Análise – Tomorrowland

disney-tomorrowland-movie-2015-logo-PN-A-11

Um filme da Disney com George Clooney como um dos actores principais? Esta pode parecer uma ideia estranha e acaba por o ser, este não é de todo o típico filme Disney. Tomorowland pode ser resumido em CGI com uma história contada a um mau ritmo e sem climax, o melhor de tudo é mesmo a prestação de alguns actores.

O filme começa por colocar Frank Walker (George Clooney) no presente a contar-nos a sua história, mas não está sozinho, está acompanhado por Casey Newton (Britt Robertson), uma jovem rapariga com a qual contracena durante o filme. A história leva-nos então a uma feira para inventores exporem as suas invenções, isto na década de 1960. Aqui o jovem Frank acaba por entrar em contacto com uma outra rapariga que nos vai acompanhar o resto do filme, Athena (Raffey Cassidy).

Frank acaba por descobrir Tomorrowland e é através da primeira cena do filme que voltamos a ser puxados para fora desta narrativa para entrar na história de Casey, esta conta um pouco da sua infância em 2003 até ao presente. A partir daqui somos informados que algo de muito mau está prestes a acontecer e é uma jornada contra o relógio para ir a Tomorrowland e salvar a Terra. Isto não seria muito complicado não fosse Tomorrowland encontrar-se noutra dimensão.

Para que os protagonistas se pudessem encontrar, Athena entrega um pin muito especial a Casey, este é na verdade um objecto de alta tecnologia de Tomorrowland que permite ao utilizador ver esta mítica cidade.

disney-tomorrowland-movie-2015-logo-PN-A-3

Algo que me aconteceu enquanto estava a ver Tomorrowland foi ter-me dado vontade de ver que horas eram, passava já mais de 1 hora e meia desde o inicio do filme e a sensação que tinha era a de que não tinha existido quase nenhum desenvolvimento significativo, como se a história ainda estivesse longe do fim. Afinal restavam cerca de 30 minutos de filme e a conclusão não parecia sequer próxima. E não foi para minha surpresa que toda a história até ali se desenrolou num momento final com cerca de 15 minutos. Estes 15 minutos representam o meio e o fim de Tomorrowland em termos de história, e de notar que não existe qualquer tipo de climax.

Com a história fora do caminho falemos então da prestação dos actores, George Clooney não é o actor indicado para o papel, apesar de não ser uma má prestação, existem momentos um pouco forçados que vêm no seguimento de outros papéis desempenhados pelo mesmo em outros filmes. Já Raffey Cassidy surpreende bastante pela positiva, tem uma prestação muito boa e talvez a melhor de Tomorrowland.

disney-tomorrowland-movie-2015-logo-PN-A-4

Britt Robertson tem uma prestação que anda de mãos dadas com George Clooney e Raffey. É uma prestação versátil que se acomoda às situações que lhe são apresentadas mas torna-se cansativa ao longo do filme. Falta apenas falar do pseudo-vilão, Nix. Nix é interpretado por Hugh Laurie, conhecido como Dr. House da série de TV homónima. Sem querer adiantar muito sobre esta personagem que tem talvez 20 minutos de antena durante todo o filme, digo apenas que é um personagem mal construído e que tenta ser explicado através de um “quase monólogo”. É uma justificação insuficiente, dado todo o resultado de algumas das suas ações.

Chegámos então à parte da análise onde tenho de falar da apresentação visual, colocando a minha opinião numa só palavra, mediano. O design de Tomorrowland está fantástico e é isso mesmo que salva o CGI que de outra forma parece falso a qualquer distância. Na parte sonora Tomorrowland não faz nada de soberbo mas é competente. Destacaria aqui 2 momentos mas não quero estragar as poucas surpresas do filme a ninguém.

Disney's TOMORROWLANDCasey (Britt Robertson) Ph: Film Frame©Disney 2015

Tomorrowland é um filme que transmite uma mensagem aos mais novos mas contém sérios problemas na forma como conta a história e o visual de Tomorrowland não é mesmo nada por aí além. Existem alguns bons momentos que acabo por recordar constantemente, mas também existe aqui muito tempo de filme que poderia ser utilizado de outra forma ou mesmo cortado.

Vejam também a nossa vídeo-análise de Tomorrowland!

Positivo

  • Design de Tomorrowland
  • Prestação de Athena
  • Mensagem passada pelo filme

Negativo

  • Ritmo inconstante
  • CGI de Tomorrowland
  • Falta de climax
  • Antagonista fraco

razoavel-oficial-an-pn-img

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram