Análise – The Wolf Among Us

thewolfamongus_keyart_long

Era uma vez o lobo mau… não isto assim não começa bem. Vamos lá tentar de novo. Numa terra não tão longínqua, vivem as personagens dos contos de fada que foram amaldiçoadas e como tal, vivem agora entre nós, humanos. Como seria de esperar ver um lobo gigante ou um sapo falante andante nas ruas das nossas cidades seria algo no mínimo estranho. Isto marca o primeiro dilema que nos metem nas mãos quando ainda nem sabemos bem o que se passa em The Wolf Among Us.

Jogamos como Sheriff Bigby Wolf, que vimos a saber mais tarde, trata-se do lobo mau da história do capuchinho vermelho; mas não esperem ver o mesmo lobo que é retratado nesse conto de fadas. Enquanto a maior parte dos Fable, termo utilizado durante o jogo para descrever as personagens dos contos de fada, vêem a maldição como o seu maior problema, Bigby olha para a maldição como uma segunda hipótese na vida, um local onde pode começar de novo. É a partir daqui que nos cabe a decisão de seguir um bom ou mau caminho.

022889

Bem ao estilo de The Walking Dead, a história desenrola-se segundo as nossas escolhas, no entanto não pensem que se trata de um total livre arbítrio e algumas decisões são demasiadamente forçadas em The Wolf Among Us. Existem situações de falsa escolha, tal como em The Walking Dead, se bem que em menor número o que ajuda ao impacto que têm sobre o desenrolar da história. Já a morte de certas personagens acabam por ter um dado impacto no desenrolar da história, e ao contrário de The Walking Dead, o facto de as personagens terem um passado interlaçado, faz com que algumas destas mortes vão desencadear mais do que simples raiva ou tristeza. Vamos encontrar situações em The Wolf Among Us onde os resultados vêm do local mais inesperado e na pior altura possível.

Algo que The Wolf Among Us entende como dado adquirido erroneamente é o conhecimento geral sobre as fábulas que estão inseridas nesta história, mesmo dando uma pequena biografia sobre certas personagens, quem não conhecer razoavelmente as histórias originais destas, irá perder muito do que o jogo oferece, especialmente em certas decisões que poderão sair caras.

jyK-ejjOV2knQpn5Ag-ftMFSISHE8uKA4lA-oggrLUo

No entanto não falo da versão Disney das fábulas, pois essas induzem muitas pessoas a pensar sobre algumas fábulas como histórias para criancinhas adormecerem, vão lá ver a história original do capuchinho vermelho, eu espero. Já está? Óptimo, continuando. O jogo serve como prequela à série original, acaba por não poder jogar com o destino de algumas personagens, o que é notório em alguns pontos do jogo onde claramente a história iria sair beneficiada.

Bastante cedo em The Wolf Among Us vamos perceber que não estamos sozinhos e seremos acompanhados em vários pontos da história, a dupla principal está bem trabalhada no entanto, chega a ser um fardo, sendo o trunfo do jogo para nos portarmos bem. Existem algumas personagens que não sendo antagonistas directos oferecem profundidade ao jogo, enquanto outras seriam dispensáveis e cada vez que aparecem só queremos que desapareçam, pois o único objectivo é serem irritantes sem terem uma razão aparente para o ser.

Wolf-Among-Us-Episode-2-06

A acção do jogo apesar de maioritariamente ser baseada em diálogos, também contém pequenos segmentos recheados de adrenalina, todos os episódios são segmentados de forma a conjugar vários tipos de acção. O que me leva a um problema; muitas vezes durante lutas, são-nos apresentados certos botões em quick time events, enquanto os tradicionais X, quadrado, Círculo e Triângulo funcionam como deviam, na PS3 obviamente, o mesmo não se pode dizer sobre o R2 e L2, quando estes botões aparecem tanto faz, se aparecer R2 e carregarmos no L2 o efeito é o mesmo que carregar em R2 não havendo distinção entre eles.

Algumas das secções de The Wolf Among Us envolvem exploração dos cenários, e aqui é onde podemos encontrar informação crucial, The Wolf Among Us obriga-nos a encontrar o essencial mas deixa alguns extra que só os interessados em absorver todo o universo irão apreciar, nestas secções somos bombardeados com comentários repetidos, e algumas das nossas acções podem-se repetir até obtermos o resultado desejado.

The-Wolf-Among-Us-Bigby-Falls-1280x716

O jogo na sua versão PS3 não é estável, existindo muitas vezes tempos de loading excessivos ou infinitos. Nesse aspeto The Wolf Among Us está uma autêntica bagunça tal como os seus companheiros da Telltale. Em dadas alturas encontrei-me a reiniciar a consola 3 ou 4 vezes antes de sequer conseguir entrar no episódio que pretendia.

Algumas vozes estão completamente dessincronizadas dados estes loadings, felizmente os diálogos lá se vão ajustando com o decorrer da acção.

The Wolf Among Us

Todas as personagens de The Wolf Among Us receberam uma boa atenção no que toca às suas vozes, são bem mais do que leituras inexpressivas, ainda assim algumas das personagens secundárias deixam um zumzum desagradável. A banda sonora aqui empregue, não sendo soberba ou memorável, exceptuando talvez a música de abertura que está presente em todos os episódios, está bem aplicada, mas gostava  de ter presenciado uma melhor experiência nesse departamento.

Graficamente está de mãos dadas com os seus compatriotas da Telltale, o cell shading foi uma escolha sobre rodas e veio para ficar.

the-wolf-among-us-review-bigby

Interpretando o que foi colocado diante de nós em The Wolf Among Us, e especialmente neste último confronto, a acção aqui passada dá a entender todo o resultado de um leque de escolhas, umas nossas, outras nem por isso. Acima de tudo, a maneira como tratamos o próximo tem sempre consequências e o vilão aqui é mais a personificação do estado de uma comunidade fraturada do que o nosso habitual monstro ou líder do lado oposto. Ainda que o antagonista deixe muito a desejar enquanto personagem, pois revela ser um “pateta” (sem ofensa ao amigo do rato Mickey), ele é a solução para vários problemas e é isso mesmo que o jogo tem vindo a tratar desde o início, a resolução de conflitos.

The Wolf Among Us é um jogo que oferece ao jogador um misto de emoções dada a sua narrativa e esmera-se para que o jogador se deixe levar por ela. É uma óptima experiência, e sem dúvida uma que deve ser vivenciada por todos os amantes de aventuras gráficas.

Positivo:

  •  Interação entre as várias personagens ajuda a cimentar um mundo desconhecido
  •  Várias opções de escolha
  • pn-recomendado-ana Algumas escolhas vão além dos efeitos imediatos
  •  Possibilidade de optar entre o “bom” e o “mau” desperta emoções em nós para com as consequências
  •  Exploração q.b.
  •  Dupla principal bem trabalhada
  •  Antagonista até ao episódio 4 faz um bom trabalho enquanto mistério…

Negativo:

  •  … após o episódio 4 estatela-se no chão dos vilões esquecíveis.
  •  Deveríamos ter acesso a mais backstory das personagens e de como chegaram aonde estão.
  •  Bugs ocasionais em loadings
  •  Episódio 5 sabe a pouco
  •  Banda sonora poderia transmitir mais emoção
  •  Jogabilidade em cenários de acção deveria ser mais punitiva

pn-muitobom-ana

 

Latest posts by Alexandre Barbosa (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nirvanes

A nova aquisição da equipa é o Tylarth? Tenho andado desaparecido nem sabia disto xD

Quanto ao Wolf eu gostei muito. O primeiro episódio especialmente é uma masterpiece, mas como um todo acho que já estou a gostar mais desta segunda season do Walking Dead…

Eu até gostei da forma como termina, mas nota-se (e é só ver na internet) que a paragem do primeiro para o segundo episódio deveu-se a terem virado de cima para baixo toda a história. Existem screens na internet de coisas e alguns previously do primeiro episódio que nunca aconteceram. Isso fez obviamente que no fim as coisas tenham ficado em águas de bacalhau.
Mas foi bom.

Silver4000

”Existem screens na internet de coisas e alguns previously do primeiro episódio que nunca aconteceram. Isso fez obviamente que no fim as coisas tenham ficado em águas de bacalhau.”
^this
Até ao terceiro episodio as previews mostravam sempre algo diferente.
Até fiz um 2° save para ver e deu na mesma coisa.

Nirvanes

Ya, eles mudaram sempre muita coisa. No Previously do segundo episódio antes mostrava o Beast e o Bigby transformados a lutar num beco, e isso depois acontece mas dentro do hotel. Havia também uma daquelas imagens que aparecem quando seleccionas episódio, no terceiro ou no segundo, que era uma policia a vigiar o bigby. Policia essa que aparece no inicio do segundo episódio e depois nunca mais.

Silver4000

O princepe é a maior falha.
No meu save original ele morreu, porque pensava que ele jà estava morto de qualquer das maneiras.
No 2° save salvo o princepe, tem uma preview com ele, e nada dele, até ao ultimo episódio no fim, so para dizer uma fala.

Silver4000

O jogo abriu com um bom primeiro episodio.
Cenas de luta em todos os episodios, e uma historia boa
Quanto ao final, nao achei mau, o Crooked Man é o tipo de pessoa que manipula os outros, e ao ver-se sem os seus peões ficou indefeso.

David Rodrigues

Já passei o jogo duas vezes para ver quais eram as consequencias, e a historia vai dar tudo ao mesmo. A segunda vez que passei ja nao teve todo aquele explendor que a primeira vez, mas ainda assim devo dizer que é excelente. Segundo jogo a caminho? pelo menos deu a entender que sim?

E em cada episodio é sempre a mesma formula: uma cena de accao, um cena de escolha (para um certo lugar), e interrogatório loOl Enfim é um jogo memorável, gostei de todo o mistério envolvente e do género noir, e tb da personagem principal. A banda sonora é algo positivo, mas nao foram bem inseridas.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
6
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x