do ano).

Wild Cards:

Tokyo Ghoul

Recomendações_Anime_Verão_2014 (7)

Shadow – Um anime que tem andado pelas bocas da comunidade e que tem correspondido parcialmente às expectativas. O enredo é interessante, a maioria das personagens principais fazem bons papéis e o trabalho sonoro é soberbo (especialmente a música de abertura). No entanto, mantenho sempre um pé atrás quando “vejo” um episódio de Tokyo Ghoul. A quantidade extremamente grande de censura em praticamente todos os episódios faz com que eu imagine mais o que está a acontecer do que propriamente eu vejo o que o anime me está a mostrar. Tokyo Ghoul faz quase que como uma pequena antevisão do que poderão encontrar na versão não censurada (provavelmente quando sair em formato de distribuição físico) o que me faz parecer que o anime poderá causar muito mais impacto nessa altura do que fez até agora, no entanto ainda vão a tempo de corrigir todo este misticismo que acontece por trás das telas pretas.

Sabagebu!

Recomendações_Anime_Verão_2014 (8)

Silver – Numa era em que o tema ‘’jogos de sobrevivência’’ começa a ficar famoso no mundo da animação Japonesa, chega Sabagebu, um anime que decide parodiar esse mesmo tema. Quando decidi ver Sabagebu ainda estava sobre a influência desse tema, e fui apanhado de surpresa ao ver que na realidade era uma paródia. Só tenho a dizer que o anime joga bem com o tema e é hilariante.

————

Se quiserem saber e comentar outros animes que eu e o Silver andamos a ver desta temporada podem encontrar a minha lista aqui e a do Silver aqui.

O que estão a achar desta temporada? Quais são os Animes que andam a ver? Deixem os vossos comentários e opiniões em baixo.

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram