Análise – WRC 4

wrc-4-ana-pn_00009

Ao longo das últimas temporadas, a chegada de um jogo de WRC era sempre feita com pompa e circunstância, tendo até lugar na televisão.

Estranhamente, a edição deste ano passou bastante ao lado das luzes da ribalta e chegou algo “camuflada” pela calada, entre outros lançamentos de peso e sem grandes entusiasmos ou exibições.

wrc-4-ana-pn_00015

Quando isto acontece, é algo demasiado suspeito e o resultado não costuma ser o melhor. Felizmente, WRC 4 até nem está tão mau como a sua aproximação silenciosa leva a crer.

Criado novamentente pelos estúdios da Milestone, WRC 4 surge no encalce de WRC, o qual conseguiu dar um espetáculo convincente no ano passado. Se é possível ver que a algumas coisas melhoraram, outras ainda precisam de ser afinadas.

wrc-4-ana-pn_00012

Para começar, o modo Carreira é bastante melhor que o anterior e segue as pisadas do que foi incluído em Moto GP. Neste vão começar como um piloto Wildcard que procura um dia de glória para arrancar um contrato de uma temporada. O encadeamento entre funções não é tão intrusivo como em Moto GP e só após cada Rally completo é que voltamos ao escritório par ler as notícias, consultar os emails e conferir as tabelas de classificações.

Subir na carreira é bastante recompensador, especialmente porque as classes de Rookies e WRC menos elevadas são bastante mais acessíveis e preparam bem o jogador para cada um dos escalões seguintes. Quem não percebe muito bem do estilo de condução em Rally vai poder interiorizar algumas técnicas com as máquinas menos poderosas antes de partir para as competições a sério.

wrc-4-ana-pn_00007

Fora da carreira, WRC 4 engloba os modos clássicos do género. Existe o Quick Race que escolhe de imediato uma pista e carro aleatório, o Rally onde podem fazer apenas etapas ou competir na pele de um piloto de Rally, o Multijogador online e o modo MyWRC para consultar as vossas estatísticas.

A condução em WRC 3 tinha sofrido uma melhoria considerável e a Milestone parece ter aproveitado o feedback para manter o mesmo sistema, embora com um peso maior para cada carro e uma maior interacção com os vários estilos de pistas e composição. Embora pareça por vezes que os carros estão a deslizar pela estrada, a sua interação com cada tipo de piso é convincente e a mudança entre piso escorregadio e o piso sólido (alcatrão limpo por exemplo) é mais que óbvia.

wrc-4-ana-pn_00016

Porém, os senhores da simulação vão torcer novamente o nariz a WRC 4, pois a Milestone volta a deambular entre a simulação e a jogabilidade arcade, e continua a parecer-me que a vertente arcade continua a sair mais favorecida. Talvez exista receio de impor uma curva de aprendizagem tão acentuada num jogo que também pretende apelar aos fãs mais casuais desta competição. Eu aprecio o balanço entre as duas vertentes, mas percebo que possa afastar os verdadeiros puristas.

A nível de licenças, podem contar com quase tudo e mais alguma coisa. Desde as marcas oficiais de carros presentes e licenciadas com a vasta maioria dos seus pilotos e 13 Rallies que compõem a temporada (onde nem falta o nosso Rally Vodafone português).

wrc-4-ana-pn_00005

As pistas, embora não sejam a recriação exacta de cada traçado, tentam ser uma boa representação da maioria das zonas e usam isso em favor também da diversão. Com a próxima geração esperamos que a coisa fique ainda mais sólida e real.

Visualmente WRC 4 tenta adicionar alguns pós mágicos quando comparado com a versão do ano passado, mas isso não é de todo suficiente. Os carros e pistas oferecem um bom detalhe, mas continua a ter muitos modelos que parecem ter migrado da geração passada e um efeito pouco natural e algo granulado na imagem, que a afasta de um registo mais vivo (como é óbvio, as imagens presentes neste artigo foram tratadas como tal faz com que pareça bem melhor do que é).

wrc-4-ana-pn_00014

As músicas dos menus e modos foram bem escolhidas e só pecam por serem poucas o que as repete por imensas vezes. As vozes que servem de tutorial e do co-piloto são boas e tenho a dizer que o barulho dos carros é música para os ouvidos de quem gosta do desporto automóvel.

A experiência que tive com o online de WRC 4 não foi de todo a melhor. Tive vários problemas de ligação aos servidores e quando entrava demorava algum tempo a encontrar partidas disponíveis que por acaso até funcionaram sem problemas notórios.

wrc-4-ana-pn_00017

Outro problema que preciso de apontar são os loadings enormes e constantes que são oferecidos de bandeja, especialmente no modo carreira. Não só nos deixam imenso tempo à espera, como ainda por cima não existe hipótese de instalação que ajude a melhorar este problema.

Tal como a edição do ano passado, WRC 4 é um jogo bastante sólido que não deixa nada mal o desporto que representa. É verdade que não consegue competir de forma directa contra os melhores jogos de corrida do mercado, mas dentro do seu segmento, é seguramente dos melhores.

Positivo:

  • Aproveita bem a licença oficialpn-recomendado-ana
  • Modo carreira bem consegido
  • Boa sensação de velocidade e reacção dos carros
  • Mistura bem conseguida entre arcade e simulação
  • O barulho dos carros está muito bom

Negativo:

  • Loadings enormes
  • Visual precisava de mais “chama”
  • Online sofre de alguns problemas
  • Ainda não foi este ano fãs de simuladores

pn-bom-ana

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram